ACDC: Cliff Willians sobre novo CD: "Não há nada de concreto!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Blabbermouth
Enviar Correções  

Em entrevista conduzida por Thomas S. Orwat Jr. e publicada no Glam-Metal.com, o baixista Cliff Williams (AC/DC) falou sobre sua participação no Classic Rock Cares, projeto de caridade que conta ainda com o seu companheiro de banda, o vocalista Brian Johnson, além do também vocalista Joe Lynn Turner (RAINBOW, DEEP PURPLE) e Steve Luongo, que atuou na JOHN ENTWISTLE BAND, e, como não podia deixar de ser, comentou a atual situação do AC/DC.

AC/DC: banda publica vídeo raríssimo de "Let Me Put My Love Into You" no youtube

Ozzy Osbourne: 25 coisas que você não sabe sobre ele

Glam-Metal.com: Você sempre se manteve afastado dos holofotes por ocasião das pausas do AC/DC, portanto deve realmente acreditar nesta causa para sair em turnê por ela.

Cliff: "Por que não deveria, é uma coisa muito boa a se fazer. Tocamos e arrecadamos um pouco de dinheiro para caridade, é ótimo, adoro isto. Mas a razão principal é que o AC/DC está inativo faz algum tempo e quando retornarmos quero saber que tipo de instrumento usarei. Preciso tocar e Brian precisa cantar, nada melhor que num projeto destes".

Glam-Metal.com: Já passou pela sua cabeça a idéia de trabalhar num CD solo nestes períodos?

Cliff: "Não, me diverti com esta idéia vinte anos atrás, mas não há nada que eu gostaria de fazer, nada mesmo. Estou muito feliz no AC/DC, estou com os caras há trinta anos, me sinto realizado e adoro quando nos juntamos para tocar. Este projeto paralelo também tem sido divertido, estou adorando e isto é suficiente para mim".

Glam-Metal.com: Você ficou marcado como um dos baixistas mais influentes do Rock, tocou em discos que venderam milhões de cópias e está em uma das maiores bandas de todos os tempos. Ainda há algo que gostaria de realizar em sua carreira que ainda não tenha feito?

Cliff: "Wow... não desejo mais nada. Simplesmente curto tocar e estou feliz de ainda poder tocar. Não há nenhum objetivo a ser atingido, sou afortunado com minha carreira e ainda gosto muito do que faço. Então acho que se há algo que ainda queira é exatamente fazer isto que eu faço".

Glam-Metal.com: Sendo um grande fã da era "Highway To Hell", preciso te perguntar como foi a última turnê com Bon Scott e se você sentia naquele momento que a banda explodiria logo em seguida?

Cliff: "Acho que havíamos começado a sentir um pouco da fama, mas não tanto antes do 'Back in Black' fazer sucesso em todo planeta. Sabe, estas coisas nos impressionam. Você está fazendo o seu trabalho cotidiano e um dia tudo explode. Meio que estávamos começando a sentir o gosto da coisa e de repente tudo virou uma loucura".

Glam-Metal.com: Qual seu disco favorito do AC/DC?

Cliff: "Tenho que dizer que é o 'Powerage', pois foi o primeiro em que toquei e conta com grandes canções. Foi uma gravação muito importante para mim. E naturalmente gosto muito do 'Back In Black'".

Glam-Metal.com: Há muitos rumores sobre um novo disco e uma turnê do AC/DC em 2008. Algum fundo de verdade neles?

Cliff: "Não há nada de concreto. Também ouço estes boatos. Quando Malcolm e Angus Young estiverem prontos e com todo o material reunido, eles nos chamarão para nos juntarmos e finalizar a coisa. Nunca planejamos a longo prazo, somente quando eles estiverem contentes com o que tiverem em mãos a coisa vai rolar. E isto pode acontecer a qualquer momento, é assim que temos feito há muito tempo e tem funcionado. Todo e qualquer rumor que você ouvir é infundado".

Glam-Metal.com: Quando vocês são chamados, quanto tempo ainda leva para que o novo material seja gravado?

Cliff: "Quando nos reunimos eles já têm tudo planejado. Daí basta tocar e se tivermos algo para acrescentar nós o fazemos".

A matéria completa (em inglês) está no Glam-Metal.com.


adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin