Matérias Mais Lidas

Kiss: Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogasKiss
Gene Simmons diz que passou dos 70 anos por nunca ter bebido ou usado drogas

AC/DC: a resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da bandaAC/DC
A resposta inusitada de Supla quando perguntam se ele gosta da banda

Chester Bennington: viúva anuncia separação de bombeiro após um anoChester Bennington
Viúva anuncia separação de bombeiro após um ano

Shaman: quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018Shaman
Quando Andre Matos desmaiou durante show em Belo Horizonte, em 2018

Guns N' Roses: Gilby diz que grunge fez a banda sair dos estádios e ir para os clubesGuns N' Roses
Gilby diz que grunge fez a banda sair dos estádios e ir para os clubes

Gilby Clarke: Axl Rose foi quem te demitiu, certo?Gilby Clarke
"Axl Rose foi quem te demitiu, certo?"

Nervosa: é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católicoNervosa
"é difícil ser músico de rock/metal no Brasil, um país muito católico"

Thrash metal: 20 grandes músicas do estilo mais rápido e agressivo da música pesadaThrash metal
20 grandes músicas do estilo mais rápido e agressivo da música pesada

Paul Stanley: A dor e o drama de ser corno de um Caça-FantasmasPaul Stanley
A dor e o drama de ser corno de um Caça-Fantasmas

Black Sabbath: banda compartilha meme de Bernie Sanders em capa de primeiro discoBlack Sabbath
Banda compartilha meme de Bernie Sanders em capa de primeiro disco

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Rock in Rio: Produção afirma que datas estão mantidasRock in Rio
Produção afirma que datas estão mantidas

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Supla: Papai é petista, mamãe é golpista e eu sou anarquista!Supla
"Papai é petista, mamãe é golpista e eu sou anarquista!"


Matérias Recomendadas

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Capas: 10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhosCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Monsters Of Rock 2015: conheça a loira que deu um show com o Steel PantherMonsters Of Rock 2015
Conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

Jimi Hendrix: Ele participou de um vídeo de sexo explícito?Jimi Hendrix
Ele participou de um vídeo de sexo explícito?

Headbangers: o preconceito mostrado em vídeo bem-humoradoHeadbangers
O preconceito mostrado em vídeo bem-humorado

Malvada
Dead Daisies

Anthrax: Joey Belladona fala sobre retorno e novo disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

Bob Zerull do Zoiks! Online entrevistou o vocalista do ANTHRAX Joey Belladonna. Seguem alguns trechos da conversa.

Zoiks! Online: Como você descreveria para os fãs o novo álbum de vocês, "Worship Music"?

Joey Belladonna: Acho que... Não sei, acho que ele realmente tem alguns tipos diferentes de sons. Acho que fizemos algo mais amplo no fim da composição. Ele é tão agressivo quanto qualquer disco que fizemos. Sonoramente, acho que é um dos melhores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Zoiks! Online: Soube que eles tinham um álbum pronto para sair antes de você voltar para a banda. É o mesmo álbum, mas com você nele?

Joey Belladonna: Não, há várias faixas novas. Muitas gravações novas, guitarras totalmente novas, baixo totalmente novo, vocal totalmente novo, três ou quatro faixas de bateria diferentes. A estrutura e os acordes que seriam as músicas, alguns dos arranjos são os mesmos, mas ao mesmo tempo, nós meio que espalhamos tudo e juntamos de volta.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Zoiks! Online: Não fossem os shows do "Big Four" «com METALLICA, MEGADETH e SLAYER», você acha que estaria no ANTHRAX agora?

Joey Belladonna: Eu não sei; é uma boa pergunta. Existe uma boa possibilidade de que eles talvez não tivessem me chamado, o que é meio triste. Eu nunca tinha ouvido isso antes. É uma verdadeira possibilidade, o que é meio assustador de certa forma, você pensar que sem uma oportunidade eles não iriam querer eu ali. Diabos, vamos encarar a verdade, se eles não tivessem nenhum problema com o outro cara, eles talvez tivessem seguido com o disco. Eu nem sequer seria um pensamento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Zoiks! Online: Você sentiu alguma pressão extra de mandar não só um bom álbum, mas relevante também uma vez que o METALLICA, SLAYER e MEGADETH acabaram de sair de grandes e importantes álbuns?

