Cavalera Conspiracy: o álbum mais extremo de Max e Iggor

Resenha - Psychosis - Cavalera Conspiracy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collectors Room
Enviar Correções  

publicidade

Faço parte da turma que não curtiu "Pandemonium" (2014), terceiro álbum do Cavalera Conspiracy. A sonoridade suja e a mixagem abafada do disco contribuíram para que a minha avaliação fosse bastante negativa. Por isso, fui com um pé atrás conferir "Psychosis", quarto trabalho da banda dos irmãos Max e Iggor.

Sepultura: veja vídeo de "Mindwar" em playthrough da quarentenaAve, Satan!: As dez melhores músicas sobre o Inferno

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E é bom quando uma expectativa negativa é quebrada. "Psychosis", lançado em novembro de 2017 lá fora e que ganhou edição nacional pela Hellion Records, fez com que eu esquecesse a imagem negativa deixada pelo álbum anterior. Ao invés de Max na produção, temos Arthur Rizk regulando a mesa de som. O guitarrista Marc Rizzo, parceiro de longa data dos Cavalera, completa o trio central da banda, que ainda contou com o próprio Rizk no baixo, além de diversas participações.

De modo geral, "Psychosis" é o disco menos experimental do Cavalera Conspiracy. Não temos em nenhuma das suas nove músicas o lado mais inovador que levou Max a ser reconhecido tanto no Sepultura quanto no Soulfly. O que não quer dizer, necessariamente, que estejamos diante de um disco menor, o que realmente não é verdade.

Dá pra dizer que "Psychosis" é o trabalho mais convencional do Cavalera Conspiracy, e talvez o mais extremo da banda. As canções passeiam pelo espectro do thrash metal, com algumas aproximações com o death. Iggor insere algumas batidas tribais bastante sutis, principalmente nas viradas de bateria, enquanto o trabalho de guitarra não tem nada de "noise" e é bem focado na pegada tradicional tanto do thrash quanto do death metal. "Hellfire" tem uma característica mais industrial que contrasta com o restante do tracklist, assim como a atmosférica faixa título, enquanto em outros momentos, como na ótima "Judas Pariah", o Cavalera Conspiracy abraça o seu lado death metal sem medo e nem receio.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Psychosis" é um bom disco com músicas fortes como "Insane", "Terror Tactics", "Impalement Execution" e "Judas Pariah", que soa muito superior ao álbum anterior do Cavalera Conspiracy e mantém esse projeto de Max e Iggor ainda atraente e interessante para os fãs.


Outras resenhas de Psychosis - Cavalera Conspiracy

Resenha - Psychosis - Cavalera ConspiracyResenha - Psychosis - Cavalera Conspiracy




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sepultura: veja vídeo de Mindwar em playthrough da quarentenaSepultura
Veja vídeo de "Mindwar" em playthrough da quarentena

Andreas Kisser: Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundoAndreas Kisser
Guitarras, guitarristas e suas experiências tocando ao redor do mundo

Resenha - Quadra - SepulturaResenha - Quadra - Sepultura

Sepultura: versão de quarentena de "Resistant Parasites"

Max Cavalera: Veio essa porra desse vírus e ferrou tudoMax Cavalera
"Veio essa porra desse vírus e ferrou tudo"

Sepultura: Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.Sepultura
Assista live com João Gordo, Andreas Kisser e Paulo Jr.

Sepultura, Kiss, Madonna e outros: Guitarristas gravam cover beneficente do The PoliceSepultura, Kiss, Madonna e outros
Guitarristas gravam cover beneficente do The Police

Sepultura: veja a banda tocando Kairos na quarentenaSepultura
Veja a banda tocando "Kairos" na quarentena

Rush: Derrick Green relembra foto com Geddy e Alex na primeira turnê deles no BrasilRush
Derrick Green relembra foto com Geddy e Alex na primeira turnê deles no Brasil

Eloy Casagrande: Andre Matos foi o primeiro a me dar chance de virar profissionalEloy Casagrande
"Andre Matos foi o primeiro a me dar chance de virar profissional"


Max Cavalera: A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outrosMax Cavalera
A opinião de Lemmy, Kiko Loureiro, Vinnie Paul e outros

Sepultura: Andreas fala sobre o uso de bases gravadas em shows ao vivoSepultura
Andreas fala sobre o uso de bases gravadas em shows ao vivo


Ave, Satan!: As dez melhores músicas sobre o InfernoAve, Satan!
As dez melhores músicas sobre o Inferno

Semelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisSemelhança
Vocalistas de rock com vozes quase iguais


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280