Fallen Idol: Guerreando pelo Doom Metal no Brasil

Resenha - Seasons Of Grief - Fallen Idol

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Rocha
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

É motivo de extrema felicidade e entusiasmo o lançamento de um trabalho de Doom Metal no Brasil. Nosso caloroso país sempre foi especialista em Metal Extremo e Metal Melódico (ou Power Metal, como queira). Como já abordado por este colaborador em outras de suas postagens, o clima extravagante do brasileiro, de querer sempre colocar seus demônios para fora, é o responsável pela especialidade metálica citada. De modo que o Doom, um gênero de introspecção, poucas vezes é lembrado pelos fãs tupiniquins. Mesmo assim, temos em nosso país guerreiros que batalham incessantemente pelo Doom Metal. Sejam em bandas, em comunidades ou zines. Por exemplo, temos um representante que cada vez mais cresce no cenário nacional, o FALLEN IDOL, que recentemente soltou seu segundo full-length, 'Seasons Of Grief'.

5000 acessosKeith Richards: Metallica e Black Sabbath são "grandes piadas"5000 acessosSharon Osbourne: revelando que hoje ela é mais "apertadinha"

A banda foi fundada na cidade paulista de Arujá, em 2012. Apesar de seu pouco tempo de atividade, o power trio já conquistou seu lugar de destaque entre os representantes do gênero lento nacional. Mesmo assim, para quem já conhecia a banda e já havia ouvido o primeiro trabalho, autointitulado, recebe um choque ao constatar a evolução no som do grupo. 'Seasons Of Grief' apresenta um esmero maior na produção, mais limpa e que permite uma melhor absorvição do sentimento das músicas.

A faixa-título da início aos trabalhos com licks que nos remetem a outro forte representante do Doom nacional, o MYTHOLOGICAL COLD TOWERS. Impressiona o timbre de voz do vocalista Rodrigo Sitta, que nos faz lembrar Robert Lowe (SOLITUDE AETURNUS, ex-CANDLEMASS) em sua passagem pela banda de Leif Edling. Sitta, por sinal, também é o responsável pelas guitarras e tem ao seu lado o baixista Márcio Silva e o baterista Ulisses Campos.

Falando em CANDLEMASS, esta banda se mostra a principal influência nas músicas do FALLEN IDOL, ao lado de BLACK SABBATH (é Doom, né?). A densa 'Nobody's Life' emociona com sua levada bastante lenta e fúnebre. 'Unceasing Guilt' segue na mesma pegada, contrastando com sua sucessora, 'Heading For Extinction', responsável por aquela dose de 'quebra-de-pescoços' essencial em qualquer trabalho de Doom Metal.

'The Boy And The Sea' que ganhou single e clipe, tem um groove interessante e um caimento repentino para um ritmo mórbido em sua metade; caberia em 'Epicus Doomicus Metallicos', clássico do CANDLEMASS. 'Worsheep Me' é um Doomzão de tremer a terra. Os trabalhos se encerram com a Sabbathiana 'Satan's Crucifixion'.

Um álbum muito bem produzido e consistente em seus 43 minutos. Em nenhum momento a audição se torna cansativa ou enjoada. Ponto para o FALLEN IDOL, pois este é o principal desafio em se compor um trabalho de Doom: soar empolgante em meio a ritmos lentos e atmosferas soturnas.

Rodrigo Sitta é um ótimo vocalista, mas precisa aprender a domar suas incursões em regiões agudas. Por outro lado, sua interpretação em regiões mais baixas não é menos que magistral e tocante. Também é um baita de um guitarrista: solos bastante legais e mão direita precisa. O baterista Ulisses Campos é competente e conduz muito bem o Doom do FALLEN IDOL. E que baixista esse Márcio Silva! Aprendeu direitinho a tocar baixo com o mestre Geezer Butler!

Pois aí está. O Brasil também tem Doom Metal de muita qualidade. Esperemos por novos lançamentos de nossas bandas, e busquemos fortalecer a cena Doom nacional. Que o FALLEN IDOL continue sempre nos brindando com excelentes amostras dos ensinamentos de Tony Iommi.

'Seasons Of Grief' foi lançado de forma independente e está disponível em formato digital via Bandcamp.

Seasons Of Grief – Fallen Idol (independente, 2016)

Track-list
01. Seasons Of Grief
02. Nobody's Home
03. Unceasing Guilt
04. Heading For Extinction
05. The Boy And The Sea
06. Worsheep Me
07. Satan's Crucifixion

Line-up
Rodrigo Sitta – vocais, guitarras
Márcio Silva – baixo
Ulisses Campos – bateria

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Seasons Of Grief - Fallen Idol

156 acessosFallen Idol: Homenagem ao Heavy/Doom Metal oitentista

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Fallen Idol"

Keith RichardsKeith Richards
Metallica e Black Sabbath são "grandes piadas"

Sharon OsbourneSharon Osbourne
Revelando que hoje ela é mais "apertadinha"

MotorheadMotorhead
"Radiohead e Coldplay não são rock"

5000 acessosPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal5000 acessosHailMetal.com: Os cinqüenta melhores álbuns de Death Metal5000 acessosCantadas Headbanger: "Estou Priest a te dar um beijo!"5000 acessosDimmu Borgir: Silenoz se considera um satanista?1697 acessosLed Zeppelin: Riff de "Whole Lotta Love" é considerado o melhor no Top 10 da BBC5000 acessosMetal: você acredita na "lenda do terceiro álbum"? - Parte 2

Sobre Bruno Rocha

Cearense de Caucaia, professor e estudante de Matemática, torcedor do Ferroviário e cafélotra. Entrou pelas veredas do Heavy Metal na adolescência e hoje é um aficionado e pesquisador de todos os gêneros mais tradicionais desta arte e de suas épocas. Tem como forte o Doom Metal, não obstante o sol de sua terra-natal.

Mais matérias de Bruno Rocha no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online