Metallica: a importância de criar sua própria gravadora

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 15/02/17. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Saiu no Metallica Remains: Em uma nova entrevista para o The Red Bulletin, os membros do Metallica, James Hetfield (guitarra, vocal) e Lars Ulrich (bateria), foram questionados sobre quão importante foi para a carreira da banda obter independência ao serem donos de todas as suas master tapes.

2 acessosLars: com qual banda ele adoraria que o Metallica saísse em turnê?5000 acessosÓdio musical: os artistas mais detestados em lista da Spinner

"Para nós, sim, tem sido importante, mas para as outras pessoas? Eu não sei", disse Hetfield. "Quando estávamos começando, assinar um contrato com uma gravadora era algo grande. Eu não acho que é tão importante atualmente. O fato de que você pode fazer sua própria música no seu porão, prensá-la e lança-la é maravilhoso, mas quão longe você chega com isso? Você eventualmente assina com alguém que é maior? Essas são decisões de negócios que você precisa fazer. Você precisa se perguntar, 'o que é que queremos fazer?'. Você quer fazer uma turnê pelo mundo, tocar só na sua região? Você deve fazer o que te faz feliz."

Completou Ulrich: "Nós sempre sentimos que éramos estranhos. Eu acho que nós nunca realmente sentimos a necessidade de jogar o jogo. A melhor coisa sobre nosso sucesso é que nos permitiu a oportunidade de trilhar nosso próprio caminho criativo. Primeiramente, independência para gente significa que nós nunca realmente pegamos dinheiro de ninguém; nós nunca devemos nada a ninguém."

Hetfield continuou: "Nós sempre fomos loucos por controle. Como artistas, sempre sentimos a necessidade de ter pelo menos um pouco de controle sobre como nossa arte é apresentada. Seja um artista ou um escultor, você terá uma opinião forte sobre como sua arte é exibida ou onde ela é colocada - essa é parte da visão artística."

Perguntado se eles concordam que tiveram que se adaptar e serem flexíveis em suas carreiras, James disse: "Quando as comportas se abriram e a música estava por toda internet de graça, isso nos assustou e nós não sabíamos o que pensar sobre isso. Mas obviamente agora é uma ótima e conveniente forma de conseguir música, então adaptar é a única forma de sobreviver. Eu acho que isso é verdade em qualquer parte da vida."

Leia mais em
http://www.metalremains.com/news/4444.html

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Lars UlrichLars Ulrich
Com qual banda ele adoraria que o Metallica saísse em turnê?

1403 acessosMetallica: reveja performance completa em São Francisco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Lars UlrichLars Ulrich
Ele pode aparecer onde você menos espera

MetallicaMetallica
Jason Newsted, 14 anos de humilhação

MetallicaMetallica
Apresentação no Lollapalooza afugentou alguns fãs?

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"


Ódio musicalÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner

RaimundosRaimundos
O verdadeiro motivo para a saída de Rodolfo

Ian GillanIan Gillan
"Ritchie Blackmore é um imbecil!"

5000 acessosStephanie Seymour: ex de Axl Rose mostra ótima forma aos 445000 acessosLed Zeppelin: "Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?5000 acessosFotos de Infância: Jon Bon Jovi5000 acessosLoudwire: as melhores músicas de metal de 20125000 acessosChester Bennington: veja bilhete escrito por filho um mês antes da morte do pai5000 acessosSlash: "Myles Kennedy explodiu minha mente!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 15 de fevereiro de 2017


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online