Guns N' Roses: "sempre me avisam em cima da hora", diz Ron

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: Guitar International, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Rick Landers, do Guitar International, entrevistou recentemente o guitarrista do GUNS N' ROSES, Ron "Bumblefoot" Thal. Seguem alguns trechos da conversa.

2492 acessosGuns N' Roses: todos estão empolgados com novo disco, diz Fortus5000 acessosEvanescence: Biel "pediu" estupro de Amy Lee em tweet antigo

Guitar International: O GUNS N' ROSES vai pra estrada em fevereiro, certo?

Ron: Deveríamos ir, mas de repente tudo silencia. Eu não acho que vá acontecer. Estamos há poucas semanas de fevereiro e ainda não vi sequer uma única data confirmada. É o tipo de coisa onde você tem uma turnê que está se concretizando, mas é tão complicado nesse nível com produtores e agenciadores e diferentes promoters e locações e itinerário e a produção. O produtor tem de conseguir como fazer o gancho do ponto A para o ponto B o tempo todo, sem nos quebrar, e garantindo que o pessoal esteja disponível. Com tudo, tudo que precisa é um elo para simplificar as coisas e tudo se resolver. Então, eu não sei qual é a situação dessa turnê nos EUA que eu tenho esperado tão impacientemente. Faz cinco anos que tocamos nos EUA. Ano passado nós fizemos alguns shows acústicos em Nova Iorque, no mês de fevereiro, mas não uma turnê de verdade. Alguns shows em maio e setembro de 2006 e então uma turnê de outono de outubro a dezembro.

Guitar International: O que isso significa para você? Quer dizer que você tem de deixar os meses de fevereiro e março em aberto para qualquer outra coisa que você queira fazer?

Ron: Esse é sempre o dilema. As coisas se arranjam tão rapidamente com o GUNS N' ROSES que eu sou avisado com uma semana de antecedência.

Guitar International: Nossa.

Ron: Na verdade, quando eu entrei para a banda, eu só tive uma semana para aprender todas as músicas e então ir para a estrada. E era para aprender as músicas do "Chinese", eles não me davam uma cópia porque eles estavam tão preocupados com vazamentos. Eu tive de aprender tudo isso com um par de fones de ouvido na sala de ensaio, com um laptop, só escutando e tomando notas.

Guitar International: Isso é como aprender a tocar guitarra nos anos 50 e 60 com radiolas. Loucura.

Ron: Sim, então com o GUNS o que vai acontecer é que vou receber um aviso com uma semana de antecedência. Eles dirão: "Certo. Vai acontecer. Estamos mandando seus ingressos por FedEx." O lance é, para o resto do mundo, se você quer planejar algo, exige-se meses de antecedência. O que poderia acontecer é que eu planejaria uma turnê para daqui a cinco meses e quando chegasse a hora o GN'R diria: "Certo. É hora de fazermos algo", e eu teria de cancelar. Fica impossível fazer planos. Tudo o que posso fazer é planos a muito curto prazo, que não exigem muito compromisso, e se eu tiver de quebrá-los eu não vou machucar muita gente. Eu passei a evitar tocar ao vivo e fazer shows por causa disso, porque se eu tiver de cancelar um show, eu poderia desapontar só algumas centenas de pessoas, com sorte – ok, talvez 100. [risos] Se for só um meet-and-greet ou coisa parecida, seria a mesma coisa, mas não é como se eles tivessem gasto muito dinheiro e feito muitos planos. Não é grande coisa cancelar. Então eu tenho feito mais meet-and-greets e não tantas performances que não sejam umas jams rápidas. Como as que toquei na Austrália e onde fiz jam com o FOZZY.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Todos estão empolgados com novo disco, diz Fortus

1136 acessosGuns N' Roses ou Raça Negra: Faça o quiz e veja se acerta1857 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2760 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Duff McKaganDuff McKagan
Arrependido por ceder nome para cerveja

BandasBandas
Cartazes minimalistas com seus nomes

Sebastian BachSebastian Bach
"O Guns é maior que o Rock, como Stones, Led ou Beatles!"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

EvanescenceEvanescence
Biel "pediu" estupro de Amy Lee em tweet antigo

Johnny RamoneJohnny Ramone
"Não era bom abrir o show do Black Sabbath"

The DoorsThe Doors
Jim Morrison está vivo e criando cavalos nos EUA?

5000 acessosHall Of Shame: as melhores músicas ruins da história do Metal5000 acessosSeparados no nascimento: Phil Lynott e Tiririca5000 acessosHeavy Metal: o Diabo e personagens bíblicas nas capas5000 acessosDream Theater: "muito mais que Rock Progressivo"5000 acessosSerguei: comentários sobre a morte de Jimi Hendrix5000 acessosSuicidio: cinco clipes de Rock que abordam o tema

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online