Matérias Mais Lidas

Whitesnake: Coverdale confirma que Dino Jelusić vai cantar na banda; qual o problema?Whitesnake: Coverdale confirma que Dino Jelusić vai cantar na banda; "qual o problema?"

Iron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupoIron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupo

Dave Grohl: ele toca Smells Like Teen Spirit na bateria 30 anos depois e impressionaDave Grohl: ele toca Smells Like Teen Spirit na bateria 30 anos depois e impressiona

Angra: a música do Whitesnake que inspirou a criação da clássica Carry OnAngra: a música do Whitesnake que inspirou a criação da clássica "Carry On"

Dream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus showsDream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus shows

Alice Cooper: o disco que deixou Frank Zappa intrigado; ninguém vai acreditar nissoAlice Cooper: o disco que deixou Frank Zappa intrigado; "ninguém vai acreditar nisso"

Sebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrásSebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrás

Lars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e DoyleLars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e Doyle

Puddle of Mudd: vocalista foge das groupies; mulherada não me deixa dormirPuddle of Mudd: vocalista foge das groupies; "mulherada não me deixa dormir"

Dia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metalDia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metal

Slayer: a banda pode se reunir? Gary Holt diz o que achaSlayer: a banda pode se reunir? Gary Holt diz o que acha

British Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a protocolos inaceitáveisBritish Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a "protocolos inaceitáveis"

Zakk Wylde: para ele, Ozzy em Sabotage está no nível de Robert Plant e Ian GillanZakk Wylde: para ele, Ozzy em Sabotage está no nível de Robert Plant e Ian Gillan

Children of the Beast: live com show arrecada fundos para cirurgia de Paul Di'AnnoChildren of the Beast: live com show arrecada fundos para cirurgia de Paul Di'Anno

Rock in Rio: por que Axl Rose foi o astro que mais deu dor de cabeça segundo MedinaRock in Rio: por que Axl Rose foi o astro que mais deu dor de cabeça segundo Medina


Stamp

Mercury Circle: ex-Children of Bodom, To/Die/For e Swallow the Sun juntos em nova banda

Por Emanuel Seagal
Em 11/10/21

Após lançarem o EP "The Dawn Of Vitriol", em 2020, o supergrupo finlandês Mercury Circle acaba de lançar seu primeiro álbum, intitulado "Killing Moons".

A banda é formada por conhecidos nomes da cena finlandesa, confira o line-up:

Jaani Peuhu - Vocais, Guitarra, Teclados (Iconcrash, Swallow The Sun, Hallatar)
Jussi Hämäläinen - Guitarra, Teclados (Hanging Garden, The Chant)
Juppe Sutela - Guitarra (To/Die/For)
Ande Kiiski - Baixo (Sleep of Monsters, Rytmihäiriö)
Jaska Raatikainen - Bateria (Children of Bodom)

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda foi fundada pelo produtor e músico Jaani Peuhu, que pausou suas atividades no Swallow The Sun para se concentrar totalmente no Mercury Circle. O grupo tem temática inspirada na vida cotidiana com todas as suas facetas sombrias e desafios, "A ideia original para o conceito do álbum era torná-lo uma espécie de portal que abre um caminho para longe da vida cotidiana levando a algum lugar onde possamos estar livres de todo o stress, tristeza, coronavírus, ou quaisquer outras preocupações", explica Jaani Peuhu.

Ele continua: "Essa ideia de escapismo é muito básica e verdadeira para a música, mas acabou desenvolvendo um significado mais profundo e complexo para mim durante o processo de composição. Tive que lidar com a difícil realidade de que meu pai, um músico brilhante, não estava mais neste reino por causa do Alzheimer. Muitas vezes me pergunto onde ele está, vagando em sua própria cabeça. Imagino que ele seja livre para viajar no espaço e no tempo e fazer o que quiser lá, como destruir planetas ou se divertir em um mundo espiritual... enquanto esta doença apaga uma vida de memórias. Muitos de nós estão procurando maneiras de fugir do estado em que estamos, outros não têm a escolha de ficar e ainda mais, não conseguem encontrar o caminho de volta à vida cotidiana porque não conseguem se lembrar. É aqui que o termo 'Killing Moons' entra em ação. Ele é derivado do "The Killing Moon", do Echo & the Bunnymen. Ela estava na minha cabeça por muito tempo e se transformou em uma das músicas mais pessoais do álbum, meio por acidente. Quando eu cantei as primeiras músicas demo em inglês, as palavras 'Killing Moons' encontraram seu caminho para às letras e de alguma forma começaram a ressoar em mim: 'The Moons' como uma medida de tempo e 'Killing' como uma forma de apagar os anos vividos - ou o escapar da vida cotidiana, como matar o tempo lendo um bom livro. Como uma banda, também criamos uma forte história visual em torno do interesse do Jaska (Raatikainen) no espaço e na ciência, bem como em torno da minha maneira de viver com energias, espíritos e ocultismo. Nosso cotidiano com perdas e corações partidos desempenha um papel importante em nossa música e letras, e esses conceitos ajudam a pensar sobre o que queremos dizer com nossos instrumentos e arranjos. Então, você pode pensar no título do álbum em termos de minha história pessoal, mas honestamente eu prefiro que você crie sua própria história e mundo junto conosco."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Veja abaixo o vídeo clipe gravado para a faixa "Like Matches", que conta com a participação especial de Cammie Gilbert, do Oceans of Slumber.

"Killing Moons" conta com as seguintes faixas:

1. The Gates Wide Open
2. Black Mirrors
3. You Open Up The Earth
4. Killing Moons
5. Seven Archangels
6. Call On The Dark
7. Avalanche
8. An Arrow
9. Like Matches
10. Death Poem

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tunecore 2
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com Iron Maiden e Black Sabbath até chegar ao metal extremo e se apaixonar pelo doom metal. Considera Empyrium e X Japan as melhores bandas do mundo, Foi um dos coordenadores do finado SkyHell Webzine, escreveu para outros veículos no Brasil e exterior, e sempre esteve envolvido com metal, seja com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa. Escreve para o Whiplash! desde 2005 mas ainda não entendeu a birra dos leitores com as notícias do Metallica. @emanuel_seagal no Instagram.

Mais informações sobre

Mais matérias de Emanuel Seagal.