Unleashed: o clássico Victory de um dos pais do viking metal

Resenha - Victory - Unleashed

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por  Alexandre Campos Capitão
Enviar Correções  

O Unleashed, um dos pais do viking metal, lançou o clássico Victory em 1995, e ele está de volta ao catálogo no mercado brasileiro, numa limitadíssima e luxuosa edição, em apenas 300 cópias, licenciadas e distribuídas pela Extreme Sound. Não perca tempo, garanta logo o seu.

Unleashed: quarto disco, Victory, será relançado no Brasil

Overkill: mandando recado ao Avenged Sevenfold

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Essa nova edição traz nada menos que 6 faixas bônus, slipcase (luva), e você ainda pode adquirir Victory com porta copos e pôster. Imperdível.

Victory é considerado o último grande álbum da primeira era do Unleashed. O quarto disco de sua discografia, foi eleito em 2005, pela respeitada revista alemã Rock Hard, como um dos 500 maiores lançamentos do rock e do metal de todos os tempos. Ocupando a honrosa posição de 309.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formado na época por Johnny Hedlund (vocal e baixo), Anders Schultz (bateria), Tomas Olsson (guitarra) e Fredrik Lindgren (guitarra), esse quarteto de Estocolmo fez um grande trabalho em Victory. Um álbum variado, com momentos rápidos se alternando com momentos mais lentos e pesados, chegando até o doom. Mantendo-se em altíssimo nível durante todas as faixas.

A abertura com Victims Of War apresenta um grove, seguido da palhetada característica do death metal. O refrão não sai da cabeça logo na primeira audição. Legal Rapes é muito trabalhada. Hail Of The New Age tem uma pegada stoner, que caiu muito bem no álbum. The Defender apresenta uma introdução de bateria, e dá continuidade ao clima stoner. O título do disco é tirado dessa faixa. In The Nome Of God traz a velocidade de volta, mostrando um arranjo muito trampado. Precius Land é um doom poderosíssimo.

Berserk é o nome dado à ferozes guerreiros nórdicos, e no caso dessa faixa, o riff é muito criativo e original, que deixaria Odin orgulhoso. Scream Forh Agression é uma saudação à irmãos guerreiros, e mesmo sem espada na mão, você vai bater cabeça ouvindo essa pedrada.

Against The Word é minha canção favorita de Victory, mas não termina aí, a última faixa é Revenge, a mais rápida, fechando as cortinas da melhor maneira possível. Calma, agora é hora as faixas bônus do relançamento.

São 6 canções ao vivo, gravadas na Polônia durante a turnê de lançamento de Victory, em 1995. Todas elas estão presentes no álbum, o que demonstra sua qualidade, e o quanto os músicos ficaram satisfeitos com ele, pois mais da metade de Victory está incluso no set list.

A Extreme Sound é uma gravadora e distribuidora independente, que está licenciando importantes discos, além de lançar bandas do underground, mas principalmente, trabalha divulgando essas bandas. Esse grande trabalho do Unleashed foi lançado com o requinte que merece esse clássico. O martelo nórdico rachou o chão, ouça a vitória e a fúria desse petardo.

Hail, Victory! Hail, berserkers!




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Unleashed: quarto disco, Victory, será relançado no Brasil


HailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death MetalHailMetal.com
Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal


Overkill: mandando recado ao Avenged SevenfoldOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

O Clube dos 27: 17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídicaO Clube dos 27
17 roqueiros que sucumbiram à idade fatídica


Sobre  Alexandre Campos Capitão

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin