Roger Waters: presença do músico em Fortaleza era Fake News

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Leonardo Daniel Tavares da Silva, Fonte: Festival Concreto
Enviar Correções  

Há uma semana os fãs cearenses do PINK FLOYD receberam com surpresa e alegria a notícia de que o ex-líder da banda, o baixista e vocalista ROGER WATERS, também estaria em Fortaleza, como parte da programação do Festival Concreto, um festival de arte urbana. A informação foi confirmada nas redes sociais do festival, mas ainda não haviam informações de como essa participação aconteceria. Que não seria um show aos moldes do que rodou o Brasil até esta terça-feira, em Porto Alegre, mas que não passou pela capital cearense, estava claro, mas cogitava-se que fosse uma palestra, um debate, uma entrevista aberta, um pocket show ou até mesmo que o baixista fosse grafitar algo e presentear à cidade (uma vez que o grafite é uma das tônicas do festival).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No entanto, com nova postagem nas redes sociais do festival ontem, 31 de outubro, as esperanças dos fortalezenses caíram por terra. A "participação" do músico se resumirá a exibição do show "The Wall", no dia 17 de novembro, no Cineteatro São Luiz. Entre outras coisas, a nota (leia abaixo, na íntegra) dizia "Waters estará com a gente sim: não presencialmente, como tanto gostaríamos, mas sua arte, seu grito, sua resistência estarão aqui em Fortaleza". E ainda: "Informar a 'participação' de Waters na nossa programação é mostrar que uma 'Fake News' pode ser verdade, mesmo sem ser."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Imediatamente, comentários indignados ou apenas em tom de galhofa tomaram conta das redes sociais, tanto do festival como dos próprios fãs. "Eu também estarei presente no festival, mas, assim como Roger Waters, apenas em espírito", dizia um deles.

Leia a nota na íntegra:

No dia 24 de outubro, o "Festival Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana" anunciou, em uma postagem nas redes sociais, a "participação" de Roger Waters na 5ª edição (de 16 a 24 de novembro, em Fortaleza).

E Waters estará com a gente sim: não presencialmente, como tanto gostaríamos, mas sua arte, seu grito, sua resistência estarão aqui em Fortaleza - o "Festival Concreto" comunica programação especial para demarcar nossa luta em defesa da democracia: no sábado, dia 17/11, às 19h, teremos a exibição gratuita, no Cineteatro São Luiz, do show "The Wall". Uma ação para celebrar a vida, a obra e a luta do músico que esteve no Brasil há algumas semanas e vem se manifestando durante seus shows pelas principais capitais do país em repúdio ao avanço do neofascismo no mundo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Celebrar Roger Waters e seus hinos e canções é reforçar a pauta da liberdade, dos direitos. Informar a "participação" de Waters na nossa programação é mostrar que uma "Fake News" pode ser verdade, mesmo sem ser. É ter viva a presença daqueles que constroem trincheiras, sobem barricadas, que gritam #EleNão e fazem da arte sua chama de vida, pulsão de luta, enchendo o mundo de poesia e rebeldia. A postagem, divulgada no dia 24 de outubro, revela posicionamento político do Festival Concreto em favor da democracia. Temos a esperança de novos tempos, novos sonhos e canções, por isso seguiremos atentos e fortes.

E o sonho continua: da democracia viva no nosso país e da presença de Roger em Fortaleza, quem sabe, um dia. Será a realização de um sonho ele aqui no Festival, mas por ora, ele vem como inspiração e referência de resistência e reflexão crítica. E o Concreto é isso: um festival de arte urbana - arte essa que tem seu caráter de luta, sua origem na rebeldia, e por mais que tente se domesticar estando em museus e festivais, ela é naturalmente transgressora. É das mais democráticas: está na rua, para todos, sem distinção, com diversidade.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Zakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarristaZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista

Thrash Metal: 10 novas promessas - incluindo uma brasileiraThrash Metal
10 novas promessas - incluindo uma brasileira


Sobre Leonardo Daniel Tavares da Silva

Daniel Tavares nasceu quando as melhores bandas estavam sobre a Terra (os anos 70), não sabe tocar nenhum instrumento (com exceção de batucar os dedos na mesa do computador ou os pés no chão) e nem sabe que a próxima nota depois do Dó é o Ré, mas é consumidor voraz de música desde quando o cão era menino. Quando adolescente, voltava a pé da escola, economizando o dinheiro para comprar fitas e gravar nelas os seus discos favoritos de metal. Aprendeu a falar inglês pra saber o que o Axl Rose dizia quando sua banda era boa. Gosta de falar dos discos que escuta e procura em seus textos apoiar a cena musical de Fortaleza, cidade onde mora. É apaixonado pela Sílvia Amora (com quem casou após levar fora dela por 13 anos) e pai do João Daniel, de 1 ano (que gosta de dormir ouvindo Iron Maiden).

Mais matérias de Leonardo Daniel Tavares da Silva no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo728