Brasil Metal Union: Bandas comentam expectativas e polêmicas do festival

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

Como fizemos em 2005, submetemos a todas as bandas do "cast" do Brasil Metal Union edição 2006 (19 de agosto em São Paulo) uma entrevista padrão, na qual procuramos esclarecer os pontos mais polêmicos, os pontos de vista de cada um, e o que planejam para o evento. Você poderá conferir cada entrevista e tirar suas próprias conclusões. Mas um fato é claro: todos estão muito felizes em tocar no festival!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Monster (SP)

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Do caralho! Terceira vez que participamos, as duas outras foram excelentes, é uma das poucas oportunidades de tocar pra mais de mil pessoas e mesmo assim ser uma das atrações principais. Um dos públicos mais receptivos que já tivemos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Essa questão de justiça é muito relativa... Que tal colocar uma banda que teve milhões de votos, mas que nunca fez um show? Isso é justo? Que tal colocar uma banda que tem 20 anos de carreira, que faz 100 show por anos, mas não teve um voto sequer? Isso é justo? Quem decide isso?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já me disseram que o Angra não deveria tocar pra dar espaço pra outra banda menor. Eu discordo totalmente, acho que o Angra e o Krisiun devem tocar, já que isso é uma das coisas que viabiliza o festival, porque mais gente vem pra assistir e isso faz com que possamos mostrar o som pra mais gente e que o organizador não tenha um prejuízo monstruoso (risos).

Sei que estamos lá pelo nosso trabalho como um todo e não pela votação. Isso me deixa feliz, não somos uma banda que faz um show por ano, somos uma banda que trabalha e algumas pessoas estão vendo isso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Eu acho que é o melhor cast que o BMU já teve até hoje e todas no mesmo dia, isso é extremamente positivo. Quanto ao local, fiquei sabendo que seria inviável fazer o festival no CIE Music Hall (como das duas vezes anteriores). Achei uma boa escolha, acho um local bem interessante, gosto do esquema dos telões.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Quais os planos da banda para o festival? Há alguma surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

40 min. Como nos anos anteriores. Parece pouco, mas isso é comum em festivais, no OZZFEST tem bandas que tocam 15 min. O Rage tocou 40 min. no Live'n'Louder... Sim teremos surpresas, nosso show sempre é uma surpresa, nunca subimos no palco e apenas tocamos, fazemos um show, quem já viu sabe do que estou falando.

publicidade

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Nem Jesus Cristo que era "filho do cara" conseguiu agradar todo mundo (risos). Conheço o Richard (organizador) e sei do quanto ele luta pela cena do metal no Brasil. Sei também do quanto ele tirou de grana das outras edições do festival, hahaha, quer saber? Se eu fosse ele jamais faria um festival desses! Só nego metendo o pau, dor de cabeça, as vezes pega uma ou outra banda de estrelinhas só pra fuder ainda mais... E a grana é uma merreca no final. Como investimento o BMU não vale a pena. Como evento, é a maior oportunidade pras bandas e pro público de metal. Eu aplaudo o Richard pela iniciativa! E pau no cu de quem mete o pau!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Sim, nós do MonsteR pagamos dez milhões de dólares em notas usadas e fora de série... Ah é, o Richard também pediu um helicóptero e um número 1 do McDonalds sem picles (ele não gosta). Não seja ridículo! Nunca pagamos pra tocar e não considero essa opção.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Quando assisti o show do Malefactor fiquei chapado! Eles mandam muito bem, são poucas as bandas onde o mesmo vocal faz o gutural e melodias e que os caras da banda usam harmonia vocal. Sem contar o peso do som e a postura de palco dos caras. Puta banda! Tanto que fiz questão de comprar o CD direto da mão deles. Eles merecem mesmo, acho uma ótima indicação.

Como estão os planos da banda para 2006?

Nossos objetivos pra 2006 são conquistar a Asia a Oceania e mais dois continentes a nossa escolha (risos). Vamos lançar um novo CD em novembro, agora é assim, um por ano! E continuar fazendo shows... Banda que não faz show não existe! (risos) Estaremos relançando nosso primeiro CD no BMU, vai estar a venda por dez reais no local.

Mensagem final:

Vão ao BMU, doze bandas do caralho tocando na mesma noite! Quando isso vai acontecer de novo? Entrem em nosso site e vão decorando as músicas pra cantar com a gente! www. monstermetal. com Obrigado a galera do Whiplash pelo espaço e a galera do BMU pela oportunidade. Amém!



Hibria (RS)

Entrevista respondida por Marco Panichi

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Temos orgulho de estarmos participando desta edição do BMU. Há um bom tempo desejamos tocar em São Paulo e será muito irado tocarmos em um festival em que o público e a produção nos incluiram como uma das bandas mais representativas, hoje, do cenário nacional. Esperamos fazer por merecer nossa escolha por parte do público.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Foi boa a iniciativa da votação ter sido feita no Whiplash! e da produção do BMU ter sido clara em dizer desde o inicio que, apesar da votação, o cast final seria escolhido por eles. As duas fases contribuem para que os estados escolham seus representantes, o que é bom também.

Com isso as bandas entram conforme a opinião do público e a produção elimina-as segundo os critérios de distribuição geográfica, participação anterior e outras variáveis, permitindo que o festival dê uma boa amostra da cena atual do Metal brasileiro, passando por todos os estilos.

A discussão se houve justiça ou não deveria ser levantada após o festival, não antes. O público que comparecer ao evento e assistir a todos os shows poderá opinar se a escolha foi adequada ou não.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

O único ponto negativo que vemos é que menos bandas participarão do festival nesse formato. Por outro lado, a concentração do público em um só dia é melhor para os grupos que estiverem se apresentando.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Queremos mostrar toda a nossa força ao vivo. Somos uma das únicas, se não a única banda do Cast do BMU, que nunca tocou em São Paulo. O apoio dos headbangers é o nosso combustível e vamos agradecer este apoio a todos com um show de quem há muito espera ansiosamente para mostrar o álbum Defying the Rules para o público além do sul do país.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

É impossível agradar a todos. Não acompanhamos o que aconteceu em 2005 mas achamos natural que hajam protestos dos que não conheciam ou não entenderam os critérios de escolha e acreditaram que somente a votação determinaria os participantes.

Acreditamos que os critérios foram devidamente divulgados e desde o início ficou dito que a escolha do elenco final para tocar no festival ficaria a cargo da produção do evento. A votação seria uma base para saber o que o público, de uma maneira geral, esperava para o BMU 2006.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não, não pagamos para tocar no BMU. Não pagaríamos pois seria o mesmo que querermos entrar numa festa para a qual não fomos convidados. Infelizmente isso é uma prática comum e bandas com pouca qualidade acabam comprando boas oportunidades, prejudicando a cena, o público e na maioria das vezes a sí próprias pois têm pouco a apresentar ao vivo. Mas ao fim é uma decisão de cada banda.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Desconhecemos os critérios adotados pela revista Roadie Crew. No entanto achamos que nenhuma banda ou o público se sentiu iludido ou enganado com isso. Desejamos boa sorte à Malefactor!

Como estão os planos da banda para 2006?

Estamos finalizando as composições do novo CD e desejamos fazer mais shows. Acreditamos que a ida ao BMU será a oportunidade de apresentarmos o HIBRIA ao vivo em São Paulo e esperamos ter novas oportunidades ainda em 2006.

Mensagem final:

Esperamos ver o público curtindo os shows do BMU e convidamos a todos para o nosso show!!! Para conhecer mais do HIBRIA, algumas músicas e suas letras visitem o site da banda, www. hibria. com.

Uma grande bangueada e até o dia 19 de Agosto em São Paulo!!!



Akashic (RS)

Entrevista respondida por Rafael

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Vai ser muito legal uma vez que participamos da segunda edição e agora o BMU está consolidado como o grande Festival de Metal do Brasil.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Achei muito legal a oportunidade da galera poder participar e ajudar a escolher o cast, é a receita para o sucesso do festival.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Acho que reformulações são sempre bem vindas, só saberemos o resultado prático após a experiência.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Faz um ano que o Akashic não toca em São Paulo, pretendemos fazer um grande show, com várias músicas do nosso novo álbum "a brand new day".

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Particularmente, acho que deveríamos dar mais força para as pessoas que se propõem a organizar esse tipo de festival no Brasil, sabemos que isso não é uma coisa fácil, esse tipo de boato pode desmotivar quem tenta fazer algo a favor do Metal no Brasil, cuidado.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Obviamente não. Se fosse uma opção, o akashic como banda, não faria.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Acho que todas as bandas que estão no cast, poderíam representar bem o Brasil no Wacken, com certeza o Mallefactor cumprirá bem este papel.

Como estão os planos da banda para 2006?

Estamos fazendo vários shows e nossos planos maiores estão para 2007, aguardem.

Mensagem final:

Esperamos todos no BMU, com certeza será um grande festival, estamos ansiosos para rever nossos amigos, até lá!



Silent Cry (MG)

Entrevista respondida por Dilpho Castro

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Fantástica, é a nossa segunda participação na primeira levamos um cover do Andréas do Sepultura que foi um momento mágico, estamos ansiosos para subir ao palco e mostrar nosso trabalho de forma honesta.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Sim Achei super justo, mas não concordo com votação, e vou explicar porque... hj em dia uma banda qualquer pode conseguir 1mil votos por dia... basta ter um amigo q possa votar o dia todo na banda... mas apesar disso achei que a organização soube driblar isso e viu quais as bandas estão realmente em evidencia perante o publico vendas de CDs etc... o Silent Cry não fez nenhum tipo de campanha ate porque estávamos em turnê e sem tempo de pensar em qualquer outra coisa, só acho que deveria acabar essa votação para evitar maiores transtornos no futuro e selecionar as bandas por vendas e aparições etc...

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Bem virou uma salada e somos os únicos de estilo Gótico do festival espero que não joguem tomates no Silent Cry rsrsrs... com certeza nosso publico vai estar presente e será ótimo representar nosso estilo... que vem agradando a todas as vertentes do metal com o novo álbum darklife, esse fator é bom porque as bandas vão tocar para um publico maior e assim apresentar seu trabalho a mais pessoas.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Sim temos um plano surpresa mas não posso falar senão deixa de ser surpresa... gostaria que o publico do gothic metal do Brasil estivesse presente em peso para podermos mostrar estas surpresas, nossa ultima lembrança de SP foi na Abertura do After Forever onde tivemos uma recepção impressionante deixando todos da banda emocionados.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Não ligo para o que as pessoas falam, nem Jesus cristo agradou a todos, tanto que acabou morto... também realizo grandes eventos em Minas e sei como é isso... ao meu ver o cast esta ótimo ter Angra e Krisium no mesmo palco vai ser fantástico.. e quem não gostou acho que simplesmente devia ficar em casa vendo zorra total... mas sabemos que isso é uma minoria irritada, o BMU 2006 na minha opinião tem o melhor cast ate porque tem angra e Krisium e trarão publico para outras bandas como a nossa para mostrar serviço.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não pagamos pra tocar e não pagaria de forma alguma... Silent Cry nunca pagou pra tocar, se tivéssemos uma demo lançada apenas talvez sim valesse a pena.. as bandas num pagam anuncio em revistas? Tocar é uma exposição muito melhor... mas graças aos 12 anos de estrada do Silent Cry estamos felizes porque temos nossos fãs fieis e valorização de nosso trabalho, fizemos uma turnê no nordeste a pouco que foi sucesso de publico na maioria dos shows, estamos nos preparando pra gravar DVD no dia 07 de outubro no teatro em nossa cidade com quarteto de cordas, piano etc.. "Darklife" é um álbum 100% elogiado? O que podemos querer mais? basta esperar e continuar trabalhando para que venha mais frutos.

E o que achou da escolha do Mallefactor para o Wacken?

Perfeita já fizemos muitos shows ao lado desta grande banda, os caras são meus amigos de buteco, inclusive tocamos em Salvador na despedida deles... eles merecem TUDO de bom.. são headbangers e trabalham a anos para ter o reconhecimento, parabéns Vlad e Malefactor... vocês merecem, e quebrem tudo na Alemanha!!!

Como estão os planos da banda para 2006?

Vamos fazer dia 07 de outubro as primeiras imagens para um futuro DVD com uma super produção, a "Dark Tour" caminha bem, vamos tocar no BMU (Risos) estamos com site novo www. silentcry. com. br enfim estamos concretizando nossos ideais.

Mensagem final:

Nos vemos no BMU moçada e se puder passem no nosso site e cheguem lá cantando as musicas www. silentcry. com. br abraço a todos!!!



Karma (SP)

Entrevista Respondida Por Felipe Andreoli:

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Já havia participado do festival outras vezes, mas sempre com outras bandas. Desta vez, vou tocar não com uma, mas com duas bandas minhas, o Angra e o Karma. Vai ser sem dúvida uma data inesquecível pra mim, porque é praticamente o fechamento de um ciclo.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Pra início de conversa, só o fato de o público ter o papel principal na escolha do cast já é muito legal. Agora então, com os resultados divulgados etapa a etapa, tudo ficou extremamente transparente. Creio que o cast é justo, pois sua escolha foi feita levando-se em conta diversos fatores que acabam tendo uma relevância maior até do que o número de votos em si, até porque bandas que já participaram do BMU outras vezes tendem a ter mais votos.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Acho que assim as bandas envolvidas conseguem uma exposição a um público mais amplo, e ao mesmo tempo o público paga por um só ingresso e tem a chance de ver mais bandas, inclusive aquelas mais consagradas que estão apadrinhando o festival este ano. Tenho certeza que a organização do festival será mais uma vez muito organizada, tornando as trocas de palco ágeis e contribuindo para que o público não se canse.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Esperamos transparecer ao público toda a nossa alegria em estar compartilhando o palco de novo após seis anos, e mostrar que o Karma está melhor do que nunca. Existe uma energia muito especial entre nós cada vez que temos subido ao palco, e desta vez não será diferente. O repertório trará músicas do último disco, "Leave Now!!!" e do primeiro, e também um cover surpresa.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Acho natural que as bandas fiquem decepcionadas em não terem sido escolhidas, e tentem procurar a resposta num tipo de "teoria da conspiração", mas quem conhece o Richard sabe que poucas pessoas no país dão tanto valor às bandas e ao cenário underground quanto ele. Se ele trabalhasse para obter lucro, não faria um festival de metal...

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não estamos pagando nem um centavo pra tocar no BMU, e também não conheço ninguém que esteja, mas se a organização do festival pedisse às bandas alguma contribuição, como uma espécie de investimento, e que pudesse ser recuperada de acordo com a bilheteria, pagaria com prazer, pois só o fato de estar no festival já é uma grande divulgação. As pessoas enxergam o BMU como se estivessem fazendo um favor ao festival, eu vejo diferente. O BMU é uma iniciativa pioneira onde todos devemos nos envolver a fim de manter o festival rolando todos os anos.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Já tive a oportunidade de dividir o palco com o Malefactor uma vez, e pude constatar que eles são uma banda de muita atitude e qualidade, portanto merecem a chance de representar o Brasil num festival da importância do Wacken.

Como estão os planos da banda para 2006?

Temos feito alguns shows de divulgação do disco "Leave Now!!!", que têm sido muito bons, e também alguns programas de rádio e TV. Agora em Setembro gravaremos nosso primeiro videoclip, que vamos disponibilizar assim que estiver pronto. No fim deste anos devemos iniciar as composições para o próximo disco.

Mensagem final:

Mais uma vez gostaria de parabenizar ao Richard, e desta vez também ao Márcio e todo o pessoal da Consulado do Rock por esta iniciativa tão fundamental na cena rockeira do Brasil. Obrigado por acreditarem!



Claustrofobia (SP)

Entrevista respondida por Marcus D’Angelo

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Estamos na expectativa. É a primeira vez que o Claustrofobia toca no festival e posso dizer que esse dia será muito importante pro Claustrofobia e para toda a cena. Estamos ansiosos pra que chegue logo esse dia...

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Achei que foi bem transparente dessa vez. TUDO foi explicado antes e seguido à risca pela produção. Então acredito que está justo sim.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Nós acreditamos que essas mudanças vão ser extremamente positivas. A maioria do público não tem grana, então nas edições anteriores eles tinham que escolher apenas um dia pra ir, sendo apenas a minoria que tinham condições de ir nos dois dias. Por exemplo, as vezes acontecia de repente do cara curtir duas bandas mas elas tocariam em dias diferentes, então ele teria que escolher qual dia ele iria. No BMU 2006 não terá esse problema.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Não estamos pra brincadeira, encaramos todos os shows com a mesma postura então a idéia é uma só, subir no palco e executar nosso Metal na honestidade, no ódio e atitude para fazer a cabeça dos nossos fãs e se possível conquistar novos fãs. Se depender do Claustrofobia, a casa vai cair!

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

As pessoas falam demais e boato é uma coisa que se espalha facilmente. Nós preferimos acreditar no que vemos e sabemos que cada um paga pelos seus atos. Toda produção desse BMU 2006 foi honesta e transparente com o Claustro, por isso iremos participar, caso contrário estaríamos bem longe.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não pagamos para tocar no BMU, nunca pagamos pra tocar em lugar nenhum e nunca iremos pagar pra tocar.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

A banda indicada para o Wacken seria uma das 4 ou 5 primeiras finalistas, e acho que qualquer uma dessas teriam cacife pra tocar no Wacken. Desde o começo a produção foi transparente em divulgar que não ajudaria nos custos da viagem até o Wacken, limitando-se a apenas indicar a banda. Dessa 5 bandas o Mallefactor teve condições de assumir essa responsa, então espero que eles consigam tudo que merecem nessa oportunidade.

