Matérias Mais Lidas

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemKiss: Tommy Thayer responde se Gene Simmons e Paul Stanley se dão bem

imagemNey Matogrosso relembra como foi abrir o Rock in Rio de 1985

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemQuantos discos o Guns N' Roses vendeu no Brasil e no mundo? Veja os números

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1988 é um ano inesquecível

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemMarky Ramone sobre o CBGB: "Era como um lixão, mas era o nosso lixão"

imagemTico relembra trauma que o fez entrar na Fazenda e briga bizarra com Sérgio Mallandro

imagemEdu Falaschi e as versões de "Bleeding Heart" que "dá uma tristezinha" de ouvir

imagem"Não existe esta coisa de New Wave of British Heavy Metal", diz Paul Di'Anno

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...


Stamp

RATM: Tom Morello explica o cartaz "Trump para Presidente" em clipe da banda

Por André Garcia
Em 12/03/22

O dia 26 de janeiro de 2000 parecia um dia como qualquer outro na Bolsa de Valores de Nova Iorque, em Wall Street. Até que, de repente, surgiu o Rage Against the Machine com seus amplificadores e, sem permissão, começou a tocar "Sleep Now in the Fire" a todo volume.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mais que um mero ato político, aquilo era a gravação de um clipe com direção de Michael Moore, cuja instrução para a banda foi: "Aconteça o que acontecer, não parem de tocar!" O tumulto provocado fez em que Wall Street fechasse, conforme foi orgulhosamente mostrado no clipe:

"Trump para presidente"?

Entretanto, os mais observadores perceberam um detalhe pra lá de curioso: na marca de 1:04, aparece um homem segurando um cartaz escrito "Donald J. Trump para presidente 2000".

Perguntado sobre isso pelo site interviewmagazine.com, o guitarrista Tom Morello revelou se tratar de uma (profética) piada do diretor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Michael Moore fez algumas placas e entregou para os traders, que saíram andando por aí com elas. Ninguém deu a mínima. É engraçado como aquilo acabou se tornando uma piada de mau gosto. Piada de mau gosto seria uma boa hashtag para 2020."

"Sleep Now in the Fire" foi gravada em 1998 e incluída em "The Battle of Los Angeles" (1999). Lançada como single, sucedeu "Guerrilla Radio", que se tornou hit na trilha sonora de Tony Hawk's Pro Skater 2.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp