Breaking Benjamin: Mais um álbum fantástico para a conta

Resenha - Ember - Breaking Benjamin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Matheus Albuquerque
Enviar Correções  

8

A banda americana de Metal Alternativo Breaking Benjamin lançou seu mais novo trabalho, denominado "Ember", no dia 13 de Abril. O álbum é o segundo após a volta da banda em 2014 e também com sua formação totalmente nova, exceto o vocalista e guitarrista Ben Burnley.

Breaking Benjamin: veja clipe da música "Dear Agony"Capas de álbuns com ilusões de ótica

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum em si não mostra grandes diferenças dos trabalhos anteriores da banda, mas mostra uma evolução no som que a banda sempre fez. O álbum soa mais melódico sem perder o seu peso e ao mesmo tempo deixa as letras melancólicas com a voz de Burnley nos transmitindo esse sentimento.

O álbum começa com uma intro chamada "Lyra" que tem apenas 29 segundos e apresenta apenas um piano. Logo sem aviso começa "Feed the Wolf" que tem como tema central algo incontrolável.

"Red Cold River" foi o primeiro single do álbum. A música tem versos calmos e uma grande explosão no refrão, mas sempre misturando o peso e melodia na dosagem certa. Com certeza uma das melhores músicas do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tourniquet" começa com um riff pesado e algo mais rápido. Como de costume a música da uma abrandada no verso e gradualmente ficando mais pesada e explode no pré-refrão dando espaço para a melodia do refrão soando "O amor vai amarrar o torniquete e me sufocar", talvez uma das letras mais melancólicas do álbum.

"Psycho" é mais uma música que começa pesada e tem uma vibe bem obscura em seus versos mas que de novo explode no refrão e traz toda a melodia e peso que estamos acostumados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum abranda bastante na música "The Dark Of You" que começa com apenas teclado e sintetizadores. O refrão ganha uma certa instrumentação, mas não explode, são todos os instrumentos no volume certo e um ritmo mais lento. A música conta com a participação de Derek Hough, que é coreografo conhecido em programas dos Estados Unidos, no vocal. A letra se destaca bastante na música, algo abstrato mas emocionante, que talvez cause diferentes sentimentos para cada ouvinte. Sem dúvida uma das melhores faixa desse álbum.

A música "Down" começa com um som ambiente que logo dá lugar para o Riff da música. A música não apresenta uma proposta diferente das anteriores do álbum. Só que o refrão é lindo de se ouvir e cantar. Algo que com certeza cativa bastante o ouvinte.

"Torn In two" é outro refrão que realmente cativa os ouvintes, algo animado com letras melancólicas. A música recentemente ganhou um clipe. O melhor dela é seu refrão onde Ben canta, "Hold On, Hold On, We're barely alive".

"Blood" é outra música animada, sem dúvida essas 3 músicas seguidas fizeram da parte final do álbum algo muito bem trabalhado. Acredito que propositalmente, claro.

"Save Yourself" tem um Riff um pouco mais complicado que os demais e o verso é o dueto de gritos e a voz de Ben. Já o refrão realmente não surpreende tanto, talvez por se postar após das 3 que falei anteriormente.

"Close Your Eyes" começa com um ritmo bem animado algo quase "pulante", e a bateria mantém esse ritmo até o refrão se tornando melódico novamente.

A "Outro" do álbum se chama "Vega". A banda sempre tenta colocar uma intro e uma outro nos seus álbuns. A música se trata de uma ambientação sonora apenas, nada muito relevante comparado ao resto do álbum que é quase magistral.

A banda pega sempre sua proposta de som e trabalho com essa base. Para os fãs ou pessoas que escutam a banda frequentemente, ele realmente soa diferente. Talvez sua melódia mudou alguma coisa, os sons de fundo e até mesmo a mixagem dos instrumentos, apresentam algo de inovador. Para o ouvinte ocasional da banda, as músicas sempre vão soar como "The Diary Of Jane". Mas para mim, fã incontestável da banda, é um álbum sem dúvidas fantástico e com ele a banda adiciona mais um álbum interessante para os fãs de metal alternativo.

Tracklist:
1-Lyra
2-Feed The Wolf
3-Red Cold River
4-Tourniquet
5-Psycho
6-The Dark Of You
7-Down
8-Torn In Two
9-Blood
10-Save Yourself
11-Close Your Eyes
12-Vega


Outras resenhas de Ember - Breaking Benjamin

Resenha - Ember - Breaking BenjaminResenha - Ember - Breaking Benjamin



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Breaking Benjamin: veja clipe da música "Dear Agony"

Star Wars: vocal do Breaking Benjamin destrói jogo no InstagramStar Wars
Vocal do Breaking Benjamin destrói jogo no Instagram


Capas de álbuns com ilusões de óticaCapas de álbuns com ilusões de ótica

Freddy Frenzzy: O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentaçãoFreddy Frenzzy
O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentação


Sobre Matheus Albuquerque

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280