Breaking Benjamin: O disco mais pesado da banda

Resenha - Ember - Breaking Benjamin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renan Soares
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

Três anos após o lançamento do "Dark Before Dawn", disco que simbolizou o retorno do Breaking Benjamin após 5 anos de hiato, a banda liberou esse mês o "Ember", sexto trabalho em estúdio do grupo americano.

Breaking Benjamin: veja performance acústica em hospital infantilRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Quando o disco foi anunciado, a banda declarou em entrevistas que o "Ember" iria suprir uma demanda de músicas mais pesadas que os fãs da banda os pediam, onde também seria melhor utilizado a dinâmica de três guitarristas adotados por eles desde que o nome "Breaking Benjamin" voltou a ativa.

Antes do lançamento oficial, a banda foi lançando aos poucos algumas músicas do novo trabalho em seu canal oficial do youtube. Os fãs puderam ouvir de antemão algumas faixas como "Blood", "Feed The Wolf", "Psycho", "Save Yourself" e o single "Red Cold River", tendo apenas essas faixas, mostrado qual seria a linha que a banda seguiria no novo trabalho.

Todas essas faixas mostravam o peso prometido pela banda, mas também mostravam o mais do mesmo, pois não era nada diferente de nenhuma outra música mostrada em qualquer outro disco da banda. Mas, claro, isso não significa que as músicas eram ruins, todas elas são muito boas, e o grupo apresentou nelas tudo aquilo que os fãs já esperam deles.

Lançado o álbum completo, fui ouvi-lo na íntegra, e confirmei que esse é definitivamente o álbum mais pesado da banda.

Mais uma vez afirmo, sonoramente o disco não apresenta nada muito diferente do que todos já ouviram do Breaking Benjamin, o único a mais é justamente o fato de todas as músicas serem pesadas no CD, inclusive a "The Dark of You" (que teve participação especial de Derek Hough), que é a música mais "calma" do "Ember", mas mesmo assim, por conta da potência colocada na música pela voz do vocalista Ben Burnley, a faixa soou pesada.

No mais, mesmo sem apresentar grandes novidades, a banda fez seu dever de casa mais uma vez com muita qualidade, e apresentou aos fãs o disco mais pesado da banda.

TRACKLIST:

01 Lyra
02 Feed The Wolf
03 Red Cold River
04 Tourniquet
05 Psycho
06 The Dark of You (feat. Derek Hough)
07 Down
08 Torn in Two
09 Blood
10 Save Yourself
11 Close Your Eyes
12 Vega


Outras resenhas de Ember - Breaking Benjamin

Breaking Benjamin: o retorno definitivo com seu disco mais pesadoBreaking Benjamin: Mais um álbum fantástico para a conta




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Breaking Benjamin"


Breaking Benjamin: veja performance acústica em hospital infantil

Star Wars: vocal do Breaking Benjamin destrói jogo no InstagramStar Wars
Vocal do Breaking Benjamin destrói jogo no Instagram


Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusRockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Guitarristas: os sete mais influentes de todos os temposGuitarristas
Os sete mais influentes de todos os tempos

Regis Tadeu: Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiroRegis Tadeu
Los Hermanos fez um tremendo mal ao rock brasileiro

Frases de bandas: o que eles realmente querem dizer?Frases de bandas
O que eles realmente querem dizer?

Tarja Turunen: vocalista reprova cover do Children Of Bodom no The VoiceTarja Turunen
Vocalista reprova cover do Children Of Bodom no The Voice

Uma geração perdida, e com medo do escuroUma geração perdida, e com medo do escuro

Compre e saia apavorando: Venom lança máscara do tinhoso em latexCompre e saia apavorando
Venom lança máscara do tinhoso em latex


Sobre Renan Soares

Nascido em Recife no dia 03 de novembro de 1994, Renan adentrou ao mundo do rock/metal a partir dos 13 anos de idade e até hoje permanece fielmente no mesmo. Desde que se formou em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco, tem se dedicado a conseguir dar a relevância merecida ao nome do estilo.

Mais matérias de Renan Soares no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336