Iron Maiden: Bruce fala sobre segurança na era do terrorismo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando Portelada, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

O vocalista do IRON MAIDEN, Bruce Dickinson, passou alguns dias em dezembro de 2015 em Sarajevo, sua segunda visita ao local após 21 anos de ausência. O significado deste show, o que ele significou para os fãs e como isso mudou a vida de Bruce, será contado no documentário "Scream For Me Sarajevo", que recentemente finalizou sua gravação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falando sobre preocupações com segurança que ele possa ter na era do terrorismo, quando chega a hora de escolher um país para tocar, Dickinson disse: "Pessoalmente sim, eu toco no local não importa o que esteja acontecendo. Sua preocupação tem que ser, na verdade, com as pessoas que não possuem escolha. Quero dizer, foi minha escolha [em 1994], nossa escolha coletiva, porque todos dissemos ´Sim, somos loucos o suficiente para tentar fazer esse show, ir para Sarajevo no meio da guerra e ver se podemos fazer o show. E [risos], nós não temos certeza de quando vamos voltar´. Mas aquelas pessoas que foram ao show no Bataclan [do EAGLES OF DEATH METAL, em Paris], não tinham escolha, elas eram completamente, completamente inocentes de todas as formas. E, claro, ninguém sabia que o local seria um alvo. Então, infelizmente, existe uma escolha que as pessoas devem fazer e você deve fazê-la com as melhores informações disponíveis. Se de repente você vai ser... Se alguém diz: ´Vamos massacrar todos em shows de rock´, você diz, ´Bem, isso é algum lunático, ou é algo que genuinamente pode acontecer?´"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ele continua "Então, infelizmente você tem que ser um adulto em relação a isso. Mas, ao mesmo tempo, você ainda sente que pode oferecer esperança às pessoas e mandar uma mensagem. Eles não podem parar, a vida continua. Quero dizer, quando o IRA, anos e anos atrás, quando eu era um garoto, as coisas explodiam por todos os lados no Reino Unido e as pessoas não paravam, você não para de viver sua vida. E essa é a mensagem para Sarajevo - que mesmo com toda a loucura, aquele pequeno símbolo de esperança do rock e de normalidade aconteceu, por cinco minutos, no meio de tudo aquilo. São atos desafiadores, mas sem envolver bombas ou armas ou balas, e coisas desse tipo."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaIron Maiden
Pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

Blasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusBlasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus


Sobre Fernando Portelada

25 anos, Blogger, Podcaster, Gamer, Leitor de Quadrinhos, Ouvinte de Rock, Jornalista, e chato acima de tudo. Ouviu Imaginations From The Other Side do Blind Guardian aos 13 anos, emprestado por um amigo de escola. Ainda é um de seus álbuns preferidos.

Mais matérias de Fernando Portelada no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336