Matérias Mais Lidas

O motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimenteO motivo pelo qual Regis Tadeu considera Phil Collins deprimente

Lista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em pazLista: 35 músicas que não são metal, mas o metaleiro pode ouvir em paz

Metallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hojeMetallica: Jason Newsted conta o segredo para manter uma boa grana até hoje

A banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício BrancoA banda brasileira mais transgressora dos anos 1980, segundo Maurício Branco

O recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilosO recado de Bruno Sutter para roqueiros que não entendem sucesso de outros estilos

Motörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com eleMotörhead: o que Lemmy dizia a quem não queria cheirar cocaína com ele

Gene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os temposGene Simmons: Os seus 13 álbuns favoritos de todos os tempos

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Iron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnêsIron Maiden: Bruce Dickinson não vai pilotar avião da banda nas próximas turnês

Acredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça A Narrative SoundscapeAcredite se quiser: Iced Earth lançou novo álbum; ouça "A Narrative Soundscape"

Anitta lança clipe de Boys Don't Cry, com estética rock e punk; assistaAnitta lança clipe de "Boys Don't Cry", com estética rock e punk; assista

Cannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metalCannibal Corpse: a música que fez George Corpsegrinder querer cantar death metal

A categórica opinião de Kiko Loureiro sobre SlashA categórica opinião de Kiko Loureiro sobre Slash

Steve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; Parecia um macarrãoSteve Vai teve que malhar quando começou a tocar com Lee Roth; "Parecia um macarrão"

O principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo DefanteO principal motivo pelo qual o rock nacional falhou, segundo Diogo Defante


Atlantis: o som old school está vivo e pegando fogo!

Resenha - Hotter Than a Burning Church - Atlantis

Por Willba Dissidente
Em 15/03/17

Nota: 9

O feitiço foi conjurado, a bruxa foi invocada e está com desejos ardentes por metal oitentista! Formada em 2013 na cidade de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, o som do ATLANTIS é bem distintivo. Caso você não curta a pegada clássica dos primórdios do Heavy Metal - como feito entre 1979 e 1982 - nem precisa continuar lendo essa matéria; já se você se amarra nos discos que iniciaram o movimento da New Wave of British Heavy Metal, acaba de encontrar uma nova banda a conhecer.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Como nome inspirada na clássica canção de um dos discos mais fundamentais na História do Heavy Metal, o debut do ANGEL WITCH, o ATLANTIS é um power trio que lançou no fim de 2016 seu segundo registro fonográfico, o EP "Hotter Than a Burning Church". Com arte de capa assinada (e não assassinada) por Fabiano Blator, baterista do BATTALION, o EP vai agradar quem curtiu o trampo anterior - o também EP - "Summoning the Witch" e tem dois atrativos evidentes em relação ao disco anterior: melhor produção e melhores composições.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Já na abertura, com a faixa título do álbum, é sentido que o ATLANTIS evoluiu tecnicamente em relação ao "Summoning", mas ainda tem mais a melhorar, pois a linhas de baixo saíram um pouco confusas. No mais, é pancadaria que já começa na entrada da bateria, acelerando um pouco antes dos solos de guitarra (esses não só fritados, mas com muitas partes melódicas à la THIN LIZZY setentista). A influência de ANGEL WITCH está até nas 'desafinadas' clássicas de Kevin Heybourne que também ocorrem com o igualmente guitarrista e vocalista Tino Barth.

Um dos destaques, é a seguinte faixa "Wandering Warrior", que começa numa pegada mais doom e depois fica mais rápida e pesada. A canção tem um clima até 'metalizado' do antigo URCHIN (do guitarrista Adrian Smith antes do IRON MAIDEN). E se falando em solos de guitarra, esse tema tem exageros à la PETER FRAMPTON com solos mais balada, dobrados e na base da música. Começando e terminando em gritos "Stormbringer & Mournblade" tem os melhores riffs e refrões do trabalho; além de ótimo desenvolvimento.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Se no disco anterior, Tino - que assina todas as músicas - se baseou no jogo Castevalnia para a faixa "Dracul" ou em histórias (como a do Minotauro em "Cretan Labyrinth" ou do avião sequestrado por alienígenas em "Flight Malaysia"), "Stormbringer e Mournblade" foi inspirada nas séries de livros "Elric de Melniboné" do anarquista inglês Michael Moorcock; sendo a primeira vez que o power trio baseou sua música num livro. "Mistress of the Night" finaliza bem o trabalho, com sua longa introdução - é a faixa de maior duração do trabalho - é contagiante, com ótimos versos e refrões extensos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vale ressaltar que Tino Barth melhorou na pronuncia do inglês, sendo que as letras rimam e não ofendem o idioma bretão. Gravados nos estúdios Audio Goblin em Joinville, "Hotter" foi lançado originalmente em fita cassete com os dois lados iguais, assim como o também EP "When Full Moon rises" do paraguaio ARCANO; o que é muito interessante, pois se você sempre ouvir o disco inteiro nunca precisará rebobinar a fita!!! É notável também a ideia do ATLANTIS de ir contra o comercionalismo e lançar dois ep's seguidos. O único problema SÉRIO que podemos apontar no EP "Hotter than a Burning Church" é que o disco já está esgotado seja em CD ou K7! Para compensar, o grupo disponibilizou o trampo todo nas plataformas digitais e tudo, mas sejamos sinceros, quem é fã desse tipo de trabalho curte mesmo o disco físico. Um outro ponto a ser mencionado é que é necessário fazer a cozinha da banda mais entrosada, o que esperamos que os futuros anos de estrada tragam ao ATLANTIS. A bruxa veio com o calor infernal! Não deixe de curtir o metal do ATLANTIS, pois o grupo está em chamas!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

ATLANTIS:

Tino Barth – vocal e guitarra
Jonathan Odorizzi – baixo
Bruno Eggert – bateria

O baixista atual do grupo é Felipe França.

Discografia:

Summoning the Witch (Cd, digital, 2015)
Hotter than a Burning Church (Cd, K7, digital, 2016)

Hotter than a Burning Church - 2016 - 24 min - Xaplan Records

1- Hotter Than A Burning Church (04:31)
2- Wandering Warrior (06:45)
3- Sormbringer & Mournblade (05:34)
4- Misterss Of The Night (07:14)

Sites relacionados:

http://www.facebook.com/AtlantisHeavyMetal
https://atlantis3.bandcamp.com/album/hotter-than-a-burning-church
https://atlantis3.bandcamp.com/
http://www.sanguefrioproducoes.com/artistas/Atlantis/18

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente.