Frailty: banda lança Tumsi Udeņi, seu álbum mais pesado

Resenha - Tumsi Udeņi - Frailty

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por José Sinésio Rodrigues
Enviar Correções  

Eis que, finalmente, a excelente banda FRAILTY, da Letônia, nos presenteia com seu mais novo trabalho: o álbum Tumši ūdeņi, lançado em 02 de outubro de 2020. Trata-se do quinto álbum cheio em sua carreira (e seu décimo primeiro trabalho, se incluirmos singles e EPs). E, pela primeira vez em sua carreira, o FRAILTY tem um álbum repleto apenas com músicas cantadas em seu idioma pátrio, o impermeável letão. São sete músicas, totalizando quase 54 minutos de duração.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Algo que chama a atenção neste lançamento é a quase ausência do Doom Metal. Anteriormente, a banda mesclava Doom e Death Metal; mas, neste trampo, o que prevalece é um som que pode ser, basicamente, caracterizado como Death Metal. Particularmente, senti falta dos momentos em que o vocal se tornava mais sorumbático e a sonoridade mergulhava no oceano de melancolia. Por outro lado, temos aqui um trabalho excelente, que deve agradar em cheio os fãs de Death Metal, particularmente quando este se mostra um tanto desacelerado. Ou seja: este trabalho pode não estar mesclado ao Doom Metal, mas está a apenas alguns milímetros de distância deste estilo. Também senti muita falta do ótimo trabalho da tecladista Ivita Puzo, que se retirou da banda após o lançamento do excelente álbum Melpomene.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum Tumši ūdeņi é recheado com as seguintes faixas:

1. Tumši ūdeņi drūmi čukst krēslā
2. Es degu
3. Tā aiziet gaisma
4. Azraēla svece
5. Pa baltu sniegu nāve nāk
6. Veļu māte
7. Tūkstoš balsis




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sexo: os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal HammerSexo
Os clipes mais sensuais do Metal segundo a Metal Hammer

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposBateristas
Os dez músicos mais loucos de todos os tempos


Sobre José Sinésio Rodrigues

José Sinésio Rodrigues mora em Londrina, no Paraná. É professor de Ciências, agente penitenciário, aluno de Geografia e coordenador de Astronáutica de um grupo de Astronomia londrinense. É também palestrante, escritor, quadrinista, contista, ex-radialista e ex-colunista de jornal. Seu contato com o Rock aconteceu com o Faith No More e Pearl Jam, no início da década de 1990. Suas bandas favoritas são: My Dying Bride, Monster Magnet, Dominus Praelii, Acrassicauda, Slayer, Fejd, Arkona e Anabioz.

Mais matérias de José Sinésio Rodrigues no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336