Como estão os planos da banda para 2006?

Como sempre estamos tocando em todos os lugares possíveis e pretendemos continuar. Ao mesmo tempo estamos agitando nossa ida pro exterior.

Mensagem final:

Nós do Claustrofobia desejamos que o festival seja realmente um sucesso. Gostaríamos também de convocar todos os nossos fãs e todos os fãs do Metal Brasileiro e Malokêro para comparecer no BMU 2006 para começarmos a rebelião!!!!



Malefactor (BA):

Entrevista respondida por Lord Vlad

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Sentimento de dever cumprido. Ano passado o festival recebeu inúmeras críticas sobre a forma de seleção das bandas, e este ano tudo aconteceu da forma mais democrática possível e fomos indicados. Quando ainda estávamos comemorando este reconhecimento do público para com nosso trabalho, veio o convite para tocar no Wacken, então este ano é o melhor ano de nossas vidas no que diz respeito ao MALEFACTOR. Tocar no BMU este ano será fundamental e com certeza uma ponte que pode nos levar ainda muito mais longe.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Concordo totalmente! Achei ultra democrático e qualquer pessoa correta entendeu os critérios. Mas também respeito quem não gosta do festival, basta não se inscrever mais, é fácil.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Cara, não posso ainda opinar pois ainda não rolou, mas acho que será o melhor de todos. O espaço eu acho bem melhor, pois este ano acredito que será recorde de público. Só o fato de não haver white metal este ano, pra mim já é sinal de melhora. Nunca concordamos com este ramo de música, mesmo que um bocado de loucos achem que apoiamos o mesmo por termos tocado no mesmo festival. Vejam os casts dos festivais da Europa e vão ver sempre bandas com imagem cristã tocando com ícones do metal negro. Vamos ver no que dá. Acho que será o melhor BMU e iremos dar nosso sangue no palco.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Desde 2004 que estamos com uma vontade enorme de colocar fogo no palco, mas tem um monte de exigências de segurança e afins. Não vejo a hora de poder "incendiar" mesmo uma casa de show lotada em São Paulo e com certeza muita gente gostaria de ver fazermos isso por lá. A surpresa serão as músicas novas e estaremos chegando com uma energia renovada, pois seremos os representantes do Brasil no Wacken Oper Air. Com certeza estamos animados pra caralho para o WOA e o BMU.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Todo ano é uma choradeira enorme e um monte de gente descendo a lenha no festival, só que todo ano a maioria das pessoas que criticam, inscreve suas bandas na eliminatória do ano seguinte e isso para mim é sinal que o cenário ainda precisa amadurecer.

Depois vem com conversa mole "eu nem sabia que minha banda estava participando". MENTIRA! Os links ficaram no Whiplash. Bastava mandar email falando "tirem meu nome da eliminatória". Depois que perde, falar mal é covardia. Este ano TODOS os critérios foram declarados abertamente, e mesmo assim uma leva de bandas saíram se dizendo roubadas ou enganadas, mesmo os critérios tendo sido expostos com antecedência. Por mim não deve haver mais votação, já que quem perde não aceita e quem ganha é chamado de poser, uhahuahuahu, como se nós após 15 anos de luta ainda tivéssemos tempo pra perder com imagem. Por mim deveria se eliminar a votação e colocar agora só quem REALMENTE tem algo a oferecer, quem achar ruim, que monte seu próprio festival e corra atrás de suas produções, afinal, falar é a coisa mais fácil que existe. Com poucos anos de vida, qualquer criança já fala. Difícil é realizar. Como dizia o grande Chuck Schuldiner "Support Music, Not Rumors".

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Como abertamente relatado nos critérios do evento, nós estamos indo na cara e na coragem pro Wacken e para o BMU. Não fizemos qualquer acordão que fosse, não estamos PAGANDO a ninguém que não seja a companhia aérea.

