Black Sabbath: Tony Iommi é entrevistado pela Guitar World

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Rívia Coimbra, Fonte: Guitar World, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Chris Gill, da Guitar World, conduziu uma entrevista com Tony Iommi, guitarrista do BLACK SABBATH, que foi utilizada como matéria de capa para a publicação da edição comemorativa da revista.

34 acessosSom de Peso: uma resenha do "Vol 4" do Black Sabbath5000 acessosAquiles Priester: Posters, action figures e latinhas de coca-cola

Guitar World: Quantos anos você tinha quando começou a tocar?

Iommi: "Eu tinha cerca de 12 anos. Eu tocava acordeão antes disso. Todos na minha família tocavam acordeão, então eu ganhei um também. Naqueles tempos você simplesmente sentava no seu quarto e não sabia o que fazer, então eu aprendi a tocar acordeão. Daí eu migrei para instrumentos diferentes, e eventualmente eu descobri a guitarra".

Guitar World: Foi um desafio encontrar uma guitarra decente para canhoto?

Iommi: "Era um desafio achar qualquer guitarra decente, independente de ser para canhoto. Na Inglaterra, as únicas que você conseguia achar eram muito baratas. Se você quisesse uma guitarra para canhotos, você tinha que encomendar de um catálogo e esperar três meses para que ela aparecesse. Poucos anos depois que eu comecei a tocar, eu fui sortudo o suficiente para cruzar com uma Fender Stratocaster para canhotos que uma pessoa que trabalhava em uma loja descolou e depois me contou sobre ela".

Guitar World: É fascinante como o acidente na fábrica te levou a aumentar a distorção da sua guitarra para que ficasse mais confortável para tocar, mas ao mesmo tempo também fez com o que você tocasse na guitarra soasse mais pesado.

Iommi: "Tudo o que eu fiz foi tornar mais confortável pra mim, em primeiro e último lugar. Eu costumava me machucar bastante, porque as pontas dos meus dedos eram muito sensíveis. Se meus dedais de plásticos caíssem, o que aconteceu uma vez, meus dedos se cortavam nas cordas e era sangue para todos os lados. Eu realmente tive que trabalhar com os recursos da minha guitarra para conseguir tocar. Havia algumas limitações, mas eu tinha que tentar superá-las. E assim eu testei todas as outras coisas, tais como guitarra de 24 trastes e cordas mais leves, para que eu pudesse fazer mais. Mas isso realmente nos ajudou a criar o som que queríamos".

A matéria completa (em inglês) está no link abaixo.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Sabbath e MaidenSabbath e Maiden
Bandas lançam álbuns ao vivo no mesmo dia

34 acessosSom de Peso: uma resenha do "Vol 4" do Black Sabbath685 acessosBlack Sabbath: Geezer Butler tem 120 riffs para novo projeto835 acessosBlack Sabbath: em vídeo, dez grandes covers de músicas da banda0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Black Sabbath"

Black SabbathBlack Sabbath
Iommi: "Nos separamos por causa do Live Evil!"

Capas clássicasCapas clássicas
Os locais onde foram feitas nos dias de hoje

Black SabbathBlack Sabbath
10 ótimas músicas sem Ozzy ou Dio nos vocais

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Black Sabbath"


Collectors RoomCollectors Room
Posters, bonecos e Coca-Cola na coleção de Aquiles Priester

Iron MaidenIron Maiden
Ouça o baixo de Steve Harris isoladamente

Angra e DetonatorAngra e Detonator
"Sem nenhuma dúvida, esse cara comprou a mídia!"

5000 acessosSeparados no nascimento: Ritchie Blackmore e Mr. Bean5000 acessosBlack Sabbath: inspiração para o Restart?5000 acessosDrogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astros5000 acessosGuns N' Roses: por dentro do luxuoso avião privado da banda5000 acessosBelphegor: "não se perde nada quando uma igreja queima"5000 acessosLoudwire: 11 bandas fantásticas que não cantam em inglês

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre Rívia Coimbra

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Rívia Coimbra no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online