RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


My Dying Bride: Cada vez melhor e mais preciso

Resenha - Ghost Of Orion - My Dying Bride

Por José Sinésio Rodrigues
Postado em 18 de abril de 2020

Nota: 9 starstarstarstarstarstarstarstarstar

Sabe aquela história do vinho, segundo a qual quanto mais velho, ele será melhor? Pois é, isso parece se aplicar a algumas bandas, como é o caso do MY DYING BRIDE.

My Dying Bride - Mais Novidades

Para manter o nome em alta, o MY DYING BRIDE lançou um álbum duplo que era uma coletânea, em 2016, e um boxed set, em 2019. E finalmente, em 6 de março de 2020, após 5 anos sem lançar um álbum de inéditas, a banda aparece agora com The Ghost Of Orion. E o que temos aqui é um álbum excelente, recheado com oito faixas, totalizando quase 57 minutos. Ou seja: a maioria das músicas tem um tempo de duração que supera os cinco minutos. De fato, das oito músicas, cinco possuem mais de sete minutos, algo habitual em se tratando desta banda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Apesar de recentes mudanças de formação (como a saída de um de seus membros originais, Calvin Robertshaw – substituído por Neil Blanchett –, que já havia saído da banda anteriormente e retornado, e da entrada do ex-baterista do PARADISE LOST, Jeff Singer) o MY DYING BRIDE segue firme e forte. Só por tais motivos, este álbum já seria a abertura de um novo capítulo pra a banda. Mas, além disso, é o primeiro álbum dos caras a ser lançado pela gravadora Nuclear Blast. Contudo, apesar das mudanças, o grupo permaneceu com suas típicas sonoridade e tristeza intactas.

Sempre no pináculo do Doom Metal, o MY DYING BRIDE começa a mostrar sinais de sua idade aqui. Nada a lamentar, claro; na verdade, eles parecem mais experientes e capazes. Ainda que incorporando certo brilho, as músicas ainda se mostram pesadas e dolentes, vestidas com as melhores melodias e riffs mais sujos. O vocalista Aaron Stainthorpe recentemente lidou com um grave problema familiar, quase perdendo seu único filho, algo que certamente foi um momento conturbado em sua vida e parece ter produzido algum efeito sobre seu trabalho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The Ghost Of Orion é um álbum que precisa ser apreciado em sua totalidade. É um trabalho bem organizado, com diversidade e camadas complexas, que imploram para serem exploradas, um trabalho que captura os elementos essenciais do MY DYING BRIDE – a tristeza transformada em beleza, a desgraça, a morte e o fatalismo -

Difícil é escolher uma música, neste trabalho, que se sobressaia, pois todas elas se moldam nesse mar de desolação e tudo parece se completar. A adição de vocais femininos, em algumas faixas, foi uma decisão acertada. Inclusive, a faixa "The Solace" é uma das mais instigantes e viajantes já criadas pelo MY DYING BRIDE, tendo apenas a excelente vocalização feminina da convidada Linda Fey Hella, decisão acertadíssima. Destaque também para "The Old Earth", que, tenho certeza, passará à História como uma das melhores criações da banda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formação do MY DYING BRIDE no álbum The Ghost Of Orion:

• Aaron Stainthorpe – Vocal;
• Andrew Craighan - Guitarra;
• Lena Abé – Baixo (ex-guitarrista da banda SEVERED HEAVEN);
• Jeff Singer – Bateria;
• Shaun Macgowan – Teclado e Violino.

Track List do álbum The Ghost Of Orion:
70. Your Broken Shore ;
71. To Outlive The Gods;
72. Tired Of Tears;
73. The Solace;
74. The Long Black Land;
75. The Ghost of Orion;
76. The Old Earth;
77. Your Woven Shore (instrumental);

Bandas Similares ao MY DYING BRIDE:
PARADISE LOST, do Reino Unido;
ANATHEMA, do Reino Unido;
• MY SILENT WAKE, do Reino Unido;
• TRIPTYKON, da Suíça;
• NOVEMBERS DOOM, dos Estados Unidos;
• SATURNUS, da Dinamarca;
• DRACONIAN, da Suécia;
• VIRGIN BLACK, da Austrália.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre José Sinésio Rodrigues

José Sinésio Rodrigues mora em Londrina, no Paraná. É professor de Ciências, agente penitenciário, aluno de Geografia e coordenador de Astronáutica de um grupo de Astronomia londrinense. É também palestrante, escritor, quadrinista, contista, ex-radialista e ex-colunista de jornal. Seu contato com o Rock aconteceu com o Faith No More e Pearl Jam, no início da década de 1990. Suas bandas favoritas são: My Dying Bride, Monster Magnet, Dominus Praelii, Acrassicauda, Slayer, Fejd, Arkona e Anabioz.
Mais matérias de José Sinésio Rodrigues.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS