Edu Falaschi fala sobre Almah e novos rumos do Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Molina
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista do ANGRA e do ALMAH, Edu Falaschi, esteve em Curitiba comemorando o “Dia Mundial do Rock”. A data é festejada no dia 13 de julho, mas o cantor antecipou a comemoração, no bar Crossroads, no dia 11 de julho.

1873 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons5000 acessosManowar: o dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

Além de Falaschi, a festa reuniu grandes nomes da música local como o guitarrista vencedor do Guitar Idol, Gustavo Guerra, o vocalista do MOTOROCKER, Marcelus, e a banda MONSTERJAM, que foi a responsável pela promoção do evento. Aliás, a MONSTERJAM executou com competência um repertório fundamentado em clássicos do Hard Rock e do Heavy Metal. Não faltaram canções como “Long Live Rock ‘n’ Roll” (RAINBOW), “Bark At The Moon” (OZZY OSBOURNE) e “Stormbringer” (DEEP PURPLE). A parte dedicada ao IRON MAIDEN ficou por conta de Falaschi nos vocais. O vocalista do ANGRA presenteou o público com “Flight Of Icarus”, “Two Minutes To Midnight” e “The Number Of The Beast”, além de “The Show Must Go On”, do QUEEN e "King", do ALMAH.

Pouco antes de subir ao palco para participar da festa, Edu concedeu entrevista ao Whiplash. Ele comentou as gravações do segundo disco do ALMAH e os novos rumos que o ANGRA vai seguir. As gravações devem ser finalizadas na próxima semana. A previsão de lançamento é em setembro.

Como está o processo de gravação do novo disco do ALMAH?

Edu: "O ALMAH é uma banda, não é mais um projeto solo. Desta vez convidei brasileiros para fazer parte da banda. A idéia é dar continuidade ao trabalho com as mesmas pessoas tocando ao vivo. O trabalho está maravilhoso com um pessoal humilde e que toca muito. É a formula perfeita para conseguir um trabalho no mínimo prazeroso. Se não for o melhor, será um dos melhores discos que gravei em minha carreira".

Qual a diferença entre o novo disco e o primeiro trabalho?

Edu: "A diferença principal do novo para o primeiro é a participação de todos da banda nas composições. Todo mundo contribuiu. O CD tem um estilo próprio. É mais uniforme. O primeiro foi mais experimental. As músicas têm o estilo do Almah, que vai dar continuidade aos próximos trabalhos. As músicas estão mais trabalhadas. O acabamento do CD está melhor".

No novo trabalho tem a participação de Felipe Andreoli, que é um antigo parceiro do ANGRA. Este fator imprime uma identidade do ANGRA no ALMAH?

Edu: "Existe uma influência de ANGRA por eu ser o vocalista e o Felipe baixista. Mas estamos procurando o estilo próprio da banda, que deseja uma carreira. Os músicos são muito bons e têm suas próprias características, que vão contribuir com o trabalho".

Como estão as negociações para lançar o disco?

Edu: "O CD deverá sair no final de setembro, no Japão, na Europa, Brasil e nos Estados Unidos. A idéia é manter o trabalho e seguir em frente para fazer turnê e mais discos. Em breve vamos fazer a primeira turnê mundial. Queremos marcar para 2009. Não temos datas, mas estamos estudando".

Com o ALMAH se tornando uma banda e não mais um projeto solo, como fica a situação do ANGRA?

Edu: "O ANGRA por enquanto está parado resolvendo os problemas legais, que não são tão legais (risos), mas está tudo em paz e tranqüilo. Estamos só aguardando o momento certo para voltarmos com força. Obviamente algumas mudanças vão acontecer na banda devido a todos os problemas. O importante é que o ANGRA volte firme e forte e dê alegria para a gente e para os fãs. É o nosso maior desejo".

As mudanças são na parte administrativa ou na formação?

Edu: "Ainda não posso antecipar o que será decidido, mas serão mudanças que vão fazer diferença na parte artística e administrativa também".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

AngraAngra
Banda reage à tragédia com Adrenaline Mob

1873 acessosAngra: Os primórdios de Angel's Cry antes da Demo Reaching Horizons941 acessosAngra: mais um vídeo das gravações do novo álbum1906 acessosBlind Guardian e Rhapsody: Como seria Hansi e Lione cantando juntos?2675 acessosAngra: Uma rara versão acústica de "Carry On" com Andre Matos0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Edu Falaschi e Luciano Huck

Kiko LoureiroKiko Loureiro
Como ele vê ser chamado de melhor guitarrista por Dave Mustaine

VozVoz
10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas (Parte I)

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"

ManowarManowar
O dia em que a banda arregou pro Twisted Sister

CuriosidadeCuriosidade
Artistas que odeiam suas próprias músicas

Iron MaidenIron Maiden
Fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast

5000 acessosSepultura: O solo de Eloy que fez o RIR aplaudir o Gloria5000 acessosBruce Dickinson: ouça o alcance vocal do vocalista5000 acessosÁrvore Genealógica do Metal e do Rock5000 acessosDave Mustaine: em clima hueBR, pede ajuda para banda ter avião como o Maiden5000 acessosJapão: a última fronteira para colecionadores de discos5000 acessosJimi Hendrix: Segundo Carmine Appice, ele não gostava do Led

Sobre André Molina

André Molina é jornalista, economista e começou a ouvir heavy metal ainda quando era criança. Tem 30 anos de idade e Rock 'n' Roll é sua religião.

Mais matérias de André Molina no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online