Se eu subornasse alguém para tocar eu seria um burro completo, porque ninguém vai admirar o Malefactor se ela for uma bosta de banda. Não adianta lançar discos que parecem feitos de ouro ou comprar metade de uma revista com anúncios, o headbanger faz parte do publico mais crítico do mundo, e portanto estamos INVESTINDO na banda. Pagar a alguém para tocarmos JAMAIS! Sob nenhuma hipótese. Olhem a nossa situação hoje e nossa situação em 2001. Quando nós dissemos que iríamos para a Europa, um bocado de gente veio e disse "que nada cara, eu que não gastaria meu dinheiro com isso". Ok. Eu gastei e olha a reviravolta na nossa banda. Eu poderia ter gastado com drogas, maluquices, porras louquices, mas preferi gastar com minha banda. Se nós não tivéssemos acreditado no Malefactor, quem iria acreditar?

Obviamente que eu não preciso ficar aqui posando de morador de rua para dizer que sou underground, e ao invés de gastar com cachaça e farra, quando tivemos que gastar, gastamos com viagens pro exterior e pra festivais de grande porte. Quem me conhece sabe que desde 1991, 80% do que eu ganho, invisto no MALEFACTOR. Não sou rico, mas já era pra ter um carro bom há anos e não consigo, esta banda não deixa. Huauhauha. Ficar em casa com as pernas cruzadas e posando de fodão é que não dá. Há algum tempo que já tocamos ganhando um cachê razoável e obviamente que as coisas irão melhorar depois do Wacken, mas exceções são feitas por qualquer banda do mundo quando se tem algo que vai ajudar na construção do seu nome. Acho melhor jogar limpo do que ficar posando. Com exceção do Angra, do Krisun e das bandas convidadas TODAS as outras do BMU não estão recebendo um centavo que seja, mas estarão tocando numa casa de shows enorme, com som e luz de primeiro mundo para milhares de pessoas. Acho melhor do que ganhar R$200,00 pra tirar onda que ganha cachê e tocar pra 20 pessoas num porão qualquer. Mas com certeza todo produtor que quiser o Malefactor em sua cidade sabe que tudo irá mudar em 2006, para algo melhor e maior para todos os envolvidos.

Vocês estarão tocando no Wacken, num dia que terá o Scorpions e Michael Schenker Group. O que pretendem mostrar aos Europeus, mesmo só tendo 30 min de show?

Com todo respeito, eu acho errado usar SÓ 30 minutos no meio da pergunta. O BMU oferece 10, 20 minutos a mais e nós já provamos o "estrago" que podemos fazer com as condições certas. Bandas conhecidas no mundo INTEIRO estarão lá tocando por 1 hora e a gente no meio de toda esta coisa grandiosa que se tornou o Wacken tocando metade deste tempo sem ter nem mesmo um contrato internacional. Então, assim como TODAS as bandas do Metal Battle (de vários países) teremos 30 minutos para dizermos a que viemos e estamos acreditando que podemos representar muito bem nosso país. Sei que devemos agora um retorno a cada pessoa que acreditou no nosso potencial, e ele virá, podem apostar. Ah, e não podemos esquecer que não tem só Europeu por lá não, tem muito sul americano que com certeza será ultra mega bem vindo na nossa apresentação. E demos a sorte de tocar no primeiro dia, que na verdade é um dia de boas vindas ao publico e a única banda ligada ao metal profano no dia 03 é o Malefactor, então acredito que vamos conseguir uma ótima atenção de quem preferir bater cabeça a ver hard rock. Achei bem melhor assim, pois não corro o risco de perder os ótimos shows que virão nos outros dias.

Como estão os planos da banda para 2006?

Divulgar exaustivamente o novo álbum "Centurian" pelo Brasil, e conseguir firmar nosso nome de vez. Estamos no nosso melhor momento e não vamos decepcionar quem sempre nos apoiou.

Mensagem final:

Muito obrigado a todos que tiveram paciência de ler todo este desabafo. Estamos nos sentindo ao mesmo tempo gratos a todos os antigos e novos admiradores e nos sentindo reconhecidos da forma correta, da maneira profissional com que o metal vindo do Nordeste do Brasil sempre deveria ter sido tratado e com toda certeza de uma vez por todas será. Preciso me alongar um pouco mais para agradecer algumas pessoas muito especiais. Nossos endorsers, porque antes de muita gente, já sabiam que tínhamos o que mostrar e agora estão tendo o retorno merecido, ao site Whiplash e à Roadie Crew pela transparência e respeito com que tratam as bandas do underground nacional, diferente de algumas revistas que acham que só existe 1 ou 2 bandas no país que mereçam este tratamento, nossa gravadora MANIAC que com inúmeras dificuldades soube dar o tiro certo na hora certa e todos os amigos que iremos reencontrar na Europa e no Brasil.

