Matérias Mais Lidas

imagemMalmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemFoto feita após fim da turnê mostra todos do Ghost sem máscaras, incluindo "Ghoulettes"

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemMalmsteen diz que Jeff Scott Soto foi expulso de seu show porque não pagou entrada

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemFilha de Ozzy Osbourne escapa de incêndio que fez uma vítima fatal

imagemKiko Loureiro explica por que acha uma merda seu solo de guitarra em "Rebirth"

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemO segredo da longevidade do baixista do Guns N' Roses tem inspiração nos Stones


Stamp

Pedais: os sete melhores pedais de fuzz para guitarras

Por Ivison Poleto dos Santos
Fonte: Ultimate Guitar
Em 26/05/18

Atualmente, os pedais de fuzz não são muito usados pelos guitarristas de rock e metal. Porém, nos anos 1960 e 1970, eles eram bastante apreciados. Para quem não conhece o efeito, vale relembrar a música "Summertime" na regravação da inesquecível Janis Joplin.

O fuzz, na verdade, é um efeito conseguido pela saturação dos antigos amplificadores valvulados. É um tipo de distorção, só que mais forte, mais "descontrolada". É um pedal para quem gosta de efeito com personalidade forte. Sua timbragem é bem encorpada, forte e suja.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vai aqui uma lista dos sete melhores melhores pedais de fuzz produzidos na atualidade:

1 - EarthQuaker Devices Hoof V2

Se você prefere um som mais orgânico, seja lá o que isso significa, mas sujo, o Hoof V2 é a escolha certa. O componente mais importante é o seu transístor, um híbrido de germânio e silicone que dá o seu som único. O pedal é bem simples e apresenta quatro botões: level, fuzz, tone e shift.

2 - Rainger FX Dr. Freakenstein Fuzz

Mais conhecido como um dos efeitos mais esquisitos que existe, Freakenstein não é parecido com nada que existe no mercado. Ele apresenta um controle de harmônico de tom, um filtro de ruído e um controle de LFO. E também a charmosa chave de partida direta que certamente dá um charme único ao pedal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

3 - Fulltone Octafuzz

O pedal Octafuzz é bem simples: chave de liga/desliga, botões de volume e de ganho. A ideia aqui era ser uma cópia do lendário Tychobrahe Octavia. Por isso a chave adicional para oitavação e outras coisinhas. Não funciona como um pedal de oitavação. É uma bagunça sonora, mas no bom sentido. Ótimo para recriar sons dos anos 1960.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

4 - Wampler Velvet Fuzz V2

O Velvet Fuzz é um pedal com figurino simples, mas que possibilita vários sons. Além dos botões de volume e de fuzz, há um controle de brilho e uma chave Big/Tight. A chave "Big" dá um tom de fuzz mais obscuro e antigo, enquanto a chave "Tight" dá uma sonoridade mais próxima à distorção.

5 - Big Muff Pi

Um dos pedais mais importantes historicamente falando. O Electro-Harmonix Big Muff Pi tem só três controles: volume, tone e sustain. A chave de sustain é essencialmente um controle de ganho que também adiciona... Sim, você adivinhou, sustain. É produzido desde os anos 1970 e pode ser encontrado em qualquer lugar até hoje. O Big Muff é capaz de prover sons modernos e antigos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

6 - ZVex Fuzz Factory

O Fuzz Factory não é dos anos 1960, mas também usa transístores de germânio, o que lhe confere um som único. Mesmo assim, é bem compacto com cinco botões que controlam o volume, saída, compressão, distorção e estabilidade. Ocupa pouco espaço na pedaleira.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

7 - Fuzz Face

É um dos mais reconhecidos pedais de overdrive e distorção de todos os tempos. Popularizado por ninguém menos que Jimi Hendrix nos anos 1960, o Fuzz Face mudou seu desenho ao longo dos anos. As versões mais antigas, construídas pela Arbiter Electronics nos anos 1960, tinham transístores de germânio. Mais tarde, o pedal começou a ser construído com transístores de silicone o que mudou o seu som. As versões atuais, feitas pela Dunlop, são significativamente menores, mas o som é praticamente o mesmo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Ivison Poleto dos Santos

Veterano das guerras metálicas. Pesquisador, escritor, resenhista, músico frustrado (por isso tudo o anterior). Ao contrário da opinião comum, acho que o melhor do Metal ainda está por vir e que existem grandes bandas novas por aí. Só procurar. No meu caso elas vêm até mim.

Mais matérias de Ivison Poleto dos Santos.