John Lennon: livro retrata a polêmica entrevista à Rolling Stone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Genilson Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 


Em dezembro de 1970, John Lennon concedeu uma longa entrevista a Jann Wenner, editor da Rolling Stone. Em pauta, o lançamento do álbum “John Lennon/Plastic Ono Band”, primeiro trabalho do ex-beatle após a separação oficial da banda. Porém, outros temas viriam à tona, e o resultado é hoje um documento histórico.
258 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música5000 acessosPilares: O início do Heavy Metal em 1969

Originalmente, o depoimento foi publicado na revista em duas partes, em janeiro e fevereiro de 1971, depois lançado em livro no mesmo ano. No vigésimo aniversário da morte de Lennon – completado em 2000 – a versão em livro ganhou uma nova edição, desta vez trazendo a íntegra dos diálogos registrados por Wenner.

Publicado no Brasil pela editora Conrad, “Lembranças de Lennon” é o retrato de um artista em busca de afirmação, que a todo custo luta para desmistificar a aura criada em torno de seu antigo conjunto – era a primeira vez que se pronunciava sobre o fim dos Beatles. Com sua habitual franqueza e senso de humor incomum, Lennon também discorre sobre a cena musical da época, drogas, política e seu relacionamento com Yoko Ono.

A despeito da proposta inicial do encontro, o tema central da conversa acaba sendo mesmo os anos em que o entrevistado tocou com Paul, Ringo e George. Ora saudosista, porém tomado pelo rancor na maior parte do tempo, Lennon descreve o processo de criação de alguns clássicos dos Beatles, revela os bastidores das excursões (“As turnês eram como o [filme de Federico Fellini] Satyricon”) e dá sua versão sobre as desavenças acerca dos negócios da banda.

Vale lembrar que Yoko – autora do prefácio desta edição – também participou da entrevista e, pela primeira vez, suas falas – que se resumem a risos e uma ou outra observação ou correção sobre datas e fatos – foram reproduzidas. No entanto, a simples presença e essas pequenas intervenções da viúva de Lennon mostram o quanto o músico era influenciado por ela, e por mais que a separação dos Beatles fosse um processo de longa data e sua consumação inevitável, é fato que Yoko ajudou a acelerar essa ruptura.

Para quem quiser ouvir o depoimento de Lennon a Wenner, o jornalista disponibilizou em seu site o áudio da entrevista:

http://www.jannswenner.com/archives/john_lennon_part1.aspx...
http://www.jannswenner.com/archives/john_lennon_part2.aspx...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Paul McCartneyPaul McCartney
O dia em que ele deu um soco na cara de Eddie Vedder

258 acessosCanal Nostalgia: como os Beatles mudaram a história da música530 acessosThe Beatles: 50 anos de uma revolução cultural2659 acessosBeatles: Sgt Peppers em super box especial para fãs brasileiros1078 acessosDave Grohl: Paul McCartney quem indicou médico que curou a perna0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Keith RichardsKeith Richards
Stone fala de relacionamento com os Beatles

Paul Está Morto?Paul Está Morto?
Um Beatle morreu em 1964? O maior boato da história do rock?

John LennonJohn Lennon
"Ele não foi um bom pai", diz filho

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Livros0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

PilaresPilares
O início do Heavy Metal em 1969

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Roger Waters e Richard Gere.

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Bob Dasley abre jogo sobre os podres do Madman

5000 acessosSabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca5000 acessosRockstars: as filhas mais gostosas dos astros do rock5000 acessosStairway to Heaven: o maior hit do Led Zeppelin5000 acessosGuns N' Roses: a revista que mostrava Slash atirando em Axl Rose5000 acessosSystem Of A Dilma: mashup de SOAD e discurso da presidente5000 acessosCannibal Corpse: quem nunca fez sexo ouvindo a banda?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 12 de janeiro de 2013
Post de 13 de janeiro de 2013

Sobre Genilson Alves

Genilson Alves é jornalista e autor do blog Radio Sehnsucht.

Mais matérias de Genilson Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online