RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemOs 10 maiores vocalistas de heavy metal de todos os tempos, em lista do Ruthless Metal

imagemA música de Raul Seixas que salvou a carreira de Chitãozinho e Xororó

imagemComo Tommy Lee e o Mötley Crüe ajudaram Axl Rose a escrever "November Rain"

imagemEx-guitarrista do Megadeth não liga para Mustaine e diz que está "fazendo dinheiro para ele"

imagemQual era a opinião de Tony Iommi sobre Ozzy Osbourne solo e Randy Rhoads em 1984?

imagemOs 10 maiores álbuns da história do grunge, em lista do Brave Words

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemPor que Lemmy odiava tocar "Ace of Spades" nos shows do Motörhead

imagemSlash se sente feliz por não existir internet nos primórdios do Guns N' Roses

imagemPaul McCartney quase foi atropelado ao tentar recriar famosa cena de capa de disco

imagemO hit dos Beatles que talvez seja sobre drogas e que "Jesus" acompanhou gravação

imagemO brasileiro com a voz parecida com a de Axl Rose que viralizou no TikTok

imagemPara John Lennon, os Beatles poderiam ter acontecido sem George e Ringo

imagemQuatro músicas de artistas brasileiros que citam Os Paralamas do Sucesso

imagemOmelete diz que heavy metal pertence agora à nova geração e não ao tiozão headbanger


Atlantis: o som old school está vivo e pegando fogo!

Resenha - Hotter Than a Burning Church - Atlantis

Por Willba Dissidente
Postado em 15 de março de 2017

Nota: 9

O feitiço foi conjurado, a bruxa foi invocada e está com desejos ardentes por metal oitentista! Formada em 2013 na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, o som do ATLANTIS é bem distintivo. Caso você não curta a pegada clássica dos primórdios do Heavy Metal - como feito entre 1979 e 1982 - nem precisa continuar lendo essa matéria; já se você se amarra nos discos que iniciaram o movimento da New Wave of British Heavy Metal, acaba de encontrar uma nova banda a conhecer.

Como nome inspirada na clássica canção de um dos discos mais fundamentais na História do Heavy Metal, o debut do ANGEL WITCH, o ATLANTIS é um power trio que lançou no fim de 2016 seu segundo registro fonográfico, o EP "Hotter Than a Burning Church". Com arte de capa assinada (e não assassinada) por Fabiano Blator, baterista do BATTALION, o EP vai agradar quem curtiu o trampo anterior - o também EP - "Summoning the Witch" e tem dois atrativos evidentes em relação ao disco anterior: melhor produção e melhores composições.

Já na abertura, com a faixa título do álbum, é sentido que o ATLANTIS evoluiu tecnicamente em relação ao "Summoning", mas ainda tem mais a melhorar, pois a linhas de baixo saíram um pouco confusas. No mais, é pancadaria que já começa na entrada da bateria, acelerando um pouco antes dos solos de guitarra (esses não só fritados, mas com muitas partes melódicas à la THIN LIZZY setentista). A influência de ANGEL WITCH está até nas 'desafinadas' clássicas de Kevin Heybourne que também ocorrem com o igualmente guitarrista e vocalista Tino Barth.

Um dos destaques, é a seguinte faixa "Wandering Warrior", que começa numa pegada mais doom e depois fica mais rápida e pesada. A canção tem um clima até 'metalizado' do antigo URCHIN (do guitarrista Adrian Smith antes do IRON MAIDEN). E se falando em solos de guitarra, esse tema tem exageros à la PETER FRAMPTON com solos mais balada, dobrados e na base da música. Começando e terminando em gritos "Stormbringer & Mournblade" tem os melhores riffs e refrões do trabalho; além de ótimo desenvolvimento.

Se no disco anterior, Tino - que assina todas as músicas - se baseou no jogo Castevalnia para a faixa "Dracul" ou em histórias (como a do Minotauro em "Cretan Labyrinth" ou do avião sequestrado por alienígenas em "Flight Malaysia"), "Stormbringer e Mournblade" foi inspirada nas séries de livros "Elric de Melniboné" do anarquista inglês Michael Moorcock; sendo a primeira vez que o power trio baseou sua música num livro. "Mistress of the Night" finaliza bem o trabalho, com sua longa introdução - é a faixa de maior duração do trabalho - é contagiante, com ótimos versos e refrões extensos.

Vale ressaltar que Tino Barth melhorou na pronuncia do inglês, sendo que as letras rimam e não ofendem o idioma bretão. Gravados nos estúdios Audio Goblin em Joinville, "Hotter" foi lançado originalmente em fita cassete com os dois lados iguais, assim como o também EP "When Full Moon rises" do paraguaio ARCANO; o que é muito interessante, pois se você sempre ouvir o disco inteiro nunca precisará rebobinar a fita!!! É notável também a ideia do ATLANTIS de ir contra o comercionalismo e lançar dois ep's seguidos. O único problema SÉRIO que podemos apontar no EP "Hotter than a Burning Church" é que o disco já está esgotado seja em CD ou K7! Para compensar, o grupo disponibilizou o trampo todo nas plataformas digitais e tudo, mas sejamos sinceros, quem é fã desse tipo de trabalho curte mesmo o disco físico. Um outro ponto a ser mencionado é que é necessário fazer a cozinha da banda mais entrosada, o que esperamos que os futuros anos de estrada tragam ao ATLANTIS. A bruxa veio com o calor infernal! Não deixe de curtir o metal do ATLANTIS, pois o grupo está em chamas!

ATLANTIS:

Tino Barth – vocal e guitarra
Jonathan Odorizzi – baixo
Bruno Eggert – bateria

O baixista atual do grupo é Felipe França.

Discografia:

Summoning the Witch (Cd, digital, 2015)
Hotter than a Burning Church (Cd, K7, digital, 2016)

Hotter than a Burning Church - 2016 - 24 min - Xaplan Records

1- Hotter Than A Burning Church (04:31)
2- Wandering Warrior (06:45)
3- Sormbringer & Mournblade (05:34)
4- Misterss Of The Night (07:14)

Sites relacionados:

http://www.facebook.com/AtlantisHeavyMetal
https://atlantis3.bandcamp.com/album/hotter-than-a-burning-church
https://atlantis3.bandcamp.com/
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/Atlantis/18

[an error occurred while processing this directive]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!
Mais matérias de Willba Dissidente.