Panzer: Brasileiros respondem ao The German Panzer

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Carlos Garcia, Fonte: Site Road to Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 31/05/15. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Os Thrashers brasileiros do PANZER tiveram que passar por uma situação desagradável, tudo devido à banda alemã formada por um integrante do Destruction e dois ex-integrantes do Accept utilizarem o nome cujos direitos já pertenciam aos brasileiros.

3387 acessosThrash Metal: os melhores álbuns de 1983 a 20165000 acessosDeu show: Headbanger canta Frozen em "The Voice britânico"

Ok, com conversa e bom senso tudo se resolve, não é mesmo? Porém não foi bem assim, e os brasileiros tiveram que pressionar os alemães e a sua gravadora, inclusive com os integrantes da banda germânica sendo até desrespeitosos com os brasileiros em algumas entrevistas, e também, conforme afirmou o guitarrista e fundador André Pars, o assessor do, agora, The German Panzer, o tratou de forma grosseira.

Em entrevista ao site ROAD TO METAL os brasileiros falaram sobre a questão, além disso, também comentaram sobre seu novo DVD "Louder, Day After Day", e um pouco de história. Confira alguns trechos:

RtM: E as recentes polêmicas envolvendo a questão da utilização do nome Panzer (que após, adicionaram “The German” à frente do nome) pela banda alemã formada por Schirmer (Destruction) e Hermann Frank (ex-Accept)? Inclusive vi algumas declarações deles em algumas revistas e sites especializados. Achei algumas frases até um pouco arrogantes por parte deles. Eles chegaram a forçar a barra ou tentar alguma negociação pra usar o nome? Conversaram com vocês?

André Pars: A grande confusão foi que a banda Alemã, não se deu ao trabalho de procurar na internet se havia alguém usando esse nome. Simplesmente batizaram a banda e foda-se. Por serem alemães, se acharam no direito de usar a palavra Panzer e pronto!

Temos o direito legal do uso do nome no Brasil, o nosso nome é registrado. Portanto, eles não podem chegar no nosso país, usar o nome de uma banda que têm 24 anos de carreira, e simplesmente nos ignorar. Não é assim que a coisa funciona. Sabemos dos nossos direitos e informamos o empresário da banda, que foi muito hostil e mal-educado conosco.

Se eles vierem se apresentar aqui no Brasil, é como "The German" que devem ser anunciados pois senão temos todo o direito de embargar o show. E pode ter certeza que o faremos. Somos brasileiros, estamos na batalha e exigimos respeito. Não somos paga-pau de gringo...Quando a galera das bandas e até mesmo o público, entender que o som que o Brasil produz é tão bom ou até melhor que muita coisa lá de fora, talvez a nossa cena cresça de verdade...

Edson Graseffi: Cara, eu fui acusado de ser nacionalista, fui acusado de ser louco, fui tratado de forma mal educada , tudo isso pelo assessor de imprensa deles. Da gravadora dessa banda, tive apenas um pedido de desculpas e veladamente um foda-se. E é assim que estes caras veem o Brasil.

Tudo o que o André disse, eu torno minhas palavras também e fica claro que o nome Panzer dentro do Brasil é nosso, temos registro e trabalhamos com ele há 24 anos. Não pagamos pau para gringos, muito pelo contrário, nossa missão é valorizar o nosso trabalho de mais de 2 décadas.

Toda essa confusão, simplesmente, está sendo levada adiante por interesses financeiros, de se vender uma prensagem de CD , o que me deixa mais abismado. Então, uma prensagem de CD e seu lucro pífio vale mais que um trabalho de 24 anos como o nosso? É patético...

Para conferir a entrevista completa, acesse o link abaixo:
http://roadtometal.com.br/2015/05/panzer-cada-dia-mais-forte...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Thrash MetalThrash Metal
Os melhores álbuns de 1983 a 2016

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Destruction"

MetalMetal
Você acredita na "lenda do terceiro álbum"?

Thrash MetalThrash Metal
Álbuns injustiçados nos anos noventa.

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 31 de maio de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Panzer"0 acessosTodas as matérias sobre "German Panzer"0 acessosTodas as matérias sobre "Destruction"

Deu showDeu show
Headbanger canta Frozen em "The Voice britânico"

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Madman dá conselhos sobre masturbação

MetallicaMetallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

5000 acessosAvenged Sevenfold: "Mike Portnoy não queria sair da banda"5000 acessosMetallica: O prefácio de Lars Ulrich para o livro de Shawn Clown5000 acessosDuff McKagan: "eu cheirei meu peso em cocaína"5000 acessosChris Impellitteri: "Gene Simmon é um completo idiota"5000 acessosUltimate Classic Rock: As 10 melhores músicas do Scorpions5000 acessosSlash: Falando sobre seus filmes preferidos

Sobre Carlos Garcia

Antes de tudo sou um colecionador, que começou a cair de cabeça no Metal e Classic Rock quando o Kiss esteve no Brasil em 1983, a partir daí não parei mais. Criei fanzines, como o Zine Barulho, além de colaborar com outros zines e depois web zines e sites, como os saudosos Metal Attack e All the Bangers. Atualmente sou um dos editores e redator do Road to Metal. O melhor de tudo são as amizades que fazemos, além do contato e até amizade com alguns de nossos heróis.

Mais matérias de Carlos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online