HAIL CENTURIAN! HAIL BRASIL!



Tribuzy (RJ)

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Ótima, primeiro por estar participando de um festival 100% nacional, e ver que mesmo sendo só com bandas brasileiras,ele teve repercussão o bastante para chegar a essa nova edição,pois sabemos o quanto é difícil. Então me sinto muito honrado em fazer parte desse momento. Pois não se trata de um festival, e sim de uma vitória do nosso cenário em nosso país.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Sim, acho que sim. Não vejo razão para ser diferente. Temos bandas do Brasil todo lá e o Angra fechando a noite, o que é uma ótima garantia de bom publico, então não teria o porque ser diferente. Respondendo pela forma que as coisas aconteceram comigo, posso falar que tudo foi muito claro, honesto e correto. E ainda ter o envolvimento de um site de muito respeito como o Whiplash na escolha, aumenta ainda mais a credibilidade do resultado.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Acho que será mais pratico e eficiente. Não dividirá o publico em dois dias, o que é muito bom.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

No momento ainda não bolamos nenhuma surpresa, e se tivéssemos bolado, se eu falasse aqui deixaria de ser surpresa (risos). Mas posso garantir que será um show muito forte e com muita energia.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Infelizmente essa é uma realidade que temos que enfrentar com cada pequeno passo que damos no cenário metal brasileiro. Já fazemos parte de um cenário onde ninguém ajuda, e alguns daqueles que deveriam manter o cenário vivo, só criticam e atrapalham, isso é uma pena.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não paguei e não pagaria. Não temos como ter uma cena profissional se aceitarmos pagar para tocar. Imaginem um secretario pagando para trabalhar em uma empresa? Isso seria estranho certo? É assim que devemos ver nossas bandas, como nossas empresas, então logo, é estranho pagar para prestar serviço. Não tenho nada contra quem faz, mas eu não faço.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Achei ótimo, quanto mais bandas nacionais de valor e qualidade forem representar o Brasil nos grandes festivais europeus estarei feliz. Acho que foi uma ótima escolha e tenho certeza que sairão de lá vitoriosos.

Como estão os planos da banda para 2006?

Estamos tocando e terminado o DVD ao mesmo tempo, é um parto (risos), mas esta valendo muito a pena.

Mensagem final:

Muito obrigado a todos que tiraram um tempinho para dar uma lida na entrevista. Tudo de bom para todos, muito sucesso para todas bandas que estarão lá conosco dividindo a noite nessa grande festa. Vamos fazer um BMU cheio de energia. Até o show.



Tuatha De Danann (MG):

Entrevista respondida por Rodrigo Abreu

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

É sempre muito bom participar do BMU, por se tratar de um evento que tem o propósito de dar oportunidades às bandas nacionais e fortalecer uma cena que merece destaque. É sempre uma honra participar e saber que em todas as edições obtivemos sempre a melhor ou uma das melhores votações para integrar ao cast, mérito dos fãs, isso é muito gratificante.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Acho que sim, foi uma maneira justa. Pena que o BMU acontece uma vez por ano, no Brasil tem centenas de bandas que precisam desse espaço, mas certamente o cast eleito representará muito bem o cenário nacional.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Acho que toda mudança é para melhorar, difícil saber se a decisão é acertada se não arriscar, mas acredito que valha a pena ver para crer. Acho que o BMU é que nem pizza, de qualquer jeito "tá bão".

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Olha essa resposta terá que conferir lá no dia (Risos). Será nossa despedida do evento e com surpresa ou sem surpresa certamente iremos delirar junto com os fãs para mais essa celebração.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Acho que não, porra pra fazer um evento desta proporção deve dar um trabalho do cacete e nada mais justo que se tenha algum lucro. Não devemos esquecer que o propósito do evento é colocar bandas pra tocar com uma puta estrutura de som, iluminação, lugar legal e garantir casa cheia. Só acho que o preço das bebidas poderiam ser mais baratos, principalmente a água(rs).

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não, nunca. Olha, depende do que a banda estiver esperando, esse "pagar" pode ser um lance empresarial sabe, oportunidade de mostrar a cara para um público que ainda não é seu. Mas essa é uma questão complexa, e entendo que para a proposta que temos no cenário metal nacional esta prática seja desnecessária.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Massa, a banda vem fazendo um trabalho muito bom já faz há tempos, certamente representarão bem o Brasil na Alemanha.

