Nenhum de 2015: veja os 17 álbuns de rock mais vendidos esse ano

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Ver Acessos

O sistema de contabilização de vendas de música nos EUA, o SOUNDSCAN, administrado pela auditora Nielsen, divulga semanalmente a relação de trabalhos mais vendidos [hoje em dia abrangendo mídias físicas e também downloads pagos], separando-os também por gênero musical, como é publicado na revista estadunidense Billboard.

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraBandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Abaixo, listamos uma compilação de títulos de música 'pesada' que mais venderam em 2015 - assim como os números obtidos a partir de 1 de janeiro - até o presente momento.

AC/DC, Rock or Bust [Columbia Records] 143,400 cópias

A banda vendeu mais cópias ano passado, à ocasião do lançamento do disco, o que para a nossa época é um montante absurdo.

Marilyn Manson, The Pale Emperor [Loma Vista] 124,200 cópias

Digam o que quiserem, mas Manson, com mais de 20 anos de carreira em disco, está longe da decadência comercial.

Halestorm, Into the Wild Life [Atlantic] 114,500 cópias

Já era esperado que a banda vendesse muito com esse novo álbum, é o melhor momento da carreira do grupo até agora.

Led Zeppelin, Physical Graffiti [Atlantic] 112,400 cópias

Jimmy Page sabe o que faz e acertou quando decidiu relançar todo o catálogo da banda em partes - e com isso evitando a saturação comercial de um lançamento completo em massa.

AC/DC, Back in Black [Columbia] 110,000 cópias

Um dos maiores sucessos comerciais da história do rock, e vai continuar a vender enquanto houver transmissões esportivas na televisão.

Metallica, Master of Puppets [Blackened Recordings] 107,800 cópias

O interessante é que esse álbum esteja vendendo mais que o 'pão francês recém-saído do forno' que é o 'Black Album'. Pelo menos nesse ano.

Nickelback, No Fixed Address [Republic] 101,000 cópias

O álbum lançado no ano passado é o que menos vendeu na história recente da banda, mas ainda assim é o #104 entre todos os discos comercializados nos EUA esse ano.

Foo Fighters, Sonic Highways [RCA] 87,800 cópias

Apesar de o álbum e a série de TV homônima terem sido lançados ano passado, o disco segue vendendo bem - com certeza porque Dave Grohl não sai da mídia nem por uma semana sequer.

Kid Rock, Devil Without a Cause [Atlantic] 86,000 cópias

Disco de estreia de Kid Rock na Atlantic, já chegou a 10 milhões de cópias, e é tido como um álbum obrigatório em certos setores culturais e geográficos dos EUA.

Nickelback, Dark Horse [Roadrunner] 84,500 cópias

Podem fazer o tanto de chacota que quiserem com o Nickelback, mas eles estão com os bolsos cheios.

Slipknot, 5: The Gray Chapter [Roadrunner] 84,000 cópias

Desde seu lançamento, o álbum já vendeu 344 mil cópias nos EUA, e segue em um ritmo bastante forte - graças às constantes turnês da banda em mercados fortes.

Sleeping With Sirens, Madness [Epitaph] 79,200 cópias

QUEM SAO?!?!?!?

Guns N' Roses, Greatest Hits [Interscope] 78,500 cópias

Esse já tem mais de 10 anos também, e rivaliza com outro trabalho do GN'R, "Appetite For Destruction", ao posto de presença mais constante no Soundscan.

Nirvana, Nevermind [Interscope] 77,250 cópias

Sejam essas vendas residuais do documentário 'Montage of Heck' ou pelo papel que teve para uma geração há muito envelhecida, ele ainda vende muito bem.

Metallica, Metallica [Blackened] 77,100 cópias

Este é simplesmente o álbum que mais vendeu na história dos EUA desde que o sistema Soundscan foi implementado, alguns meses antes de seu lançamento em 1991. Ele se aproxima da marca de DEZESSETE MILHÕES DE CÓPIAS VENDIDAS e é o sexto disco a passar mais tempo no Top 200 da Billboard desde 1956 [o título ainda é de 'Dark Side Of The Moon', do Pink Floyd, lançado quase 20 anos antes].

Led Zeppelin, Led Zeppelin 4 [Atlantic] 75,000 cópias

Esse disco sempre vai vender bem, mas o remaster ajudou muito esse ano.

Nirvana, Unplugged In New York [Interscope] 74,000 cópias

Mesmo caso de 'Nevermind'.

Nota: mesmo tendo um ou outro título que chegou às lojas dos EUA em 2015 - caso do Halestorm e Marilyn Manson- o ranking leva em conta os acúmulos com cifras obtidas a partir do ano passado, caso do AC/DC e o início da série de remasters do Led Zeppelin, apesar de suprir apenas os números obtidos desde o começo de janeiro.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Maiores e MelhoresTodas as matérias sobre "AC/DC"Todas as matérias sobre "Marilyn Manson"Todas as matérias sobre "Halestorm"Todas as matérias sobre "Led Zeppelin"Todas as matérias sobre "Metallica"


Cradle Of Filth: críticas a St. Anger e Death Magnetic, do MetallicaCradle Of Filth
Críticas a St. Anger e Death Magnetic, do Metallica

Metallica: Lars Ulrich explica como decide o setlist dos showsMetallica
Lars Ulrich explica como decide o setlist dos shows


Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musicalBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical


Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

adWhipDin