Rolling Stones: ameaçando processar Donald Trump após uso de música em campanha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda, Fonte: Deadline
Enviar Correções  

Os Rolling Stones estão ameaçando processar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, após ele ter ignorado uma notificação extrajudicial relacionada ao uso de uma das músicas da banda, "You Can’t Always Get What You Want". A canção foi utilizada na campanha eleitoral do empresário, em 2016, e voltou a ser tocada em comício promovido por ele no último dia 20, em Tulsa.

Rolling Stones: filho de Ron Wood revela que usava heroína e cocaína desde os 14 anos

Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ainda em 2016, os Stones publicaram nas redes sociais que não apoiam Donald Trump e enviaram uma carta no formato "cease and desist" – "cessar e desistir", em tradução livre –, com pedido para findar uma atividade sob risco de ação judicial. De acordo com representantes da banda, Trump ignorou a notificação e ainda os desafiou, ao tocar novamente a música no evento recente.

Desta forma, a equipe jurídica dos Rolling Stones e a BMI, que cuida dos direitos autorais da banda, notificaram novamente Donald Trump – agora, com uma ameaça real de processo. "A BMI notificou a campanha de Trump, em nome dos Stones, avisando que o uso não autorizado de suas músicas constituirá uma violação do contrato de licenciamento. Se Donald Trump desconsiderar a exclusão da música e persistir, ele enfrentará uma ação judicial por romper o embargo e tocar uma música que não foi licenciada a ele", diz a organização de direitos autorais em nota enviada ao site Deadline.

Ainda no texto, o BMI explica que a campanha de Trump possui uma licença que autoriza a reprodução pública de mais de 15 milhões de músicas cadastradas na organização. "Porém, existe um dispositivo que permite ao BMI excluir obras musicais da licença caso um compositor ou editor se oponha ao seu uso por uma campanha. A BMI recebeu essa objeção e notificou a campanha de Trump sobre a remoção das obras dos Rolling Stones, avisando que qualquer uso futuro violará o contrato de licença com a BMI", afirma.

Nos últimos anos, diversos artistas já se posicionaram para criticar o uso de suas músicas em campanhas de Donald Trump. Entre eles, estão Guns N' Roses, Ozzy Osbourne, Aerosmith, Twisted Sister, R.E.M. e Neil Young, além da família de Tom Petty.

Ozzy Osbourne: Trump é proibido de usar música dele em campanhaOzzy Osbourne
Trump é proibido de usar música dele em campanha

Guns N' Roses: Axl Rose reclama do uso de músicas em comícios de TrumpGuns N' Roses
Axl Rose reclama do uso de músicas em comícios de Trump

Steven Tyler: pedindo para Trump não usar músicas do Aerosmith em comíciosSteven Tyler
Pedindo para Trump não usar músicas do Aerosmith em comícios

Twisted Sister: o motivo pelo qual recusaram música a Donald TrumpTwisted Sister
O motivo pelo qual recusaram música a Donald Trump

Tom Petty: família notifica Trump e o critica por usar música em comícioTom Petty
Família notifica Trump e o critica por usar música em comício

Donald Trump: a história do presidente dos EUA com o rockDonald Trump
A história do presidente dos EUA com o rock




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rolling Stones: filho de Ron Wood revela que usava heroína e cocaína desde os 14 anosRolling Stones
Filho de Ron Wood revela que usava heroína e cocaína desde os 14 anos

Grana: quanto renderam os artistas e bandas de rock mais bem pagos do último anoGrana
Quanto renderam os artistas e bandas de rock mais bem pagos do último ano

Caetano Veloso: o que ele aprendeu vendo shows de Led Zeppelin, Hendrix e maisCaetano Veloso
O que ele aprendeu vendo shows de Led Zeppelin, Hendrix e mais

Grana: os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornalGrana
Os astros do rock mais ricos do Reino Unido, segundo jornal

Mick Jagger: aos 15 anos do lado do pai em estreia na TVMick Jagger
Aos 15 anos do lado do pai em estreia na TV

Rolling Stones: banda lança versão remixada por Alok de Living in a Ghost TownRolling Stones
Banda lança versão remixada por Alok de "Living in a Ghost Town"

Little Richard: Mick Jagger diz que aprendeu movimentos de palco o observandoLittle Richard
Mick Jagger diz que aprendeu movimentos de palco o observando

Little Richard: Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morteLittle Richard
Mick Jagger, Ringo Starr, Jimmy Page e outros lamentam a morte

Rolling Stones: show histórico em Cuba será transmitido no Dia das MãesRolling Stones
Show histórico em Cuba será transmitido no Dia das Mães

Kiss: Ron Wood está pronto para se juntar à banda, diz Paul Stanley após ver pinturaKiss
Ron Wood está pronto para se juntar à banda, diz Paul Stanley após ver pintura


Momentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outrosMomentos bizarros
Histórias de Ozzy, Stones, Who e outros

Rolling Stones: os 50 melhores covers da banda, de acordo com a Ultimate Classic RockRolling Stones
Os 50 melhores covers da banda, de acordo com a Ultimate Classic Rock


Queen: ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicosQueen
Ouça a voz isolada de Freddie Mercury em clássicos

Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor