Matérias Mais Lidas


Stamp

The Animals: a história por trás de "House Of The Rising Sun"

Por Ivison Poleto dos Santos
Fonte: ultimateGuitar.com
Postado em 19 de maio de 2017

"House of the Rising Sun" é uma tradicional música popular cuja versão de maior sucesso foi feita pelo grupo britânico de rock The Animals em 1964.

A história por trás da música

Como muitas músicas tradicionais, a autoria de "The House of the Rising Sun" é incerta.
Ninguém sabe ao certo o que House of the Rising Sun realmente é. Existem duas teorias bastante populares:

"The House" foi um bordel em New Orleans, nomeado em homenagem a uma certa Madame Marianne LeSoleil Levant (cujo nome em francês significa"Rising Sun") e que funcionou de 1862 a 1874 quando foi fechado por reclamações dos seus vizinhos. Ficava em 826-830 St. Louis Street.
Foi o nome da prisão feminina de Orleans Parish, que tinha o sol nascente pintado no seu portão. Isto explica o verso "ball and chain".
A gravação mais velha da música foi feita por Clarence "Tom" Ashley e Gwen Foster sob o nome de "Rising Sun Blues" da Vocalion Records em 6 de setembro de 1933. Clarence Ashley disse que aprendeu a música com o avô Enoch.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ouça aqui:

Bob Dylan também fez uma versão acústica para a música em 1962, mas não obteve o mesmo sucesso que a versão dos 'The Animals'.

Os 'The Animals' executaram a música durante a turnê na Inglaterra com Chuck Berry. As reações a ela surpreenderam e eles decidiram gravá-la entre paradas da turnê.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista Eric Burdon explica:

"House of the Rising Sun" é uma música que destinada a nós. Ela foi feita para mim e eu fui feito para ela. Foi uma maneira de chamar a atenção na turnê com Chuck Berry sem copiá-lo. Foi um grande truque que funcionou. O melhor de tudo é que Bob Dylan ficou furioso com ela ao ponto de se tornar um roqueiro. Ele eletrificou seus instrumentos após ouvir-nos com "House of the Rising Sun".

The Animals fizeram a gravação em apenas uma tomada em 18 de maio de 1964 já que ela tocada à exaustão durante a turnê. O baterista John Steel relembra:

"Tocamos em Liverpool em 17 de maio de 1964, e logo depois fomos para Londres onde o Mickie (Most) tinha agendado um estúdio para a apresentação Ready Steady Go da ITV ! Por causa das reações nos shows, nós sugerimos a sua gravação e ele disse: "Beleza, vamos gravá-la na mesma sessão." Ajeitamos o balanço, tocamos alguns acordes para o engenheiro (em mono e sem efeitos) e fizemos em apenas uma tomada. Escutamos e o Mickie disse: "É isso! Temos um single!" O engenheiro argumentou que ela estava muito longa mas insistimos em lançá-la daquele jeito mesmo. Poucas semanas depois ela estava em primeiro lugar nas paradas em todo o mundo. Quando tiramos os Beatles da parada nos Estados Unidos, eles nos mandaram um telegrama: "Parabéns dos Beatles (uma banda)".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"House of the Rising Sun" tem quatro minutos e meio e foi a música mais longa a fazer sucesso naquela época. Entretanto, nos Estados Unidos, o single original tinha 2:58. A versão editada foi incluída no álbum "The Animals", e a versão original foi incluída somente em 1966 no álbum "The Best of the Animals".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.
Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS