RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Stamp

Joe Lynn Turner comenta sua entrada e sua saída do Deep Purple

Por André Garcia
Postado em 03 de novembro de 2022

Quando se fala de Deep Purple, a maioria dos fãs logo pensa na formação MK II, de álbuns como "Machine Head" (1972). Muitos se limitam a ouvir apenas essa formação, a mais clássica, e a MK III, que produziu "Burn" (1974). Por conta disso, certas fases parecem ter caído no esquecimento, como a do "Come Taste the Band" (1975), o único com Tommy Bolin na guitarra; e o "Slaves and Masters (1990), o único com Joe Lynn Turner no vocal.

Deep Purple - Mais Novidades

Foto: Mark Weiss
Foto: Mark Weiss
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Joe Lynn Turner além de já ter tocado com Ritchie Blackmore no Rainbow de 1980 a 84, ainda tinha no currículo uma passagem pela banda de Yngwie Malmsteen de 1987 a 89. Contratado pelo Deep Purple em 1989 para substituir Ian Gillan, conforme publicado pela Ultimate Classic Rock, ele contou como foi sua entrada e sua saída da banda.

"Fui chamado de última hora" disse ele em entrevista para a BraveWords, "porque o road manager Colin Hart me ligou e perguntou 'Topa vir fazer um teste [para o Deep Purple]? E eu respondi 'Tenho que fazer teste?'"

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Então dirigi até lá, e lá estavam eles, em uma velha e abandonada estação de ski, na parte do bar, fedendo a cigarro e cerveja. Assim que eu entrei, [Ritchie] Blackmore começou a tocar, e eu fui para o microfone. Aí então Jon Lord, que Deus o tenha, começou a fazer alguma coisa, e aquilo se tornou 'The Cut Runs Deep', bem ali mesmo. Depois da jam eles olharam um para o outro e disseram 'Esse é o cara!' E foi assim que aconteceu."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista observou que na época tinha propostas de outras bandas, como The Foreigner and Bad Company, mas "eu insisti 'Quero entrar para o Purple!' e foi o que fiz. Nunca olhei para trás, e não me arrependi por um único minuto."

A passagem de Turner pelo Deep Purple chegou ao fim em 1992, no começo da produção do novo álbum, "The Battle Rages On…" (1993). Ao ser questionado se ficou desapontado com aquilo, ele confessou que sim.

"Sim, tenho que dizer que foi uma decepção, mas eu sabia que ia acontecer. Eu sabia por que estava acontecendo. Eu sabia que eles conseguiram um contrato enorme com a BMG para colocar Gillan de volta na banda. Não se deixa passar alguns milhões de dólares assim, então eles ficaram, tipo, 'Foi mal, Joe'."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Todo mundo gostava de dizer 'Joe foi demitido', mas a verdade é que eu não fui. Eu disse: 'Vou sair de cena para que o Purple possa surgir de novo'. Porque eu sempre amei o Purple." Reconhecendo que "Slaves and Masters" não é exatamente um dos discos preferidos dos fãs, ele defendeu o trabalho dizendo que "levamos muita porrada por causa daquele álbum, mas, se você prestar atenção nele… até que é bem legal!", concluiu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS