W.A.S.P.: Os supostos plágios de Blackie Lawless.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Willba Dissidente, Fonte: Rock Dissidente
Enviar correções  |  Ver Acessos

Uma das maiores bandas de Heavy Metal tradicional dos anos 80, os estadunidenses do W.A.S.P. já passam dos 30 anos de carreira. Durante esse período a banda, que começou firme no visual e temática Dark Glam, passou por diversas formações, mas sempre liderada pelo inusitado Blackie Lawless. Uma característica que o grupo foi adquirindo, ainda que timidamente na década de 1980 e mais marcante do final dos anos 1990 para cá, foi de, supostamente, se valer de trechos de músicas antigas para criar canções novas.

W.A.S.P. e Accept: bandas confirmam show único no Brasil em GuarulhosMetromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Tal "deja vú" foi o tema abordado pelo site "Rock Dissidente", que listou às vezes que Blackie Lawless "se copiou" ou "homenageou" outro grupo. Tais indicações de plágio são polêmicas, por isso a matéria começa com o aviso de "que este site é feito por um fã do W.A.S.P. e que não estamos acusando ou menosprezando a banda, tão somente apontando uma curiosidade para quem se interessa por ela".

Vamos a lista, organizada por ordem cronológica crescente do suposto plágio:

01 . "95 N.A.S.T.Y." (1986) X "Tear Down The Wall" (1980).

Após sair de sua cidade natal, Nova York, para acompanhar o ex-baixista do NEW YORK DOLLS a Los Angeles, Lawless participou primeiramente do grupo "Circus Circus", onde já tocava com o guitarrista Randy Piper (que ficou nos dois primeiros discos do W.A.S.P.).

Como o "Circus Circus" acabou sem deixar registros oficiais, nos parece, até então, que o vocalista simplesmente se aproveitou da estrutura de uma música que ele escreveu e nunca pode lançar, para uma composição do disco "Inside The Eletric Circus".

Há também uma música do W.A.S.P. chamada "Tear Down the Walls" no disco "Neon God Part II: the Demise", de que trataremos adiante, mas sem outra relação com a antiga.

02 . From Whom the Bells Tolls (1989) X Don't What I Am (1981) X The Gipsy Meets the Boy (1992).

Parte da Ópera Metal escrita por Lawless na época da primeira grande ruptura do W.A.S.P., poucos sabiam que esta bela balada parece ter sido inspirada em um som que faz parte do lado B do single de "The Real Me", cover do THE WHO, lançado oficialmente em 1989. Confira abaixo.

Posteriormente, a época da internet revelou que durante o SISTER, grupo que tinha como baixista Nikki Sixx, que futuramente fundaria o MÖTLEY CRÜE, já havia uma outra música que trazia "semelhanças" com a que ficou imortalizada no "Crimson Idol". Se como da primeira vez, Lawless quis se aproveitar de uma canção nunca gravada oficialmente, qual teria sido a intenção do músico ao voltar a este som em 1992?

Se você reparar na letra, irá perceber que parte da introdução de "The Invisible Boy" foi surrupiada desta da música do SISTER.

03 . "Don't Cry (Just Suck)" (1999) X "Blind In Texas" (1984).

Ouvindo essa música um tanto controversa com a temática do sexo oral lançada na volta do W.A.S.P. com sua sua sonoridade clássica, nós notamos semelhança no riff principal, virada de bateria e estrutura na introdução de sons mais famosos do grupo. Você concorda?

04 . "Let It Roar" (2001) X "L.O.V.E. Machine" (1984).

No disco de estúdio que marcou a (última?) despedida do clássico guitarrista Chris Holmes, há quem diga que a faixa supracitada é semelhante demais com o famoso petardo do debut.

05 . "Clockwork Mary" (2004) X "I Can't" (1995).

