Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu explica porque Sandy não deve cantar músicas do Metallica

imagemO Metallica não tem mais o que provar, muito menos algo novo para oferecer

imagemOs curiosos dois significados da expressão "Eu quero ver o oco", segundo Digão

imagemNoel Gallagher revela o rockstar que ficou mais impressionado de conhecer pessoalmente

imagemGuitarrista Brian Ray conta como é ter Paul McCartney como patrão

imagemOs Raimundos traíram os Titãs? Sérgio Britto comenta e conta a versão dele

imagemAngra: Luis Mariutti conta sobre atritos entre Andre Matos e Rafael Bittencourt

imagemPaul Stanley, do Kiss, fala sobre os shows da reunião do Pantera

imagemO surpreendente disco que Tom Morello considera um dos melhores de todos os tempos

imagemMetallica: o que Regis Tadeu achou de "Lux Aeterna", nova música da banda?

imagemRobert Plant confessa de qual música o Led Zeppelin tirou "Gallows Pole"

imagemO impagável apelido que Andre Matos deu a Luis Mariutti por sua pontualidade

imagemAndreas Kisser opina sobre a reunião do Pantera, que começou nesse sábado

imagemNoel Gallagher relembra o dia em que foi ao show de uma banda cover de Oasis

imagemA estratégia do Barão Vermelho para evitar críticas de copiar Titãs nos anos 1990


Stamp
Summer Breeze

Scott Gorham comenta a rotatividade de guitarristas no Thin Lizzy

Por André Garcia
Postado em 07 de agosto de 2022

O Thin Lizzy foi formado por Phil Lynott e Brian Downey com Eric Bell na guitarra de 1969 até 73. Com a dupla Scott Gorham e Brian Robertson a formação se estabilizou de 74 a 78, mas a partir dali o cargo de guitarrista da banda foi ocupado por diversos músicos.

Foto: Capa UK Tour
Foto: Capa UK Tour

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Scott Gorham se tornou o principal guitarrista da banda por ter feito parte dela em nove de seus 12 álbuns de estúdio. Álbuns esses que incluem seus maiores clássicos, como "Jailbreak" e "Black Rose: A Rock Legend". E em entrevista para a Classic Rock ele falou sobre sua amizade com o baixista Phil Lynott e a relação deles com os outros guitarristas.

Classic Rock: A banda ainda teve cinco guitarristas nesse período: Robbo [Brian Robertson], Gary Moore, Midge Ure, Snowy White e John Sykes. Era sempre eles que jogavam a toalha ou eram demitidos? Como vocês lidavam com aquilo?

Scott Gorham: Quando mandamos Robbo embora pela primeira vez, eu pensei: 'Bom, é isso… É o fim da banda.' Mas Phil ficou, tipo: 'P*rra nenhuma, cara! Nós vamos seguir em frente!' Phil jamais duvidou que a banda pudesse seguir em frente. Então qualquer um que entrava, sempre deixávamos ele fazer seu melhor.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Phil e eu éramos muito, muito bons amigos, a gente amava sair juntos. Nós dávamos rolês o tempo todo. Às vezes deixando de lado todo o resto da banda. Nós meio que construímos um muro a nosso redor, e não deixávamos as pessoas entrarem. Eu acho que era assim que os outros guitarristas se sentiam, e eu realmente me arrependo disso.

Classic Rock: Qual foi o mais difícil de lidar?

Scott Gorham: Eu tenho que dizer Gary. Ele estava tão convencido em certo ponto de que era o melhor guitarrista do mundo… Phil e eu olhávamos um para o outro, tipo: "Eita!" Gary tinha um grande senso de hurmor, mas ele saía pelas tangentes, e eu ou Phil tínhamos que ir falar com ele para baixar um pouco a bola. Ele realmente queria ser um artista solo, e dividir os trabalhos de guitarra estava fora de cogitação. Ele era bom o bastante para aquilo, então eu não tenho ressentimentos. Foi a forma como ele agiu que deixou todo mundo puto: cair fora no meio de uma turnê nos Estados Unidos. Isso não se faz. Ele pediu desculpas algumas vezes ao longo dos anos, mas já era tarde demais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Classic Rock: Quando John Sykes entrou em "Thunder And Lightning", em 1983, você e Phil estavam ambos viciados em heroína.

Scott Gorham: Eu me sinto mal por John. Nós sabíamos que aquele seria nosso último álbum, [mas] eu acho que nem informamos a John, até porque nós mesmos não conseguíamos acreditar naquilo. Mas a vaca estava certamente indo pro brejo. John se deu mal com aquela coisa toda.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Siga Whiplash.Net: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube

Receba as novidades do Whiplash.Net por WhatsApp


Samael Hypocrisy


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Live And Dangerous" do Thin Lizzy sairá em versão comemorativa com oito CDs

Dez nomes do rock e do heavy metal que foram levados pelas drogas - Parte I

Guitarrista Midge Ure relembra sua passagem pelo Thin Lizzy

Brian Downey relembra entrada de Scott Gorham e Brian Robertson no Thin Lizzy

Thin Lizzy: Scott Gorham comenta reencontro de Phil Lynott com o pai

Abba: A influência do Thin Lizzy em música da banda, conforme guitarrista do Darkness

Thin Lizzy: A dura infância de Phil Lynott segundo sua família

November, legendário power-trio sueco

Lynyrd Skynyrd: a história da espetacular "Simple Man"

David Gilmour largou vício maléfico após ouvir erro em disco do Pink Floyd


Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.

Mais matérias de André Garcia.