Sebastian Carsin: Uma vida dedicada à música

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Rister, Fonte: Insanity Records
Enviar Correções  

Quando a música escolhe alguém, é desde muito cedo e dura a vida toda. Este é o caso de SEBASTIAN CARSIN, uruguaio, músico multi-instrumentista, compositor, técnico de som e produtor musical. Há quase quinze anos radicado em Porto Alegre, SEBA, como é conhecido, transformou o seu estúdio, o HURRICANE, em referência para gravações, mixagem e masterização de bandas de todas as vertentes do Rock e Metal no Brasil e na América Latina.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante a década de 1990 e início dos anos 2000, Seba esteve no comando da banda de Death Metal, OSSUARY, onde gravou diversas demos e os álbuns "Black Winds of Conspiracy – 2002" e "Silence Means Gold – 2004". Mesmo em um período pré internet, o grupo obteve reconhecimento no underground metálico, realizando turnês por toda a América do Sul.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A dissolução da OSSUARY acontece em paralelo com a mudança de Seba para Porto Alegre. Neste período, o músico começa a se especializar na produção musical, incluindo formação como técnico de som e produtor pelo Instituto de Ohio (E.U.A).

Desde então, centenas bandas e músicos de Pop Rock, Rock N’ Roll, Punk Rock, Hard Core, Hard Rock, Pop Punk, Heavy Metal, Thrash Metal, Death Metal, Black Metal e as maiores variações dos estilos musicais procuram o ESTÚDIO HURRICANEe para gravar um single, EP ou álbuns completos. De ACÚSTICO E VALVULADOS a HORROR CHAMBER, de SAVANNAH a EXTERMINATE, de CHUTE NO RIM a SILENTE EMPIRE. Além da gravação, o Estúdio HURRICANE também oferece os serviços de selo, com marca própria, o HURRICANE Records, e também através de parceria com a Extreme Zone Records do Uruguai.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mesmo aliado a tecnologia das gravações do século XXI, SEBASTIAN CARSIN é defensor ferrenho da gravação real. "Por mais que hoje em dia a captação e edição do áudio seja por meios digitais, como o Pro Tools, é imprescindível que o músico pegue seu instrumento e toque de verdade. Não admito em minhas produções que se utilize a programação eletrônica e computadorizada para substituir um instrumento musical. A música precisa ter alma e por mais perfeito que um programa de computador possa executar uma melodia, só um músico real pode inserir sua interpretação e impressão digital em uma canção".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Imagens: Josué Braun

Contatos:
https://www.facebook.com/sebastian.carsin




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Black Sabbath: Tony Iommi explica como tocar ParanoidBlack Sabbath
Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"

Planet Rock: as maiores vozes da história do rockPlanet Rock
As maiores vozes da história do rock


Sobre Mateus Rister

Jornalista, assessor de comunicação/imprensa e músico. Apaixonado por Rock And Roll, cinema e contracultura. Dono do blog insanityrecords.com.br e incentivador de cenário musical autoral.

Mais matérias de Mateus Rister no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 Cli336