Tom Araya: "não me importo com o que acontece no mundo"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Nymag.com
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista Tom Araya e o guitarrista Kerry King do SLAYER recentemente concederam uma entrevista ao blog Nymag.com e abaixo podem ser conferidos alguns trechos da conversa.

530 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão5000 acessosMas afinal... o que é rock progressivo?

Há alguns rumores de que "World Painted Blood" será o último álbum do SLAYER.

King: “Nenhum de nós conversou sobre isso. Essas coisas surgem quando aparecemos na mídia. Eu digo ‘Não se preocupem com isso! Acabaremos quando chegar ao fim’. Quando fizermos a turnê de despedida não será como o KISS, será a última mesmo'.

Araya: “O fato é que este é o nosso décimo álbum com Rick Rubin [produtor] — nosso último trabalho com ele. O que faremos depois disso eu não sei, pois teremos de decidir novos detalhes e fazer um novo contrato. A forma como as pessoas fazem álbuns e como criam, mudou tão drasticamente. Então teremos que sentar e conversar”.

O SLAYER está se aproximando dos seus 30 anos. Se vocês pudessem voltar no tempo e dar a si mesmos alguns conselhos, quais seriam?

King: “Prestar mais atenção na mixagem do álbum 'Divine Intervention' [1994]".

Araya: “Não esqueça a câmera! Teria sido ótimo ter documentado esse passeio louco.”

O que atualmente é popular no Metal que vocês gostariam que acabasse?

King: “Parece haver uma grande quantidade de bandas de Metal que são, digamos, religiosas, por assim dizer.
Pessoalmente, para mim, é uma coisa estranha ... bandas que tocam Metal, mas estão cantando, uma espécie de ‘Jesus Metal'. E eu não me refiro ao STRYPER. Quando eu os ouço eu penso ‘Oh, eles são um dessas bandas de Jesus’. É desagradável o suficiente para eu não querer ouvir.”

Araya: “Eu não assisto nada que fale sobre o que está acontecendo no mundo atualmente, assim como a música. Eu não me importo. Estou no SLAYER. Eu gosto do SLAYER. E é isso. SLAYER.”

Para ler a entrevista completa (em inglês) acesse este link.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Paul StanleyPaul Stanley
"Guitarristas não aprendem a fazer base"

530 acessosMarcos de Ros: Gene Simmons, o Capitalista Malvadão493 acessosAce Frehley: "Anomaly" ganha versão deluxe; ouça música inédita766 acessosKiss: bicicleta de triathlon em edição limitada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Kiss"

KissKiss
Os músicos que quase entraram na banda

Ace FrehleyAce Frehley
Como seria o Spaceman no Kiss em 2013?

KissKiss
Alguns dos músicos secretos da banda - 1ª parte

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Slayer"0 acessosTodas as matérias sobre "Kiss"

UmmagummaUmmagumma
Desentendimentos e confusões... o que é rock progressivo?

Roger MoreiraRoger Moreira
Resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde

Thin LizzyThin Lizzy
"Whiskey in the Jar" já era cantada há centenas de anos

5000 acessosSlayer: Araya fala sobre fé e sua relação com o cristianismo5000 acessosAngra: banda errou na escolha de Fabio Lione?5000 acessosSeparados no nascimento: Ozzy Osbourne e Renato Aragão5000 acessosGrunge: Restou apenas um herói5000 acessosBilly Corgan: Weiland, Staley e Cobain, as vozes de nossa geração5000 acessosCannibal Corpse: Saiba como é dentro de um circle pit

Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online