Metallica: nos bastidores da gravação do "Ride The Lightning"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruce William, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 03/05/17. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Matéria publicada no Noisey fala sobre o livro "So Let It Be Written: The Biography of Metallica's James Hetfield", e mostra um trecho contando um pouco dos bastidores das gravações do disco "Ride the Lightning". Veja o texto completo no link abaixo e confira um trecho logo a seguir:

240 acessosMetal Hammer: As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?

https://noisey.vice.com/pt_br/article/ride-the-lightning-met...

Quando 1984 chegou, tudo era menos orwelliano do que alguns haviam previsto. Longe de ser uma época de censura na mídia e repressão cultural, houve um verdadeiro surto de produtividade sonora, naqueles que foram tempos empolgantes para um headbanger. De diversas maneiras, 1984 foi um ano fundamental para heavy metal. Algumas das grandes bandas aproveitam o ápice do sucesso, ao passo em que novatos — incluindo o Metallica — tentavam subir no bonde. Iron Maiden, a mais bem-sucedida banda do New Wave of British Heavy Metal que Lars tanto adorava, lançaria seu disco de temática egípcia Powerslave naquele ano, enquanto o Judas Priest — outra potência do metal britânico — voava alto com Defenders of the Faith. Ambas as bandas seguiram na estrada e lançando material de qualidade por mais de duas décadas, mas este certamente foi um dos muitos pontos altos para as duas, especialmente para o Iron Maiden. Seus cenários de palco amplos e produção visual ambiciosa deram o tom das bandas que vieram depois. Os suíços do Celtic Frost — que influenciaram uma série de bandas de death e black metal com seu disco de estreia nada convencional intitulado Morbid Tales — eram mais uma banda jovem que tentava fazer parte do mercado com uma sonoridade mais extrema e obscura. Com um número crescente de seguidores na Europa, se houve alguma oportunidade para que o Metallica se estabelecesse como destaque de uma cena metálica em transição, 1984 era essa janela

.

O ano não começou como planejado. Após um show no Channel Club em Boston em 14 de janeiro, os equipamentos da banda foram roubados de uma van no lado de fora do local. Hetfield foi o mais impactado com o roubo, aparentemente, já que estava acostumado a usar um amplificador Marshall específico para criar o som de guitarra que queria. Graças ao equipamento emprestado dos colegas do Anthrax, gerenciados por Zazula, o Metallica pôde completar a turnê. Não tinha folga, mesmo sem equipamento. Os Zazulas minaram seu novo relacionamento com o Venom ao marcar com Metallica e Venom a turnê europeia Seven Dates of Hell. Dave Marrs, cujo envolvimento com Hetfield datava desde os tempos de escola em Downey, ainda trabalhava para a banda como roadie de Lars e lembra desta turnê como ponto de virada da banda: "Ouvíamos Mercyful Fate 24 horas por dias, sete dias por semana, dentro daquele ônibus durante a turnê e assim que chegamos na Dinamarca e fomos ao Sweet Silence Studios, lá estava a banda. Àquela altura eles já não tinham como me manter na Europa, então voltei pra casa. Não me arrependo de nada já que nem sabia direito o que estava fazendo ali. Quando você cai na estrada, logo descobre se foi feito para aquilo e não era esse o meu caso."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Lars UlrichLars Ulrich
Com qual banda ele adoraria que o Metallica saísse em turnê?

240 acessosMetal Hammer: As 22 melhores músicas old-school do Thrash Metal1417 acessosMetallica: reveja performance completa em São Francisco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Whatculture!Whatculture!
Site elege dez maiores discos de Thrash Metal

BaixistasBaixistas
Steve Harris ganha de Cliff Burton em votação

Total GuitarTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"


Frases de bandasFrases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

Green DayGreen Day
10 coisas que você não sabe sobre a banda

NirvanaNirvana
Entrevista com garoto da capa do "Nevermind"

5000 acessosIron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotos5000 acessosSlash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?5000 acessosFotos de Infância: Evanescence5000 acessosThrash da Bay Area: as cinco capas mais legais5000 acessosAs tatuagens de Rob Halford5000 acessosPitty: O Rock precisa ocupar a mídia sem fazer papel de rídiculo

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 04 de maio de 2017


Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online