Joey Belladonna: Há uma excitação tipo pressão versus medo, não-sei-se-vou-conseguir. Você sempre quer conseguir fazer um grande disco, uma vibe boa com que estávamos acostumados. Há sempre mais uma pressão positiva do que incerteza. Obviamente eles vinham trabalhando em algo por um bom tempo e as pessoas estavam ficando intrigadas com o que estava acontecendo. "Quando vocês vão terminar?". Vir e ser o último cara vindo do nada e tentar reconcilicar aquela coisa toda, eu não estava na banda há um bom tempo, então houve uns pensamentos interessantes, tipo, "Será que eu vou ser um fardo aqui? Será que eu vou ser a razão pela qual as coisas não saíram como deveriam?" Eu não pensei nisso na verdade, uma vez que começamos eu sabia que íamos ficar bem. Eu não sabia o quão bom ia ser, porque você nunca pode prever esse tipo de coisa. Mas eu achei que... quando fui ouvir, eu fiquei tipo, "Uau!" Você começa a ouvir de novo, porque eles fazem as coisas tão rápido. Em um período de quatro horas, tínhamos terminado uma música. No fim do dia, nós a ouvíamos de novo várias vezes. Eu tinha terminado o dia e a gente mandou para todos para ver se eles gostavam. Nós estávamos prontos para a próxima música no dia seguinte, o que era o que a gente fazia todos os dias. Eu estava tranqüilo com isso. Eu não tinha dúvidas. Se as pessoas estavam curtindo e eu estava curtindo, é tudo o que você quer quando você está compondo e criando músicas. Se você gosta, você vai nessa. A não ser que alguém lhe diga que não deu certo, o que não foi o caso, mas se você gosta... é o que eu faço. Se eu compuser algo nessa tarde e a gravarmos e adorarmos a coisa, a gente simplesmente vai nessa. Se alguém não gostar, o que você pode fazer?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Zoiks! Online: Você voltou à banda quando, em 2005? Não durou muito tempo, qual a diferença dessa vez?

Joey Belladonna: Você fala sobre manter as coisas como estão?

Zoiks! Online: Sim,

Joey Belladonna: O que está diferente agora, eu não sei. É só uma questão de todos estarem focados juntos. Você tem de certificar-se de manter as coisas sob controle enquanto grupo, o básico do trabalho em conjunto e envolver cada pessoa a ponto de que ela se sinta necessária e tudo mais. Você tem de fazer desse jeito, a não ser que você seja um cara contratado por fora e não tenha de se preocupar em fazer sugestões e dar sua opinião, você simplesmente vem e entrega seu relatório. Não é assim para nós. Nós precisamos ter certeza de que todos se sentem envolvidos e se sinta confortável estando ali. É assim que funciona. Eu já estive por dentro e por fora por várias razões, isso é desconcertante demais, tipo o que você perguntou do "Big Four." Eu nem sequer sei... Depois de fazer o disco todo mundo estava tipo, "Uau, isso é bom, ainda bem que o chamamos". Você nunca sabe o que se passa na cabeça deles. Se tivesse ficado simplesmente razoável e não tivesse sido recebido tão bem, provavelmente seria algo tipo, "Que pena que não deu certo com o outro cara, porque não está dando certo com ele também". As pressões são essas. Você fica pensando, "Meu Deus, eu não devia ter entrado numa coisa que nem foi idéia minha ou não é do meu estilo". As dúvidas são essas, mas eu jamais me senti assim quando entrei porque eu sabia o que eu podia fazer desde que eles tivessem a mente aberta e aceitassem. Agora eu recebi aprovação e espero que que eles se sintam assim a longo prazo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Malvada
Dead Daisies
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kerrang: de Anthrax até o terrível Lulu, 20 álbuns que farão 10 anos em 2021Kerrang
De Anthrax até o terrível "Lulu", 20 álbuns que farão 10 anos em 2021

Anthrax: banda não precisa lançar mais discos novos, segundo Scott IanAnthrax
Banda não precisa lançar mais discos novos, segundo Scott Ian

Anthrax: a melhor música de cada álbum de estúdioAnthrax
A melhor música de cada álbum de estúdio

Kerrang: A história do controverso New Metal contada através de 14 músicasKerrang
A história do controverso New Metal contada através de 14 músicas

Daniel Iasbeck: Top 15 dos melhores discos do Anthrax (vídeo)

Anthrax: Scott Ian antecipa que novo álbum em 2021 terá mais riffsAnthrax
Scott Ian antecipa que novo álbum em 2021 terá mais riffs

Eleições: Amy Lee, Scott Ian e outras personalidades comemoram vitória de BidenEleições
Amy Lee, Scott Ian e outras personalidades comemoram vitória de Biden

Lista: bandas de metal que nunca decepcionaram seus fãs - Parte 2Lista
Bandas de metal que nunca decepcionaram seus fãs - Parte 2

Em 30/10/1985: Anthrax lançava "Spreading The Disease", um dos clássicos do thrash

Soundgarden: membros de Anthrax, Alice In Chains e Mastodon gravam cover de Rusty CageSoundgarden
Membros de Anthrax, Alice In Chains e Mastodon gravam cover de "Rusty Cage"


Heavy Metal: As melhores de 2012 segundo o LoudwireHeavy Metal
As melhores de 2012 segundo o Loudwire

Anthrax: Joey Belladona nunca achou seu lugar na bandaAnthrax
Joey Belladona nunca achou seu lugar na banda


Zakk Wylde: cinco momentos insanos do guitarristaZakk Wylde
Cinco momentos insanos do guitarrista

Além do Maiden: A História da New Wave Of British Heavy MetalAlém do Maiden
A História da New Wave Of British Heavy Metal


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.