Revisitando álbuns obscuros: Disciple - Back Again

Resenha - Back Again - Disciple

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Hananias Souza Santana
Enviar Correções  

8

Na adolescência, quando entrei no mundo do rock and roll ouvi de tudo que se possa imaginar, de Surf Music a Black Metal, até posteriormente criar minhas preferências.

Metallica: as 10 melhores músicas segundo a Loudwire

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o site

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nessa época de descobertas, consegui através de uma amiga uma mídia de dvd com centenas de álbuns no formato mp3, de inúmeras bandas gringas, boa parte obscuras do grande público.

Até hoje não ouvi todos esses discos.

Algumas dessas bandas estão até hoje entre minhas preferidas, porem outras ouvi bastante na época, mas deixei de lado e fiquei anos sem ouvir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eis que recentemente acesso esses arquivos digitais e voltei a ouvir alguns desses álbuns esquecidos, e a experiência tem sido alvissareira.

Vou fazer a resenha de alguns desses discos, começando por Back Again, do Disciple.

Eu lembro que na época, apesar de ter ouvido uma quantidade razoável de vezes, eu não gostava muito desse disco.

Não sei, talvez as músicas não me pegaram. Mas o peso da banda me afastou um pouco.

Não me leve a mal, não é o caso de não gostar de rock pesado, pois mesmo na época ouvia outras bandas tão ou mais pesadas. Mas o diferencial desse disco era como o som soava agressivo.

Na época não curti. Mas voltando a ouvir hoje em dia vejo como perdi tempo, podia ter apreciado mais esse grande trabalho.

É de fato um disco pesado e com uma agressividade que muitas bandas até mais pesadas não conseguem transmitir.

Em cada riff sinto como estivesse levando um soco no rosto. No refrão é como se levasse um soco no estomago.

Fora o baixo que é bem protocolar, os outros membros se destacam com performances matadoras.

Bom gosto nos timbres, ótimos riffs, além de uma ótima pegada são os méritos da guitarra que é a primeira coisa que chama atenção ao se dar o play.

Mas logo percebemos a competência e o peso da bateria, e principalmente a grande atuação de vocalista Kevin Young, um dos principais responsáveis pelo peso, agressividade e energia que o disco tem.

Competente nos vocais limpos e ótimo nas partes "gritadas", teve uma atuação de fato memorável.

Back Again não foge do que era feito no universo do metal alternativo nos anos 2000, mas é um disco muito bom e que mesmo mais de quinze anos após seu lançamento merece ser conhecido por quem passou batido.

O quarto álbum do Disciple, Back Again, foi lançado em 2003, a banda era formada por Kevin Young na voz, Brad Noah na guitarra, Tim Barrett na bateria e Joey Fife no baixo.

FONTE: Cultura Pop BR
http://culturapopbr.com/2020/05/21/revisitando-albuns-esquec...




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: as 10 melhores músicas segundo a LoudwireMetallica
As 10 melhores músicas segundo a Loudwire

IGN Music: os álbuns de Metal mais influentes segundo o siteIGN Music
Os álbuns de Metal mais influentes segundo o site


Sobre Hananias Souza Santana

Hananias Souza Santana, nascido em 1990, estudante de administração na Universidade do Estado da Bahia, guitarrista, por ser negro, morar na periferia de Salvador e ser cristão batista, tinha tudo para curtir rap, pagode ou gospel, mas como o amor a música foge a rótulos, se tornou headbanger desde a adolescência. Os estilos de sua preferência são o Hard Rock e Heavy Metal anos 70 e 80, mas ouve um pouco de tudo dentro do rock and roll.

Mais matérias de Hananias Souza Santana no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin