RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemBanda cancela show porque perdeu laptops e Sebastian Bach alfineta; "Isso é uma piada?"

imagemDigão diz a Jão que não quer treta mas não tem sangue de barata

imagemSe Kiko voltar, o Angra vai imitar o Iron Maiden e ter três guitarristas?

imagemO músico incrível que foi induzido três vezes ao Hall da Fama do Rock

imagemMustaine revela os critérios avaliados na hora de escolher um integrante do Megadeth

imagemJão, do Ratos de Porão, chama Digão para resolver as diferenças em um ringue

imagemO hit regravado pelo Jota Quest que na época derrubou Roberto Carlos do 1º lugar

imagemO músico que desprezou a Rainha no Live Aid e jamais iria ao funeral da Rainha

imagemBlack Sabbath: A opinião de Dio sobre "Heaven & Hell" e "Mob Rules"

imagemMais uma vez! Confira os 5 artistas que mais tocaram no Rock in Rio

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemComo um amigo cego inspirou o hit "Sound Of Silence", de Simon & Garfunkel

imagemA curiosa analogia de Kiko Loureiro sobre Uber e F1 para explicar importância da prática

imagemNovo produtor do Slipknot esperava mais do grupo, afirma guitarrista


Stamp

Tim Owens: "eu canto sobre qualquer coisa!"

Por Marco Néo
Fonte: Metal Rules
Em 05/07/07

O site Metal-Rules.com recentemente conversou com o vocalista do ICED EARTH e do BEYOND FEAR, Tim Owens, sobre o novo álbum do Iced Earth, "Framing Armageddon".

Metal Rules: Como vocalista, você não acha às vezes difícil separar uma banda da outra?

Owens: "Não, não, é a minha voz, eu não a disfarço para cada banda, não canto diferente. Eu canto. Cantar no Iced Earth é como vestir uma luva, sou EU cantando, seja material novo ou antigo, é algo com o qual eu me encaixo. É ótimo de se fazer, se você pensar bem não é uma mudança".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

MR: Alguns fãs 'old school' do Iced Earth ainda ficam perguntando por que o Matt não está na banda, será que o Tim é tão bom vocalista e blá blá blá...

Owens: "Bem, isso é uma coisa que sempre vai existir. Ainda há fãs que gostam do vocalista anterior ao Matt. Eu ainda ouço isso, pra falar a verdade. É o jeito das coisas, o Matt é um bom vocalista e um cara legal e as pessoas fazem isso. Eu até acho razoável que as pessoas queiram o Matt, mas ainda assim elas devem olhar para o futuro, abrir seus corações e ouvir, vir aos shows e ouvir. Mas sempre vai existir isso…"

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

MR: Você procurou colocar seu ponto de vista durante a composição das músicas? Porque no álbum anterior você basicamente só entrou e cantou as músicas que já estavam prontas.

Owens: "Foi difícil com este também, é a história do Jon, está toda na mente dele, fica difícil falar alguma coisa, sabe? A vantagem desta vez é que não havia alguém cantando no disco antes de mim, então o Jon pôde abrir mais o leque de idéias, compor material que ele sabia que poderia até chegar a algum lugar diferente".

MR: Sobre as letras, da última vez vocês tinham toda essa coisa sobre guerras e lutas diferentes e desta vez o assunto gira em torno de fantasia. Tem algum tipo de letras que você prefira cantar, tipo sobre guerra, fantasia ou assuntos mais realistas?

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Owens: "Eu canto sobre qualquer coisa! Gostei de cantar 'Gettysburg'... foi incrível de cantar porque é uma música tão estupenda, as três músicas foram fantásticas e só de conseguir reproduzir tudo aquilo ao vivo já foi espetacular, não é alguma coisa que dê pra desprezar. Não sou um fã de ficção científica, e desta vez tudo tem uma aura de ficção científica. Mas também há um lado humano, não é simplesmente sobre a vinda de robôs. É quase que um humano… você me entende? Digamos que seja não-ficção, podemos colocar desta forma. Mas eu gosto mesmo de cantar sobre coisas normais, coisas que eu possa sentir, entender e saber o que se passa".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

MR: Então você deve achar meio bobo cantar sobre magos e demônios e dragões e espadas...

Owens: "Bom, na verdade eu fiz isso no Beyond Fear, cantei sobre isso na 'Scream Machine' e ela foi escrita desse jeito pra ser meio que uma cutucada, uma música bem ao estilo Judas Priest. Foi a última música que escrevi para o disco e eu a escrevi para ser uma pequena mensagem, meio que para dizer para o Priest que eu poderia ter ajudado nas composições, bastava eles terem me pedido. Então eu compus 'Scream Machine', que é uma música bem ao estilo do Judas Priest, e acabou que ela se tornou a música mais popular do álbum. É até meio engraçado que eu esteja cantando sobre um monstro de metal que está vindo te pegar (risos) mas é isso o melhor sobre o heavy metal, eu posso fazer uma música sobre qualquer coisa, desde política até monstros de metal, demôniso e magos ou história. É muito legal que seja desse jeito, eu não gostaria de me limitar a escrever sobre apenas um assunto".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

A entrevista completa (em inglês) está no link abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Tim Owens: Saída do Iced Earth não foi amigável

Tim "Ripper" Owens foi aconselhado por Wendy Dio a cair fora do Iced Earth

Sedentos por Sangue: confira 5 belas canções sobre Vampiros

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Marco Néo

Nascido na primeira metade dos anos 70, teve seu primeiro contato com sons pesados quando o Kiss veio para o Brasil, em 83, mas não compreendeu bem o que era aquilo. A contaminação efetiva ocorreu um ano depois, quando conheceu Motörhead, Judas Priest, AC/DC, Iron Maiden. Desde então, tornou-se um apaixonado colecionador de tudo o que se refere a Metal e Rock'n'Roll, independentemente de subestilos.

Mais matérias de Marco Néo.