Bloodwork: retorno esporrento dos mestres do goregrind nacional

Resenha - Feed On The Dead - Bloodwork

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fabio Pitombeira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O BLOODWORK já tinha chamado a atenção da cena com o seu debut álbum, principalmente por conta das letras que, de tão esporrentas e sujas, se tornaram divertidas ao extremo, mais ou menos o que o Cannibal Corpse compunha no seu início de carreira, na fase Chris Barnes.

Lemmy: "as pessoas se tornam melhores quando morrem"Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Neste "Feed Of The Dead" a porradaria continua a mesma, sendo que a produção ficou muito melhor definida do que a do seu antecessor. Ouvir músicas como "Raped By Pigs", "Your Dildo Is A Pieace Of Leg" e "Taste My Dick Cheese", todas soando extremamente bem definidas é de se aplaudir de pé, porque a afinação baixa, se não for bem trabalhada na pós produção, pode vir a transformar tudo em uma maçaroca sonora inaudível.

Partindo dai, o único defeito que continua persistindo nos trabalhos do BLOODWORK é a curta duração dos mesmos. Neste aqui, quando o ouvinte ainda está comprando a ideia do material, após "Chainsaw Masturbation", o disco acaba de forma abrupta, o que acaba forçando uma segunda audição. Tudo bem, esta afirmativa tem o seu lado bom e o seu ruim, mas que eu preferia mais umas quatro faixas, eu preferia com toda certeza.

"Feed Of The Dead" é um álbum indispensável pra quem curte Death Metal e Grindcore, de nomes como o já citado Cannibal Corpse, Nasum, Repulsion e Cattle Decapitation. Vale a pena conferir...

Eternal Hatred Records - 2017

Track List:
01. Anal Roto Rooter
02. Your Dildo is a Piece of Leg
03. Raped by Pigs
04. Dead Body Affair
05. Taste my Dick Cheese
06. Mayhem Hysteria
07. Needlework
08. Keep my Meal Alive
09. Excremental Ecstasy
10. Chainsaw Masturbation

Formação/Formation:
Fabiano Werle: vocalista/vocalist
Deleon Vith: guitarrista/guitarist
Rafael Lubini: guitarrista/guitarist
Henrique Joner: baixista/bass player
Felipe Nienow: baterista/drummer



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bloodwork"


Lemmy: Lemmy
"as pessoas se tornam melhores quando morrem"

Dimebag Darrell: namorada fala sobre a vida e a morte do músicoDimebag Darrell
Namorada fala sobre a vida e a morte do músico

Rachel Sheherazade: cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The NoiteRachel Sheherazade
Cantando Iron Maiden com o Ultraje A Rigor no The Noite

Esquisitices: algumas exigências bizarras para showsLed Zeppelin: "Stairway To Heaven" vale mais de US$500 milhões?Thrash Metal: Os melhores discos lançados depois do ano 2000Coverdale: "eu não queria participar do declínio do Purple"

Sobre Fabio Pitombeira

Trabalha desde 2002 com produção de shows em Teresina. Teve a oportunidade de trabalhar com grandes nomes do Heavy Metal e Rock and Roll como Paul Di Anno, Ira!, Hangar, Angra, Shaman, Andralls, Drowned, Clamus, Dark Season, Megahertz, Anno Zero Empty Grace, Mordydia, Káfila, entre outros.

Mais matérias de Fabio Pitombeira no Whiplash.Net.