Nothin' To Lose: um relato íntimo que vasculha o passado do Kiss

Resenha - Nothin' To Lose - Kiss

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Tavares
Enviar correções  |  Ver Acessos


Durante a década de 70, por diversas vezes escutei que o Kiss era uma "banda de laboratório". Pejorativo ou não, vivendo na pré-adolescência, pouco me importava com o rótulo que os mais velhos davam para a hipnótica banda mascarada de Nova Iorque. Após quatro décadas, depois de ler as 560 páginas de Nothin' To Lose - A Formação do Kiss - 1972-1975, lançado no Brasil pela Editora Benvirá, qualquer dúvida levantada sobre o processo embrionário da banda se desvanece.

Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockHumor: Não basta um machado na mão para ser Black Metal

Escrito pelo jornalista Ken Sharp, que já havia elaborado a biografia oficial autorizada Kiss - Behind The Mask, publicada em 2005, Nothin' To Lose também conta com a colaboração de Gene Simmons e Paul Stanley, membros fundadores do grupo.

Baseado em mais de 200 depoimentos de roadies, produtores, fotógrafos, músicos e repleto de fotos incríveis da fase inicial da banda, o livro vasculha o passado do grupo e pode ser definido como um dossiê obrigatório para a legião de fãs do Kiss.

O cenário não era dos melhores para o Kiss no início dos anos 70. Ao mesmo tempo em que o show caro e altamente elaborado levava a recém-inaugurada gravadora Casablanca Records à beira da falência, também criava dificuldades para que os promotores incluíssem o Kiss como abertura de bandas já consagradas. Na maioria das vezes os nova iorquinos ofuscavam a atração principal, que acabava sendo recepcionada com apatia pela plateia ainda extasiada pelo impacto visual que o Kiss lhe causava. Rivalidades principalmente com o New York Dolls e o Aerosmith, bandas que gozavam de maior popularidade dentro do cenário musical da Costa Leste, também eram parte do jogo naquela época.

Os shows bombásticos gradativamente chamavam mais atenção e atraíam mais público, o que não refletia nas vendas dos primeiros três álbuns de estúdio: Kiss, Hotter Than Hell e Dressed To Kill. Segundo Paul e Gene, culpa da inabilidade dos produtores, que não conseguiam captar a energia do Kiss ao vivo. Nem a estratégia minuciosa desenvolvida para convencer as lojas de discos a exporem o álbum recém-lançado de maneira que tivesse maior destaque visual no interior do estabelecimento salvava.

Mas por trás da banda existiu um processo catalisador fundamental, o esforço conjunto de todo o staff do Kiss.

Roadies e técnicos que muitas vezes trabalhavam sem receber; o empresário Bill Aucoin, com sua visão criativa, bem a frente de seu tempo; o egocentrismo, persistência e a obsessão, por vezes irresponsável, que Neil Bogart (presidente e fundador da Casablanca Records) tinha pelo Kiss, foram fatores determinantes que levaram a banda ao estrelato.

E o momento seminal chegou em 1975 com o lançamento do disco duplo Kiss Alive!, como revelado em depoimentos, a última esperança antes que a gravadora descartasse definitivamente o Kiss do seu negócio. Alive! vendeu mais de 20 milhões de cópias, ganhou dois discos de platina e turbinou a venda dos três álbuns anteriores. Tirou tanto a banda quanto a gravadora do buraco.

A enxurrada de elogios melosos destilados por membros de bandas (Rush, Blue Oyster Cult, Black sheep, entre outras) que abriram para o Kiss, é a gordura que poderia ser removida da obra de Ken Sharp.

Leve a sério ou não, goste ou deteste o Kiss, Nothin' To Lose comprova o árduo caminho percorrido pela banda para transpor a muralha de preconceitos, tanto da mídia especializada quanto de parte de companheiros de profissão, até se transformar em instituição e conquistar seu lugar de destaque na história do Rock.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de LivrosTodas as matérias sobre "Kiss"


Bateristas: 5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do RockBateristas
5 músicos que fizeram apenas um show em bandas clássicas do Rock

Kiss: foi pelo cabelo que Tommy Thayer descobriu que estava na bandaKiss
Foi pelo cabelo que Tommy Thayer descobriu que estava na banda

Grandes covers: cinco versões para "Love Gun", do Kiss

Ace Frehley: jogador de Pokémon Go o ajuda a achar lugar de show após atrasoAce Frehley
Jogador de Pokémon Go o ajuda a achar lugar de show após atraso

Kiss: banda fará show para tubarões brancos na AustráliaKiss
Banda fará show para tubarões brancos na Austrália

Kiss: show na Argentina é confirmado e já tem data para acontecerKiss
Show na Argentina é confirmado e já tem data para acontecer

Kiss: Gene Simmons é internado para retirada de pedras nos rinsKiss
Gene Simmons é internado para retirada de pedras nos rins

Em 22/09/1998: Kiss lançava o álbum "Psycho Circus"Kiss: Alive!, o primeiro álbum ao vivo da banda norte-americana (vídeo)

Download 2020: festival terá Iron Maiden, Kiss, System of a Down e maisDownload 2020
Festival terá Iron Maiden, Kiss, System of a Down e mais

Kiss: show em São Paulo é confirmado oficialmente para maio de 2020Kiss
Show em São Paulo é confirmado oficialmente para maio de 2020

Hair metal: os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling StoneHair metal
Os 50 melhores álbuns de todos os tempos, segundo a Rolling Stone

Kiss: as camisetas feitas a mão pelo jovem Gene SimmonsKiss
As camisetas feitas a mão pelo jovem Gene Simmons

Kiss: Alive II é um clássico de uma banda em seu auge

Kiss: Orações e empatia não são suficientes, diz Paul Stanley sobre tiroteiosKiss
"Orações e empatia não são suficientes", diz Paul Stanley sobre tiroteios

Kiss: deveriam assumir que copiaram o Secos & Molhados, diz Ney MatogrossoKiss
Deveriam assumir que copiaram o Secos & Molhados, diz Ney Matogrosso

Dee Snider: Kiss se vendeu e não deveríamos tê-los perdoadoDee Snider
Kiss se vendeu e não deveríamos tê-los perdoado

Kiss: Paul Stanley e o persistente rumor sobre sua sexualidadeKiss
Paul Stanley e o persistente rumor sobre sua sexualidade


Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalHumor
Não basta um machado na mão para ser Black Metal

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Metal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o SepulturaMetal Brasileiro
10 bandas recomendáveis fora o Sepultura

David Lee Roth: o vergonhoso teste de Matt Sorum para a bandaDavid Lee Roth
O vergonhoso teste de Matt Sorum para a banda

Marilyn Manson: Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!Marilyn Manson
"Sou o monstro do Lago Ness! Sou o Bicho Papão!"

Led Zeppelin: Page ignorou pedidos de Clinton e Obama por reuniãoLed Zeppelin
Page ignorou pedidos de Clinton e Obama por reunião

System Safadown: Viva a Bagaceira!System Safadown
Viva a Bagaceira!


Sobre Eduardo Tavares

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336