Darktower: ainda mais extremo, intenso e variado

Resenha - Eight Spears - Darktower

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O quinteto carioca DARKTOWER, desde seu debut, lançado em 2013, vem marcando seu nome entre os grandes representantes do metal extremo nacional. E agora, Flávio Gonçalves – Vocais , Raphael Casotto – Guitarras, Rafael Morais – Guitarras, Rodolfo Ferreira – Baixo, Backing vocals, e Jean Secca – Bateria retornam para tomarem o posto de uma das grandes bandas do estilo no país.

5000 acessosBruno Sutter: ouça em primeira mão o 1º single, "The Best Singer in the World"5000 acessosHard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 1

O que mais chama a atenção, logo de cara, é o clima caótico e soturno aqui criado, com uma agressividade latente, mas sem deixar de lado a utilização de elementos mais melódicos, inclusive com orquestrações muito bem encaixadas, e que fazem toda a diferença.

Além disso, é perceptível também um maior apuro técnico da banda, com um instrumental rico e bem trabalhado, trazendo até alguns traços mais progressivos.

Todas as nove faixas são muito legais e não deixam a qualidade cair em momento algum, destacando-se “Destroy the House of Ha’shem”, que mostra bem esse lado mais trabalhado da sonoridade dos caras; e “Nameless Servants of Damnation”, uma das mais brutais do álbum, mostrando todo o poder de fogo do quinteto.

Cabe ainda citar as participações especiais de vocalistas no disco, que o abrilhantam ainda mais, se destacando Felipe Eregion (UNEARTHLY) em “Destroy the House of Há’Shem”, com seus característicos urros soturnos; de Guilherme Sevens (PAINSIDE), em “The Legion Marches On”, Rodrigo Garm (PAGAN THRONE) em “Blood Harvest”; e Pedrito Hildebrando (VOCIFERATUS) em “Eight Spears”.

O disco foi gravado e mixado por Fernando Campos, e masterizado em Atenas, na Grécia, no Grindhouse Studio, por George Bokos (ex-ROTTING CHRIST) , e tem uma ótima sonoridade, bem crua e brutal.

O CD foi ainda lançado em uma bela versão digipack, e é altamente indicado para sua coleção, desde que você seja fã de metal extremo da mais alta qualidade.

DARKTOWER - Eight Spears (Álbum)

(2016 - Black Legion Productions – Lab 6 Music)

1. Eight Paths - Initiation
2. Destroy the House of Ha'shem
3. Burn the Pyre
4. The Legion Marches On
5. Nameless Servants of Damnation
6. On Darkest Wings
7. Haeretic
8. Eight Spears
9. Blood Harvest

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dark Tower"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dark Tower"

Bruno SutterBruno Sutter
Ouça em primeira mão o 1º single, "The Best Singer in the World"

Hard RockHard Rock
As bandas do gênero que ficaram para trás

Bob DylanBob Dylan
É dele a "Maior Música de Todos os Tempos"

5000 acessosBon Jovi: tráfico e uso de drogas, escândalo sexual5000 acessosCapas de álbuns com ilusões de ótica5000 acessosDeath: a avó do fã que foi sepultada com a camiseta da banda5000 acessosCapas de discos: e se elas dissessem "a real"?5000 acessosMegadeth: curioso com saracoteio de Axl, Dave louva Mötley Crüe5000 acessosDimmu Borgir: não faz sentido usar jeans e camiseta branca

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online