Tom Morello: "há vantagens e desvantagens com as mídias sociais"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Brunelson T., Fonte: Rock in The Head
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do RAGE AGAINST THE MACHINE, AUDIOSLAVE e PROPHETS OF RAGE, Tom Morello, foi entrevistado recentemente pelo programa da APTV. Seguem alguns trechos.

Lynyrd Skynyrd: a história da espetacular "Simple Man"O futuro do Rock nacional: bandas autorais devem "se tocar"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Perguntado sobre as mídias sociais estarem mudando o mundo, Morello respondeu:

"De certa forma, democratiza a informação. Enquanto antes, havia alguns funis - NBC News, ABC News e a CNN, os únicos lugares que você poderia obter informações - mas agora, a informação está em toda parte".

"Algumas delas são absolutamente falsas, mas pelo menos permitem que as pessoas... Seja um mercado de ideias para as pessoas e também para a música. Você, eu e o METALLICA, todos possuímos rede sociais, sabe o que eu quero dizer?"

"Então, se você é uma banda da zona rural de Illinois, onde eu cresci, não tinha ninguém que queria escutar a sua música que tocava nas garagens, somente aquelas pessoas que vinham ver os ensaios. Agora, as pessoas podem ouvir a sua música no Paquistão ou na cidade de Peoria, Illinois, onde quer que seja, e acho que isso ajuda na democratização".

"Mas, uma das coisas precisa ser dito, com tudo isso e YouTube, você nunca verá outro RAGE AGAINST THE MACHINE, você nunca verá outro TOOL, porque bandas como essas foram bandas que atravessavam o funil, tipo, tinham esse tipo de aparelho global que deixava todo mundo ao redor do mundo querer saber sobre essas bandas em grande escala".

"Com lançamentos, antes as pessoas iriam dormir e já tinham vendido 250 milhões de discos na Bélgica, por exemplo. Isso não existe mais e obviamente, acho que há vantagens e desvantagens nisso tudo".

Perguntado sobre reviver um riff dos anos 90 para criar uma nova música:

"Eu sou um 'açambarcador' de riffs, então, se eu tiver um riff... Para mim, uma boa ideia musical continua sendo uma boa ideia musical, seja hoje ou 20 anos atrás".

"Um dos riffs dos meus trabalhos solo, criei durante as sessões do 2º disco do RAGE AGAINST THE MACHINE, 'Evil Empire' (1996), em Atlanta".

"Não foi encontrado um solo fértil para esse riff florescer na época, mas eu sempre o tinha guardado no bolso".

Perguntado sobre bandas novas hoje em dia:

"Atualmente, fui convidado por uma banda para acompanha-los em turnê, LAST INTERNATIONALE. Eles são de New York e é uma banda tremenda. Delilah é uma vocalista com uma parte de Joan Jett, outra de Janis Joplin, e eles realmente detonam! Possui um significado, profundidade e paixão".

Qual seria a única banda que você poderia ver tocando 03 álbuns na íntegra?

"Bem, o grupo não existe mais, mas seria o THE CLASH. Essa é a minha banda favorita de todos os tempos e eu adoraria que eles fossem capazes de fazer isso, mas não podem... Começaria com o álbum homônimo de estréia de 1977, depois, 'London Calling' de 1979 e 'Combat Rock' de 1982".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Rage Against The Machine"Todas as matérias sobre "Audioslave"Todas as matérias sobre "Prophets of Rage"


Chris Cornell: ele poderia ter oferecido ainda maisChris Cornell
Ele poderia ter oferecido ainda mais

Chris Cornell: Jimmy Page e outros comentam morte do vocalistaChris Cornell
Jimmy Page e outros comentam morte do vocalista


Lynyrd Skynyrd: a história da espetacular Simple ManLynyrd Skynyrd
A história da espetacular "Simple Man"

O futuro do Rock nacional: bandas autorais devem se tocarO futuro do Rock nacional
Bandas autorais devem "se tocar"


Sobre Brunelson T.

Vocalista/guitarrista da banda Terrakiuz.

Mais matérias de Brunelson T. no Whiplash.Net.

adGoo336