Pedais: os sete melhores pedais de fuzz para guitarras

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ivison Poleto dos Santos, Fonte: Ultimate Guitar, Tradução
Enviar Correções  

Atualmente, os pedais de fuzz não são muito usados pelos guitarristas de rock e metal. Porém, nos anos 1960 e 1970, eles eram bastante apreciados. Para quem não conhece o efeito, vale relembrar a música "Summertime" na regravação da inesquecível Janis Joplin.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O fuzz, na verdade, é um efeito conseguido pela saturação dos antigos amplificadores valvulados. É um tipo de distorção, só que mais forte, mais "descontrolada". É um pedal para quem gosta de efeito com personalidade forte. Sua timbragem é bem encorpada, forte e suja.

Vai aqui uma lista dos sete melhores melhores pedais de fuzz produzidos na atualidade:

1 - EarthQuaker Devices Hoof V2

Se você prefere um som mais orgânico, seja lá o que isso significa, mas sujo, o Hoof V2 é a escolha certa. O componente mais importante é o seu transístor, um híbrido de germânio e silicone que dá o seu som único. O pedal é bem simples e apresenta quatro botões: level, fuzz, tone e shift.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

2 - Rainger FX Dr. Freakenstein Fuzz

Mais conhecido como um dos efeitos mais esquisitos que existe, Freakenstein não é parecido com nada que existe no mercado. Ele apresenta um controle de harmônico de tom, um filtro de ruído e um controle de LFO. E também a charmosa chave de partida direta que certamente dá um charme único ao pedal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3 - Fulltone Octafuzz

O pedal Octafuzz é bem simples: chave de liga/desliga, botões de volume e de ganho. A ideia aqui era ser uma cópia do lendário Tychobrahe Octavia. Por isso a chave adicional para oitavação e outras coisinhas. Não funciona como um pedal de oitavação. É uma bagunça sonora, mas no bom sentido. Ótimo para recriar sons dos anos 1960.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4 - Wampler Velvet Fuzz V2

O Velvet Fuzz é um pedal com figurino simples, mas que possibilita vários sons. Além dos botões de volume e de fuzz, há um controle de brilho e uma chave Big/Tight. A chave "Big" dá um tom de fuzz mais obscuro e antigo, enquanto a chave "Tight" dá uma sonoridade mais próxima à distorção.

5 - Big Muff Pi

Um dos pedais mais importantes historicamente falando. O Electro-Harmonix Big Muff Pi tem só três controles: volume, tone e sustain. A chave de sustain é essencialmente um controle de ganho que também adiciona... Sim, você adivinhou, sustain. É produzido desde os anos 1970 e pode ser encontrado em qualquer lugar até hoje. O Big Muff é capaz de prover sons modernos e antigos.

6 - ZVex Fuzz Factory

O Fuzz Factory não é dos anos 1960, mas também usa transístores de germânio, o que lhe confere um som único. Mesmo assim, é bem compacto com cinco botões que controlam o volume, saída, compressão, distorção e estabilidade. Ocupa pouco espaço na pedaleira.

7 - Fuzz Face

É um dos mais reconhecidos pedais de overdrive e distorção de todos os tempos. Popularizado por ninguém menos que Jimi Hendrix nos anos 1960, o Fuzz Face mudou seu desenho ao longo dos anos. As versões mais antigas, construídas pela Arbiter Electronics nos anos 1960, tinham transístores de germânio. Mais tarde, o pedal começou a ser construído com transístores de silicone o que mudou o seu som. As versões atuais, feitas pela Dunlop, são significativamente menores, mas o som é praticamente o mesmo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Flying V: avião com formato da clássica guitarra pode revolucionar mercado aéreoFlying V
Avião com formato da clássica guitarra pode revolucionar mercado aéreo

Rodrigo Flausino: Os macetes das grandes bandas, os mesmos 3 acordes há 40 anosRodrigo Flausino
Os macetes das grandes bandas, os mesmos 3 acordes há 40 anos


Guns N' Roses: e se o baixo tocasse a linha de guitarra de Sweet Child?Guns N' Roses
E se o baixo tocasse a linha de guitarra de "Sweet Child"?

Cãimbra nos dedos: em vídeo, as dez linhas de baixo mais difíceis de se tocarCãimbra nos dedos
Em vídeo, as dez linhas de baixo mais difíceis de se tocar


Angra: Pela 1ª vez, Aquiles Priester conta em detalhes como e por que foi demitidoAngra
Pela 1ª vez, Aquiles Priester conta em detalhes como e por que foi demitido

Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock e Metal
Todo artista tem uma fase vergonhosa


Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.

Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos no Whiplash.Net.

Goo336 GooInArt Cli336 Goo336 Goo336 Cli336 Goo728 Goo336