Beatles e Elvis Presley: o dia em que eles tocaram juntos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Flaubi Guarda Farias, Fonte: La Parola
Enviar correções  |  Comentários  | 

John Lennon em 1975 lembrou: "Havia uma pessoa nos Estados Unidos que nós realmente estávamos querendo conhecer, essa pessoa era Elvis Presley". Nós simplesmente o idolatrávamos. A primeira vez que escutei Heartbreak Hotel eu mal pude ouvir o que estava sendo dito. Foi uma experiência auditiva que me deixou de cabelos em pé. Nós nunca tínhamos escutado um americano cantar daquele jeito. Eles sempre cantavam como Sinatra".

547 acessosBeatles: Sgt. Peppers vai ganhar versão mega especial de 50 anos5000 acessosMetallica: "membros são mensageiros de Deus", diz pastor

Quando os Beatles foram pela primeira vez a Hollywood, em 1964, milhares de fãs queriam ficar frente a frente com o fab four. Além dos fãs, estrelas como Dean Martin e Frank Sinatra haviam expressado o desejo de encontrar os Beatles, porém quem eles gostariam de conhecer era ele, The King. Entretanto, esta tentativa foi frustrada na primeira visita aos Estados Unidos. Foi só em 27 de agosto de 1965 que o sonho de conhecer o Rei se tornou realidade. E mesmo assim, não foi fácil, foram três dias de planejamento para que o encontro fosse realizado em Bel Air. Elvis havia acabado de filmar Blue Hawaii e estava em uma casa alugada em Bel Air, junto com seus homens, a máfia de Memphis. Perto das 10 da noite eles chegaram. George Harrison relembra: "Nós chegamos em frente a uns portões grandes e alguém disse, ‘estamos indo ver o Elvis’, então nós caímos rindo fora da limusine".

John Lennon achou que o encontro seria um segredo. "Mas os fãs e a imprensa imaginaram. A ideia de um encontro entre Elvis e os Beatles simplesmente apavorou muita gente… Elvis nos recebeu tranquilamente e nos levou a uma grande e circular sala. Eu notei que Paul, George e Ringo estavam nervosos, como eu também estava. Aquele era o cara que idolatrávamos por anos. Ele era uma lenda e nunca foi fácil encontrar lendas".

De primeira, os Beatles ficaram sem palavras. Paul, John e Ringo sentaram ao lado de Elvis e George sentou com as pernas cruzadas, no chão. Depois de um tempo Elvis tentou quebrar o silêncio e fazer com que os quatro rapazes se sentissem em casa. "Se vocês vão ficar aqui só olhando para mim eu vou para a cama", disse. "Não queria que isso acabasse com um bando de súditos visitando o rei. Achei que íamos relaxar, conversar sobre música e tocar um pouco".

Essa pareceu uma ideia maravilhosa para os Beatles. Lennon relembra "era tudo o que queríamos". Depois de um tempo Elvis disse "alguém pegue as guitarras". Um dos homens de Elvis buscou rapidamente e em segundos três instrumentos tinham sido plugadas nos amplificadores na sala. Elvis estava com um baixo e Lennon disse que Elvis não era muito familiarizado com este instrumento, então Paul explicou algumas coisas que Elvis poderia fazer. George, de início, manteve-se ocupado apenas olhando para o instrumento. Depois de um tempo tocaram You’re my world de Cilla Black. Depois tocaram That’s Alright (Mama), Blue Suede Shoes e I Feel Fine, com Paul improvisando no piano. Todos estavam se divertindo, apenas Ringo estava um pouco aborrecido, olhando para os músicos e batendo com as mãos na cadeira. "Que pena termos deixado a bateria em Memphis", disse Elvis.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Paul McCartneyPaul McCartney
De volta ao Brasil no final do ano, diz jornal

547 acessosBeatles: Sgt. Peppers vai ganhar versão mega especial de 50 anos1983 acessosRingo Starr: quem é maior, Beatles ou Justin Bieber?3559 acessosBeatles: documentário será lançado no cinema em Maio1022 acessosThe Beatles: tracklist detalhado da nova edição do "Sgt. Peppers"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

Paul McCartneyPaul McCartney
"Yoko não foi responsável pelo fim dos Beatles"

Black SabbathBlack Sabbath
Butler comenta importância dos Beatles em sua vida

Paul McCartneyPaul McCartney
"Não, não tenho! Nem na minha bunda!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 23 de outubro de 2012
Post de 06 de março de 2014
Post de 07 de março de 2014

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Elvis Presley"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

MetallicaMetallica
"Membros são mensageiros de Deus", diz pastor

MetallicaMetallica
Não tocam o Justice porque não teria nada para Trujillo fazer

PreconceitoPreconceito
O Heavy Metal nos limites da simples filosofia

5000 acessosIron Maiden: vencedor do X Factor Brasil canta "Aces High" em vídeo5000 acessosGuns N' Roses: banda se separou por causa de Michael Jackson, diz empresário5000 acessosBruce Dickinson: punks não sabem tocar e tem inveja do metal5000 acessosMetallica: banda toca "Enter Sandman" com instrumentos de brinquedo5000 acessosPovo compra, mas não ouve: fim da moda do vinil pode estar perto5000 acessosCorey Taylor: "Scott Weiland é um preguiçoso de merda"

Sobre Flaubi Guarda Farias

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online