Megadeth: Mustaine explica declaração sobre shows no Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: twitter
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/08/16. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Ao final da turnê brasileira do MEGADETH, David Mustaine tuitou: "Correndo para o aeroporto, obrigado Brasil pelos seis maravilhosos shows, alguns em ótimos lugares, alguns não, mas vocês foram grandes! São Paulo foi o maior, Curitiba o mais barulhento".
5000 acessosMustaine: agradece e elege maior e mais barulhento show no Brasil

Indagado por um fã, @Iohannez, sobre se Fortaleza (resenha abaixo) seria um desses locais, Mustaine respondeu: "Os locais não são um reflexo das pessoas. O prédio em Curitiba não era um lugar muito bom para os fãs verem a banda". Mustaine ainda completou que a energia faltou duas vezes por alguma razão e que deve haver algum lugar melhor para tocar. Neste trecho não ficou claro se o problema de energia ao qual ele se referia foi em Fortaleza ou Curitiba.

Durante o show em Fortaleza, o vídeo com a introdução travou, mas não notamos nenhum outro problema ou interrupção. Quanto à acústica da casa, esta é uma longa conversa. O Siará Hall tem fama de não ter uma boa acústica, principalmente para shows de Metal, mas, lá já se apresentaram bandas como MEGADETH, SAXON, MOTORHEAD, BLIND GUARDIAN, DREAM THEATER, HELLOWEEN e o ANGRA, de Kiko Loureiro. Outros locais ou estavam ocupados na data ou eram grandes ou pequenos demais para um show de metal como o do MEGADETH. Confira abaixo a resenha do show.
5000 acessosMegadeth: O Brasil vê que o que faltava na banda era o Kiko

Comente: Mustaine é um chato ou apenas exigente com os lugares onde toca?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 24 de agosto de 2016

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

2224 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa487 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3469 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Kiko Loureiro nem precisou tocar em sua audição

MegadethMegadeth
Mustaine pede que fãs respeitem as bandas de abertura

MegadethMegadeth
Novo álbum faz o guitarrista Slash dirigir mais rápido

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
James Hetfield e Mano Menezes

Punk RockPunk Rock
Site lista os discos mais representativos da história do estilo

Rede GloboRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosTop 10 Guitarristas: matéria empolgada no Jornal da Globo5000 acessosGuitarpedia: Os 10 riffs de guitarra mais complicados da história3783 acessosBlack Sabbath: reuniões, qual se saiu melhor?5000 acessosDerrick Green e Andre Matos: vocalistas falam sobre vegetarianismo e adoção de animais5000 acessosTom Grosset: O mais rápido baterista do mundo segundo o Guinness

Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online