Cavalera Conspiracy: Experimentando e evoluindo

Resenha - Psychosis - Cavalera Conspiracy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Hissa
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Quarto lançamento da banda que é o verdadeiro laboratório dos irmãos Cavalera. Falo de laboratório porque é na parceira com o irmão que Max consegue fugir da fórmula fechada que sedimentou o Soulfly e insertar elementos mais experimentais. A levada ainda é aquele Thrash clássico cheio de groove, mas adicionada a elementos de industrial, progressivo e até noise no intuito de intensificar a experiência.

Sepultura: Faleceu pai de Eloy CasagrandeGigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000

Insane abre a jornada com um riff avassalador, de pegada direta e elementar. Alguns elementos eletrônicos limpos são brandamente inseridos, quase como um aviso para atentar o ouvinte do ritmo oscilante que emerge durante todo o album. Terror Tactics começar intensa, o thrash violento clássico, e da metade para o final apresenta sua faceta ritmada viscosa típica do Max, própria para acompanhar com o balançar de cabeça. Destaque para os riff viscerais de Impalement Execution e suas mudanças de tempo súbitas. Spectral War escolhida como o segundo single também oscila no andamento e evolui ao final para o experimentalismo psicodélico. Elementos de death e black metal são utilizados na faixa Judas Pariah mostrando o lado nervoso acelerado dos Cavaleras, que posteriormente serena e caminha para um groove com refrões fortes. O ápice da experimentação ocorre com a industrial-noise Hellfire, se não fosse os vocais característicos poderia facilmente ser confundida com um lançamento do Ministry. Há de se ressaltar o trabalho de bateria de Iggor que continua arrepiante, mostrando que a vibe Dj dele não foi capaz de enevoar suas origens.

Fugindo da sonoridade redonda que o Max estabeleceu para o Soulfly, os irmãos Cavalera conseguem se renovar experimentando sons no universo do Thrash Metal. A música dos Cavalera Conspiracy agora é ramificada, tortuosa, mas carregada no peso. O talento realmente é um dom extraordinário, capaz de gerar forças em dois moleques de Mina Gerais para conceberem 3 bandas de peso mundial. Falta só sair em versão nacional.

TrackList

1.Insane 03:50
2.Terror Tactics 04:57
3.Impalement Execution 04:25
4.Spectral War 05:03
5.Crom 05:29
6.Hellfire 03:10
7.Judas Pariah 03:52
8.Psychosis 03:59
9.Excruciating 06:22


Outras resenhas de Psychosis - Cavalera Conspiracy

Cavalera Conspiracy: o álbum mais extremo de Max e Iggor




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Cavalera Conspiracy"Todas as matérias sobre "Sepultura"


Sepultura: Faleceu pai de Eloy Casagrande

Sepultura: Andreas Kisser usará guitarra com cores do movimento LGBT no Rock in RioSepultura
Andreas Kisser usará guitarra com cores do movimento LGBT no Rock in Rio

Em 02/09/1993: Sepultura lançava o clássico "Chaos A.D."

Sepultura: novo álbum já tem nome, diz Andreas KisserSepultura
Novo álbum já tem nome, diz Andreas Kisser

Petbrick: ouça novo single de projeto experimental de Iggor Cavalera

Max Cavalera: ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentarMax Cavalera
Ele não entende como o Slayer consegue pensar em se aposentar

Sepultura: veja entrevista de Andreas Kisser no programa CMCHRodz Online: Sepultura vs Max Cavalera (vídeo)

Sepultura: banda já está gravando sucessor de Machine MessiahSepultura
Banda já está gravando sucessor de "Machine Messiah"

Collectors Room: os 50 anos de Max Cavalera (vídeo)

Ghost: De quais bandas brasileiras eles gostam?Ghost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Ratos de Porão: da próxima vez Max Cavalera não escapaRatos de Porão
Da próxima vez Max Cavalera não escapa

Max Cavalera: Por que ele saiu da Roadrunner Records?Max Cavalera
Por que ele saiu da Roadrunner Records?


Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000

Megadeth: as 10 maiores tretas de Dave MustaineMegadeth
As 10 maiores tretas de Dave Mustaine

Galeria - Mais que instrumentos, obras de arteGaleria - Mais que instrumentos, obras de arte

Nirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?Nirvana
Quem é o bebê da capa de Nevermind?

Ozzy Osbourne: o morcego era quente e crocanteOzzy Osbourne
"o morcego era quente e crocante"

Nirvana: bebê da capa de Nevermind novamente na piscinaNirvana
Bebê da capa de "Nevermind" novamente na piscina

Motorhead: Não somos Heavy Metal, somos Rock and Roll!Motorhead
"Não somos Heavy Metal, somos Rock and Roll!"


Sobre Marcelo Hissa

Médico em horário comercial, fanático e colecionador de música em tempo integral. Tipo de música preferida: a boa, se tiver peso melhor ainda.

Mais matérias de Marcelo Hissa no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336