Edu Falaschi fala sobre Almah e novos rumos do Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Molina
Enviar correções  |  Comentários  | 

O vocalista do ANGRA e do ALMAH, Edu Falaschi, esteve em Curitiba comemorando o “Dia Mundial do Rock”. A data é festejada no dia 13 de julho, mas o cantor antecipou a comemoração, no bar Crossroads, no dia 11 de julho.

882 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #235000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas

Além de Falaschi, a festa reuniu grandes nomes da música local como o guitarrista vencedor do Guitar Idol, Gustavo Guerra, o vocalista do MOTOROCKER, Marcelus, e a banda MONSTERJAM, que foi a responsável pela promoção do evento. Aliás, a MONSTERJAM executou com competência um repertório fundamentado em clássicos do Hard Rock e do Heavy Metal. Não faltaram canções como “Long Live Rock ‘n’ Roll” (RAINBOW), “Bark At The Moon” (OZZY OSBOURNE) e “Stormbringer” (DEEP PURPLE). A parte dedicada ao IRON MAIDEN ficou por conta de Falaschi nos vocais. O vocalista do ANGRA presenteou o público com “Flight Of Icarus”, “Two Minutes To Midnight” e “The Number Of The Beast”, além de “The Show Must Go On”, do QUEEN e "King", do ALMAH.

Pouco antes de subir ao palco para participar da festa, Edu concedeu entrevista ao Whiplash. Ele comentou as gravações do segundo disco do ALMAH e os novos rumos que o ANGRA vai seguir. As gravações devem ser finalizadas na próxima semana. A previsão de lançamento é em setembro.

Como está o processo de gravação do novo disco do ALMAH?

Edu: "O ALMAH é uma banda, não é mais um projeto solo. Desta vez convidei brasileiros para fazer parte da banda. A idéia é dar continuidade ao trabalho com as mesmas pessoas tocando ao vivo. O trabalho está maravilhoso com um pessoal humilde e que toca muito. É a formula perfeita para conseguir um trabalho no mínimo prazeroso. Se não for o melhor, será um dos melhores discos que gravei em minha carreira".

Qual a diferença entre o novo disco e o primeiro trabalho?

Edu: "A diferença principal do novo para o primeiro é a participação de todos da banda nas composições. Todo mundo contribuiu. O CD tem um estilo próprio. É mais uniforme. O primeiro foi mais experimental. As músicas têm o estilo do Almah, que vai dar continuidade aos próximos trabalhos. As músicas estão mais trabalhadas. O acabamento do CD está melhor".

No novo trabalho tem a participação de Felipe Andreoli, que é um antigo parceiro do ANGRA. Este fator imprime uma identidade do ANGRA no ALMAH?

Edu: "Existe uma influência de ANGRA por eu ser o vocalista e o Felipe baixista. Mas estamos procurando o estilo próprio da banda, que deseja uma carreira. Os músicos são muito bons e têm suas próprias características, que vão contribuir com o trabalho".

Como estão as negociações para lançar o disco?

Edu: "O CD deverá sair no final de setembro, no Japão, na Europa, Brasil e nos Estados Unidos. A idéia é manter o trabalho e seguir em frente para fazer turnê e mais discos. Em breve vamos fazer a primeira turnê mundial. Queremos marcar para 2009. Não temos datas, mas estamos estudando".

Com o ALMAH se tornando uma banda e não mais um projeto solo, como fica a situação do ANGRA?

Edu: "O ANGRA por enquanto está parado resolvendo os problemas legais, que não são tão legais (risos), mas está tudo em paz e tranqüilo. Estamos só aguardando o momento certo para voltarmos com força. Obviamente algumas mudanças vão acontecer na banda devido a todos os problemas. O importante é que o ANGRA volte firme e forte e dê alegria para a gente e para os fãs. É o nosso maior desejo".

As mudanças são na parte administrativa ou na formação?

Edu: "Ainda não posso antecipar o que será decidido, mas serão mudanças que vão fazer diferença na parte artística e administrativa também".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

882 acessosRafael Bittencourt: "Eu nunca fui tão feliz", making of #23306 acessosRedeTV!: Sonoridades entrevista a banda Angra nesta quinta-feira529 acessosAngra Fest: Fabio Lione e Pompeu convidam fãs para o festival3773 acessosNando Moura: a trolagem do Megadeth e o Top 5 do Kiko Loureiro3787 acessosAngra: "É o melhor baixista com quem eu já trabalhei, um MONSTRO!"5000 acessosKiko Loureiro: "minha resposta para o Nando Moura"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Edu FalaschiEdu Falaschi
"Não tenho saudades do Angra"

Rock nacionalRock nacional
10 solos de guitarra essenciais

Aquiles PriesterAquiles Priester
Vídeo mostrando um resumo de toda sua carreira

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"0 acessosTodas as matérias sobre "Almah"


VocalistasVocalistas
Três grandes erros na história de três grandes bandas

BateristasBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos

Phil AnselmoPhil Anselmo
Vocalista explica e se retrata por episódio racista

5000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas5000 acessosBateristas: os dez músicos mais loucos de todos os tempos5000 acessosPhil Anselmo: Vocalista explica e se retrata por episódio racista5000 acessosBon Jovi: Jon diz que parou de fumar por causa do custo3251 acessosSlipknot: fazendo todo mundo pular que nem pipoca no Carnaval!4169 acessosMúsica: 13 fatos estarrecedores sobre a atual indústria

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


Sobre André Molina

André Molina é jornalista, economista e começou a ouvir heavy metal ainda quando era criança. Tem 30 anos de idade e Rock 'n' Roll é sua religião.

Mais matérias de André Molina no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online