Alice Cooper: Melhores do que qualquer banda de moleques

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ligia Fonseca, Fonte: Montreal Mirror, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Johnson Cummins, do Montreal Mirror, conduziu em 2008 uma entrevista com o lendário roqueiro ALICE COOPER.

308 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Montreal Mirror: Como eram as coisas em Detroit no final dos anos 60, tocando com MC5, STOOGES, MITCH RYDER, entre outros?

Alice: "Detroit, na época, tinha a melhor cena musical. Quando fomos lá pela primeira vez, nunca tínhamos ouvido falar do MC5 ou do STOOGES. Procuramos o STOOGES neste festival e quando vi Iggy [Pop], percebi que tinha encontrado meu concorrente. O público de Detroit só reagia a bandas com uma atitude, que não se desculpavam e tocavam alto. Toda semana, havia shows do STOOGES, MC5, ALICE COOPER e THE WHO no Grande, e mesmo naquela época percebemos que esses eram alguns dos melhores shows de rock 'n' roll de todos os tempos. Todos também eram muito competitivos. Se o Keith Moon tinha 31 tambores, Neal [Smith, ex-baterista] tinha que ter 32".

Montreal Mirror: Algo raro, mas o STOOGES e seu show atual ainda são ótimos, passados 40 anos.

Alice: "Quando as pessoas chamam a mim e ao Iggy de dinossauros, simplesmente digo que somos carnívoros, porque pegamos qualquer banda de moleques de 20 anos agora e a expulsamos do palco. Não baseio isso no conteúdo ou na qualidade da apresentação, e sim na energia pura".

Montreal Mirror: Você se irrita com o fato de tantas pessoas copiarem, até hoje, sua imagem e teatralidade?

Alice: Quando Marilyn [Manson] surgiu, pensei: 'se ele tocasse hard rock, seria próximo demais', mas não era isso o que ele fazia. Quer dizer, respeito o que ele faz, mas ainda acho que é um pouco engraçado - poxa, um cara com nome de mulher usando maquiagem, queria ter pensado nisso... Quando o encontrei pela primeira vez, foi como Bela Lugosi encontrando Boris Karloff".

A entrevista completa (em inglês) está no link abaixo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

308 acessosAlice Cooper: veja o lyric video de "Paranormal"2991 acessosAlice Cooper: Welcome to My Nightmare lançado em DVD2173 acessosAlice Cooper: Longe de se aposentar, quer ultrapassar Mick Jagger474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta397 acessosRepublica: banda brasileira abre shows de Alice Cooper na Europa0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Alice Cooper"

DrogasDrogas
4 músicos que não se lembram de terem feito alguns discos

Lado femininoLado feminino
Astros do rock que se vestiram de mulher

Sexta-Feira 13Sexta-Feira 13
Dez ótimas canções para se ouvir nessa data

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Alice Cooper"

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Capas de álbunsCapas de álbuns
As mais obscuras e marcantes da história

5000 acessosSteven Tyler: vocalista admite que já queimou a rosca5000 acessosDimmu Borgir: Silenoz se considera um satanista?5000 acessosCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"5000 acessosGangnam Style: uma versão bem mais pesada do clássico5000 acessosNicko McBrain: "Imagine eu tocando Run to the Hills com 73 anos!"5000 acessosGibson: os 10 maiores bateristas de todos os tempos

Sobre Ligia Fonseca

Tradutora, formada em Jornalismo pela PUC-SP, resolveu mudar de carreira quando percebeu que gostava mais de traduzir do que de escrever textos. Descobriu o rock aos 5 anos, ao assistir o clipe de “I Love it Loud” do Kiss.

Mais matérias de Ligia Fonseca no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online