Tadini: brasileiro radicado nos EUA lança single "The Arsonist"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Batalha, Fonte: ASE Music, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.

Formado na prestigiosa Berklee College of Music em Boston (EUA), Lucas Tadini se mudou para os EUA em 2015. O vocalista, compositor, produtor, arranjador e pianista, que integra a banda Skunk Oil, apresenta o single solo "The Arsonist", gravado em Los Angeles e Toronto.

Rush: Um Adeus Aos ReisCourtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"'The Arsonist', que significa 'o incendiário', fala de incendiar o 'velho eu' e dar espaço para o nascimento de uma nova pessoa, para, então, começar novamente, tal qual uma fênix. É sobre uma mudança, representada pelo fogo, inevitável e que ninguém pode parar", explicou o músico. "A inspiração veio quando me mudei de Boston para Los Angeles, e todas as mudanças que aconteceram nesse período foram a origem da letra. A música simboliza um novo começo e também o lançamento do meu projeto solo, já que essa foi a primeira música que compus para o álbum ​'Collective Delusion'", acrescentou.

Além de ser o autor da composição e do arranjo, Lucas Tadini produziu o single, gravou os vocais e o piano e foi o engenheiro de áudio na gravação das vozes, guitarra, baixo e teclas. Ao seu lado estiveram Vinicius Cavalieri (guitarra e baixo, An Endless Sporadic) e Pepe Hidalgo (bateria, Stone Giant). "A engenharia de áudio da bateria ficou a cargo de Ivan Rivera, que registrou-a no estúdio Clear Lake, em Los Angeles. Já a mixagem foi feita por John Netti (Rival Sons, Buddy Guy), em Nashville, e a masterização por Sean Magee, no lendário estúdio Abbey Road, em Londres", revelou Tadini.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Proveniente de um background multicultural, a música de Tadini experimenta elementos tradicionais americanos e europeus. "Isto sem deixar de lado a grande influência que a música brasileira e os gigantes do rock dos anos 60 e 70 exercem sobre as composições que crio", observou.

Nascido e crescido no Brasil em uma casa italiana, Tadini fala português, inglês, espanhol e italiano, tendo ainda estudado mandarim por 11 anos, fatores que enriquecem suas composições e tornam seu som único. Os temas das canções que integrarão o álbum "Collective Delusion" variam de questões introspectivas e filosóficas a assuntos políticos e sociais. "Eles são abordados através de metáforas e referências. As composições viajam através do blues, jazz, pop moderno e o clássico som pesado e psicodélico do rock, que dá o tom de cada faixa do álbum", concluiu.

Site relacionado:
http://www.lucastadini.com/




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Notícias


Rush: Um Adeus Aos ReisRush
Um Adeus Aos Reis

Courtney Love: ajudando a resolver os maiores mistérios do mundoCourtney Love
Ajudando a resolver os maiores mistérios do mundo


Sobre Ricardo Batalha

Ricardo Batalha, formado em Direito pela FMU, é um dos diretores da empresa ASE Press, integra o conselho editorial do Jornal Momento Notícias e vem trabalhando de forma fixa na Revista Roadie Crew desde 1996. Começou editando os fanzines Deathcore e Silent Rage e se tornou uma biblioteca do Metal brasileiro, colaborando para diversos veículos de mídia ligados ao Heavy/Rock desde os anos 1980. Suas bandas preferidas são Black Sabbath, Judas Priest e Accept, mas nunca escondeu a predileção pelo Hard Rock dos anos 80, especialmente o Ratt.

Mais matérias de Ricardo Batalha no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280