Como estão os planos da banda para 2006?

Então, estamos estudando umas propostas de gravadoras de fora, mas nada certo ainda. Estamos compondo novas canções mas não há previsão de entrada em estúdio. Assim que tivermos coisas mais concretas em mãos divulgaremos, principalmente para vocês que tem sempre nos apoiado.

Mensagem final:

E ae galera, estamos ansiosos pra rever todos vocês no BMU, e não deixem de prestigiar esse evento, que com certeza é feito e refeito pra agradar o público e ajudar as bandas (rs). Dizem de agosto é mês de cachorro louco, então vamos enlouquecer dia 19 de agosto!! Abração



Torture Squad (SP):

Entrevista respondida por Amilcar Christófaro

Qual a sensação de participar desta nova edição do festival?

Nos sentimos super honrados como das outras vezes pois quem nos coloca no festival é a galera que vota. Com certeza isso já é o maior motivo pra ficarmos felizes da vida e ainda mais que o BMU tem uma estrutura muito boa que permite vc fazer um show a altura do festival. Vamos fazer de tudo para que a pessoa que for sinta que valeu cada centavo gasto no ingresso.

O que você achou dos critérios para a escolha do "cast", incluindo a votação no site WHIPLASH! em duas fases? Acha que houve justiça na escolha das bandas?

Achei uma boa forma para o público escolher as suas bandas favoritas e se as bandas que vão tocar no festival foi escolhida por eles, isso é mais do que justo.

O BMU passa pela 2a vez em sua história por uma reformulação total, sendo realizado em apenas um dia, num local mais amplo e com menor número de bandas. Como vocês vêem essa mudança, e como isso pode mexer com o ambiente do festival?

Com certeza vai ser bom como todas as outras edições pois a equipe do BMU é composta de pessoas competentes e profissionais e isso, independente do tanto de dias e de bandas , você sabe que o trabalho vai ser feito com respeito e profissionalismo.

Quais os planos da banda para o festival? Há algo surpresa na manga para este show, mesmo sabendo que o mesmo será de 40 a 50 minutos?

Infelizmente não vamos estar na tour do nosso disco novo e justamente por causa disso vamos fazer algumas alterações no set-list para ter um diferencial. Também já posso dizer que alguma das surpresas é que vamos tocar alguns sons novos só pra galera já ir conhecendo um pouco do que vem por aí.

O BMU novamente foi muito contestado, desde a afirmação de que o festival só visa lucro, até mesmo a votação e escolha das bandas. Por mais que a organização emita releases com explicações oficiais, os mesmos boatos de 2005 se repetem. Como vocês vêem isso?

Eu só posso responder por nós. Sabemos que o festival é idôneo e sempre foi e é por isso que o Richard e agora a Consulado do Rock sempre vão ter o nosso apoio.

Enfaticamente... sua banda pagou para tocar? E se fosse uma opção, o faria?

Não, nunca pagamos , nunca iremos pagar nem para o BMU e nem para qualquer festival ou show que seja. Abrir mão de uma coisa ou outra é normal agora pagar nunca.

E o que achou da escolha do Malefactor para o Wacken?

Boa escolha. É uma banda que está na batalha como nós e tantas outras que conhecemos. Espero que eles agarrem essa oportunidade e represente o Brasil da melhor forma e volte com um contrato debaixo do braço pois assim iremos ter mais bandas brasileiras representando o metal nacional no mundo.

Como estão os planos da banda para 2006?

Gravação do disco novo, aliás estamos nesse processo agora, lançá-lo e tocar o máximo pois é disso que vive uma banda. A nossa vida é na estrada tocando e compondo.

Mensagem final:

A gente queria agradecer o Richard e a Consulado do Rock por continuar a fazer um festival de uma estrutura e porte maravilhosos para as bandas nacionais poderem mostrar o seu trabalho com dignidade e principalmente a cada pesoa que votou na gente pois sem eles não estaríamos aqui e isso não é média não é a pura realidade. Por isso que iremos fazer de tudo pra fazer um show que faça valer a consideração que os headbangers tem pela gente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Andre Matos: Fotos raras e inéditas, fazendo cosplay de DetonatorAndre Matos
Fotos raras e inéditas, fazendo cosplay de Detonator


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

CliHo Cli336 Cli336 Cli336 Cli336 WhiFin Cli336 Cli336