Van Halen: Prejuizo de 85 mil dólares por causa de um M&M marrom

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro do Metal
Enviar correções  |  Comentários  | 

Fazer pedidos extravagantes para os produtores de show, é coisa mais do que habitual no cenário musical, mas a banda Van Halen usou um artifício bastante interessante e inteligente nas cláusulas do seu contrato. De um total de 53 páginas, no meio de outras exigências como iogurte Danone, copos de manteiga de amendoim Reese, batatas fritas com molhos variados, e até mesmo um tubo grande do lubrificante KY Jelly, aparecia no artigo 126 da página 40, um estranho pedido para que servissem um grande pote de M&Ms mas que não servissem de forma alguma, M&Ms da cor marrom, sob pena de cancelamento do show com compensação integral. Esse foi o modo que a banda encontrou para saber se realmente os produtores leriam todo o contrato e saber se eles estavam preparados para dar suporte à banda, e dessa forma, se certificar que nenhum problema ocorresse durante o show, pois de acordo com o raciocínio de David Lee Roth, um produtor que não foi detalhista o suficiente para lidar com tarefas simples, então, a probabilidade de negligências com atividades maiores e de maior risco, poderia ser enormes.

5000 acessosTop 20: os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR5000 acessosCannibal Corpse: o pescoço gigante de George Fisher

Eis que no dia 30 de março de 1980, na "University of Southern Colorado" (agora "Colorado State University – Pueblo"), em Pueblo, Colorado, a pegadinha surtiu efeito, e a banda encontrou um M&M marrom em uma tigela no camarim. O resultado foi devastador. David Lee Roth segurou o objeto marrom da discórdia em suas mãos, assim como Shakespeare, naquela célebre cena segurando o crânio em uma de suas mãos, e indagou: “O que é isso diante de mim?”. Logo em seguida, despejou o buffet no chão, fez um buraco na porta, e destruiu todo o local. O valor do estrago ficou em torno de 12 mil dólares.

O piso emborrachado da quadra de basquete também foi danificado por causa do peso dos equipamentos, chegando a 85 mil dólares o valor total do prejuízo naquela Arena. Se os produtores tivessem lido o contrato na íntegra, saberiam que o piso não aguentaria todo o peso a que foi submetido (o peso total da montagem do palco era especificado no artigo 148), e mostrou o quanto a banda estava certa em se preocupar com a segurança de todos.

Hoje em dia, ao invés de ser considerado mais um dos pedidos extravagantes de um Rockstar enlouquecido, a pegadinha do M&M marrom, não é apenas imitada por outros músicos, mas também citada por outros consultores de negócios em todo o mundo. Uma lição aprendida na escola do Rock.

No link abaixo, você pode acompanhar todas os detalhes dessa incrível história contada por David Lee Roth.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de julho de 2014

Top 20Top 20
Os discos e singles mais odiados do rock, segundo o UCR

445 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Eddie Van HalenEddie Van Halen
"Não tenho nada a ver com Jimi Hendrix"

Van HalenVan Halen
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

GuitarristasGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"

Cannibal CorpseCannibal Corpse
O impressionante pescoço gigante de George Fisher

BaixosBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

Collectors RoomCollectors Room
Uma impressionante coleção de ítens do Iron Maiden

5000 acessosMetal Brasileiro: 10 bandas recomendáveis fora o Sepultura5000 acessosMotley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee5000 acessosOzzy Osbourne: Sharon conta como o Madman tentou assassiná-la5000 acessosLegião Urbana: Marcelo Bonfá explica performance ruim no celular5000 acessosFoo Fighters: os álbuns da banda, do pior para o melhor5000 acessosBillboard: As bandas mais bem pagas desde 1990

Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N’ Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online