Se nas músicas anteriores a "parte semelhante" era na introdução, na sua segunda Ópera Metal, Lawless usou toda uma passagem instrumental e as letras, sem mudar uma linha sequer. Repare aos 02:27 da música do "Neon God" e aos 02:03 da canção do "Still Not Black Enough".

06 . "Take Me Up" (2007) X "Hallowed Ground" (2002).

Ainda que canção de 2002 tenha um arranjo mais trabalhado e efeitos na voz de Lawless, as notas do piano usado no canto das duas músicas soam exatamente as mesmas.

07. "See Me, Fell Me" (1969) X "Last Redemption" (2008).

Essa foi a única vez que encontramos em que Lawless se valeu da música de outro compositor, seu bom amigo Pete Townsend, do THE WHO. Se você reparar, as notas tocadas em parte da introdução do longo tema que fecha o disco "Tommy", que deu fama aos ingleses, são as mesmas da música que encerra a segunda Ópera escrita pelo estadunidense. Uma homenagem a seu amigo e mentor?

08 . "Crazy" (2009) X "Wild Child" (1985).

Nos parece que se forem invertadas as notas da introdução da clássica canção do disco "The Last Command", você ouvirá exatamente as primeiras notas da música que abre o disco "Babylon".

09 . "Babylon is Burning" (2009) X "Burning Man" (2007).

Para fechar, se das outras vezes Blackie Lawless pegou uma música famosa do W.A.S.P. e reutilizou parte dela em uma outra que não deu muito certo, aqui a "suposta estratégia" foi mais longe. Pois, a mais antiga foi single do disco "Dominator" e a mais nova era carro chefe do mais recente disco do grupo "Babylon".

Lembramos que as músicas dos discos "Crimson Idol" e "The Neon God" em que trechos se repetem dentro destes mesmos álbuns foram desconsideradas, pois estes trabalhos têm estrutura de ópera, o que permite tal formato e recorrências. Encerramos a listagem deixando livre o espaço de comentários para leitores exporem se esquecemos alguma música ou exageramos em alguma indicação de suposta semelhança. O "Rock Dissidente", encerra sua matéria afirmando que acima de toda controvérsia está o fato que o W.A.S.P. é um dos maiores nomes do Heavy Metal, "e quando a isso não se pode polemizar".

Sites relacionados (em inglês):

http://www.waspnation.com/
https://twitter.com/WASPOfficial
https://www.facebook.com/W.A.S.P.Nation




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "W.A.S.P."


W.A.S.P. e Accept: bandas confirmam show único no Brasil em GuarulhosW.A.S.P. e Accept
Bandas confirmam show único no Brasil em Guarulhos

Hard Rock: alguns dos clipes mais clichê do gêneroHard Rock
Alguns dos clipes mais clichê do gênero

Separados no nascimento: Mick Mars e Blackie LawlessSeparados no nascimento
Mick Mars e Blackie Lawless

Wasp: por que Lemmy nao queria Chris Holmes no Motörhead?Wasp
Por que Lemmy nao queria Chris Holmes no Motörhead?


Metromix: a lista dos vocalistas mais irritantes do rockMetromix
A lista dos vocalistas mais irritantes do rock

Sonho de Consumo: os 10 palcos de shows mais desejadosSonho de Consumo
Os 10 palcos de shows mais desejados

Michael Kiske: O Iron Maiden vende a morte às pessoas!Michael Kiske
"O Iron Maiden vende a morte às pessoas!"

Danilo Gentili: O sertanejo tem mais atitude que o roqueiroDanilo Gentili
O sertanejo tem mais atitude que o roqueiro

Música Brasileira: Quais os discos mais vendidos da história?Música Brasileira
Quais os discos mais vendidos da história?

Guns N' Roses: a história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)Guns N' Roses
A história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)

Manowar: vídeo antigo mostra quebra de recorde mundialManowar
Vídeo antigo mostra quebra de recorde mundial


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente no Whiplash.Net.

adGooILQ