Gibson: elege "Back in Black" como o melhor riff dos 80s

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Adelemberg Thiago, Fonte: Gibson
Enviar correções  |  Comentários  | 

A Gibson divulgou em novembro de 2010 uma lista com os 10 maiores riffs da década de 80 do século passado. Embora tenha classificado apenas os riffs da década de 80, o site ressalta que os grandes riffs começaram a surgir já na década de 50 como na música “Susie Q“, do cantor e guitarrista Dale Hawkins (vale ressaltar que a música ganhou fama quando saiu no debut “Creedence Clearwater Revival!” do CREEDENCE CLEARWATER REVIVAL em 1968), mas que foi na década seguinte, graças às mãos dos grandes Dave Davies (THE KINKS), Pete Townshend (THE WHO), Keith Richard (THE ROLLING STONE) entre outros nomes, na maioria vindos da terra da Rainha, que os riffs ganharam mais expressão.

1203 acessosGuns N' Roses: em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 20165000 acessosAntes do Black Sabbath: as 50 músicas mais pesadas do rock

Nos anos 70, relata o site, os riffs passaram a ser partes integrantes do rock “clássico”, citando como exemplos as músicas “Iron Man” do BLACK SABBATH, nas mãos de Tony Iommi, e “Sweet Home Alabama” do LYNYRD SKYNYRD, nas mãos de Ed King. Sendo assim os anos 80 mantiveram a tradição de grandes guitar heros com os já existentes de épocas passadas, como Keith Richards e Tony Iommi, como os da nova safra, como Slash e Viviam Campbell. Com base nisso o site listou os melhores riffs da década de 80, tarefa árdua diante de tantos monstros da guitarra como Van Halen, Tony Iommi e os “garotos” do IRON MAIDEN. Confira a lista.

10. RUSH, “Limelight”

Alex Lifenson consegue se destacar através de solos criativos fazendo o seu melhor desde “Passage to Bangkok., mesmo dividindo o palco com o melhor baixista e provavelmente o melhor baterista na Terra.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

9. GUNS N´ROSES, “Sweet Child o’ Mine”

Mesmo o álbum “Appetite for Destruction” contando com pesos pesados como “Welcome to the Jungle” e “Mr. Brownstone” foi na balada do CD que estava o riff mais original e memorável. Créditos para Slash e Izzy que fizeram uma balada se tornar um exercício tortuoso para as mãos.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

8. THE CLASH, “Should I Stay or Should I Go”

As vezes só precisa de dois acordes para fazer algo memorável, e foi isso que Mick Jones e Joe Strummer fizeram e deixaram de exemplo para os novatos.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

7. MICHAEL JACKSON (com Steve Lukather), “Beat It”

Nem heavy metal é, mas tinha nomes de peso. Embora a música embora tivesse um solo insano de VAN HALEN, foi o gênio Lukather quem a impulsionou.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

6. JUDAS PRIEST, “Breaking the Law”

Os fãs do Priest poderão perguntar por “Livin’ after Midnight” ou “Heading Out to the Highway”, mas “Breaking” consegue unir simplicidade e brutalidade.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

5. DEF LEPPARD, “Photograph”

Lembra a abertura de "A Hard Day's Night" dos BEATLES e há duas partes de guitarra entrelaçadas sobre esta explosão aparentemente simples de piromania.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

4. SCORPIONS, “Rock You Like a Hurricane”

Talvez a mais pesada combinação de simples e poderosos acordes já feitos graças aos cinco acordes de Rudolph Schenker na música tornando-a instantaneamente memorável.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

3. OZZY OSBOURNE (com Randy Rhoads), “Crazy Train”

Era difícil na década de 80 não encontrar algum garoto que não estivesse tocando isso. A agitação e a sinistra abertura a arremessam você para diante e cria uma dinâmica que nunca cessa.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

2. The Rolling Stones, “Start Me Up”

Doze anos depois de “Honky Tonk Women”, Keith Richards consegue criar outra jóia. Esse agitado clássico de 1981 ainda hoje é tocado nos estádios futebol na hora do ponta pé inicial, mesmo tendo se passado 30 anos de seu lançamento.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

1. AC/DC, “Back in Black”

Talvez o maior álbum de todos os tempos repleto de clássicos riffs. Marca também a despedida do saudoso Bon Scott. Os irmãos Young fritaram alguns dos maiores riffs de suas carreiras neste álbum, uma obra prima (inclulem aí “You Shook Me All Night Long,” “Hell’s Bells” e “Have a Drink on Me”), mas o destaque maior, claro, vai para a hard/heavy faixa título.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

OBS: você pode, por diversas razões, não concordar com a lista, mas só lembrando, ela foi feita pela Gibson e aqui apenas foi feito um resumo do que o site postou.

E você? Qual considera o melhor riff de guitarra dos anos 80? E das outras décadas? Comente no fórum abaixo.

Os responsáveis são citados no texto. Não culpe os editores. :-)

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 16 de novembro de 2010
Post de 25 de maio de 2012
Post de 05 de junho de 2017

Guns N RosesGuns N' Roses
Em 2° lugar no ranking dos que mais faturaram em 2016

323 acessosAC/DC: a primeira vez com "Let There Be Rock"219 acessosFabio Lima: em vídeo, 13 songs by AC/DC0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AC/DC"

Axl Rose no AC/DCAxl Rose no AC/DC
Pensei que fosse 1º de abril, diz Alice Cooper

Axl RoseAxl Rose
Todo mundo tem alguma ligação afetiva com o AC/DC

Fênix do RockFênix do Rock
5 momentos que fizeram Axl Rose renascer na música

0 acessosTodas as matérias da seção Maiores e Melhores0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"

RockRock
As 50 músicas mais pesadas antes do Sabbath

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
"O morcego era quente e tinha uma textura crocante!"

Heavy MetalHeavy Metal
As figuras do Diabo e personagens bíblicas nas capas

5000 acessosListed: TV americana elege os maiores bad boys da música5000 acessosNuno Bettencourt: Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela5000 acessosIron Maiden: os fãs mais insuportáveis em lista da MTV5000 acessosQueen: novas fotos do recluso John Deacon5000 acessosLemmy: "Posso ver três gerações lá fora quando tocamos!"5000 acessosRicardo Boechat e Boris Casoy: dois velhos metaleiros?

Sobre Adelemberg Thiago

Serratalhadense, pernambucano arretado, e terminando o curso de fisioterapia. Nasci em 1985, comecei a escutar rock através das baladas românticas dos "love metal" da vida!. De 2001 até hoje, curto quase todos os gênero do rock, desde o Queen e a velha guarda do hard rock, tipo Scorpions e Europe, aos grandes nomes alemães e chegando ao grande Dimmu Borgir. Sou apaixonado por futebol, meeeengo, corridas, adoro carros esportivos. Não sou um ás das palavras nem tampouco um Bach nas músicas, mas ajudar a divulgar o hard rock/heavy metal, contribuir com o site e ver a galera comentando sobre o que você posta é gratificante, por isso decidi a colaborar sempre que possível com o site. No twitter: @A_Thiago.

Mais matérias de Adelemberg Thiago no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online