John Lennon: livro retrata a polêmica entrevista à Rolling Stone

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Genilson Alves
Enviar correções  |  Comentários  | 


Em dezembro de 1970, John Lennon concedeu uma longa entrevista a Jann Wenner, editor da Rolling Stone. Em pauta, o lançamento do álbum “John Lennon/Plastic Ono Band”, primeiro trabalho do ex-beatle após a separação oficial da banda. Porém, outros temas viriam à tona, e o resultado é hoje um documento histórico.

416 acessosFoo Fighters: como foi gravar com Paul McCartney no último disco?5000 acessosIron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismo

Originalmente, o depoimento foi publicado na revista em duas partes, em janeiro e fevereiro de 1971, depois lançado em livro no mesmo ano. No vigésimo aniversário da morte de Lennon – completado em 2000 – a versão em livro ganhou uma nova edição, desta vez trazendo a íntegra dos diálogos registrados por Wenner.

Publicado no Brasil pela editora Conrad, “Lembranças de Lennon” é o retrato de um artista em busca de afirmação, que a todo custo luta para desmistificar a aura criada em torno de seu antigo conjunto – era a primeira vez que se pronunciava sobre o fim dos Beatles. Com sua habitual franqueza e senso de humor incomum, Lennon também discorre sobre a cena musical da época, drogas, política e seu relacionamento com Yoko Ono.

A despeito da proposta inicial do encontro, o tema central da conversa acaba sendo mesmo os anos em que o entrevistado tocou com Paul, Ringo e George. Ora saudosista, porém tomado pelo rancor na maior parte do tempo, Lennon descreve o processo de criação de alguns clássicos dos Beatles, revela os bastidores das excursões (“As turnês eram como o [filme de Federico Fellini] Satyricon”) e dá sua versão sobre as desavenças acerca dos negócios da banda.

Vale lembrar que Yoko – autora do prefácio desta edição – também participou da entrevista e, pela primeira vez, suas falas – que se resumem a risos e uma ou outra observação ou correção sobre datas e fatos – foram reproduzidas. No entanto, a simples presença e essas pequenas intervenções da viúva de Lennon mostram o quanto o músico era influenciado por ela, e por mais que a separação dos Beatles fosse um processo de longa data e sua consumação inevitável, é fato que Yoko ajudou a acelerar essa ruptura.

Para quem quiser ouvir o depoimento de Lennon a Wenner, o jornalista disponibilizou em seu site o áudio da entrevista:

http://www.jannswenner.com/archives/john_lennon_part1.aspx...
http://www.jannswenner.com/archives/john_lennon_part2.aspx...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

George HarrisonGeorge Harrison
Ronnie Von cometeu gafe e deixou de gravar com ele

416 acessosFoo Fighters: como foi gravar com Paul McCartney no último disco?209 acessosBeatles: singles natalinos serão relançados em dezembro834 acessosPipocando Música: 8 teorias de artistas que foram trocados918 acessosPaul McCartney: a máquina do tempo e as canções que não voltam mais0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez álbuns de Rock mais vendidos nos EUA

George HarrisonGeorge Harrison
O Beatle calado, sempre à sombra de Lennon e McCartney

Keith RichardsKeith Richards
Stone fala de relacionamento com os Beatles

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Livros0 acessosTodas as matérias sobre "John Lennon"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"


Iron MaidenIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre sua conversão ao cristianismo

Whiplash.NetWhiplash.Net
Como consegui viver de Rock e Heavy Metal sem saber tocar

Heaven & HellHeaven & Hell
Mistérios e autocensura na capa de álbum

5000 acessosGuns N' Roses: as participações em filmes e trilhas sonoras5000 acessosFloor Jansen: "Eu não sou uma puta arrogante"5000 acessosSlipknot: "pastor" detecta mensagens subliminares nas capas5000 acessosDeep Purple: Ian Gillan só experimentou maconha aos 38 anos5000 acessosMelhores álbuns de 2013: as escolhas da Decibel Magazine4589 acessosGrandes mestres: Qual a hora de parar?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 12 de janeiro de 2013
Post de 13 de janeiro de 2013


Sobre Genilson Alves

Genilson Alves é jornalista e autor do blog Radio Sehnsucht.

Mais matérias de Genilson Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online