Steven Tyler: country comercial sem ser vulgar

Resenha - We're All Somebody from Somewhere - Steven Tyler

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Victor de Andrade Lopes
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Aos poucos, o lendário vocalista do Aerosmith, Steven Tyler, foi revelando ao mundo sua intenção de lançar um trabalho country. Não se trata de uma aventura total, uma vez que sua banda sempre bebeu do gênero, mas bastou para causar curiosidade, para o bem e para o mal.

Oooops: Steven Tyler cai no palco durante show; assistaTime Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os tempos

A resposta para todo o hype é We're All Somebody from Somewhere, que reúne quase uma hora de música country moderna e comercial - e digo isso sem a intenção de aplicar os termos de forma pejorativa. Porque, convenhamos, nem tudo que é feito para o rádio é necessariamente ruim.

E as 15 faixas do álbum provam isso. Variam bastante, mesmo que sem perder o estilo de vista. Temos baladinhas leves e sonolentas como "It Ain't Easy", "Gypsy Girl" e "What Am I Doin' Right?", mas felizmente elas não ditam a tônica do álbum. O clima dele é determinado pelos momentos mais empolgantes, como a forte "Love Is Your Name", divulgada já no ano passado; a autoafirmativa e alegrinha "I Make My Own Sunshine"; e a bela "Only Heaven".

"Somebody New", agraciada com um indispensável banjo; e "The Good, the Bad, the Ugly and Me" estão entre as mais verdadeiramente country. A primeira resgata a delicada instrumentação do gênero, com dedilhadas precisa nas cordas. Já a segunda chama a atenção por sua área rítmica, lembrando os quase-vizinhos do Bon Jovi.

Os "patinhos feios" (de novo, sem intenções pejorativas) ficam por conta da abertura "My Own Worst Enemy", que começa com um violão à la Zé Ramalho (falo sério), mas vai ganhando corpo e fica mais forte até o final; e a exótica "Hold On (Won't Let Go)", que destoa de suas companheiras tanto quanto a regravação que abordarei a seguir.

Os mais incautos poderiam dizer que Steven estragou o hit aerosmithiano "Janie's Got a Gun". Mas se considerarmos que a faixa foi coescrita por ele e que a letra lida com um tema espinhoso (uma garota que baleia o próprio pai após sofrer abusos sexuais), deduz-se que ele faz o que quer com a faixa e ainda que deu uma atmosfera mais apropriada para a personagem, ainda que esta adaptação chegue com quase 30 anos de atraso.

O country prometido por Steven Tyler pode não ter sido algo mais clássico e clichê, mas o apelo comercial e o abuso de elementos pop não chegam a estragar a experiência. Até a tornam mais acessível. Na verdade, o country sempre teve tudo para ser misturado com o pop, de modo a honrar tanto o passado quanto o presente da música típica estadunidense.

Uma estreia firme e madura deste grande vocalista. Se você não comprar o disco achando que o sexagenário era a encarnação adormecida do Johnny Cash, terá uma boa experiência.

Abaixo, o vídeo do single "Love Is Your Name":

Track-list:
1. "My Own Worst Enemy"
2. "We're All Somebody from Somewhere"
3. "Hold On (Won't Let Go)"
4. "It Ain't Easy"
5. "Love Is Your Name"
6. "I Make My Own Sushine"
7. "Gypsy Girl"
8. "Somebody New"
9. "Only Heaven"
10. "The Good, rhe Bad, rhe Ugly & Me"
11. "Red, White and You"
12. "Sweet Louisiana"
13. "What Am I Doin' Right?"
14. "Janie's Got a Gun"
15. "Piece of My Heart"

Fonte: Sinfonia de Ideias
http://bit.ly/WASFS

Comente: Você gostou das músicas country do vocalista do Aerosmith?


Outras resenhas de We're All Somebody from Somewhere - Steven Tyler

Steven Tyler: Menos country e mais agradável do que se pensa




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Steven Tyler"Todas as matérias sobre "Aerosmith"


OooopsOooops
Steven Tyler cai no palco durante show; assista

Os anos do Heavy Metal: A decadência e a renovação do estiloAerosmith: o "bis secreto" dos shows da banda, segundo Steven TylerHollywood Vampires: novo álbum Rise é lançado em CD no Brasil

AerosmithAerosmith
Steven Tyler trolla e atrapalha Joe Perry; veja vídeo

Aerosmith: resgatando pérolas no palco do Hard Rock HotelJoe Perry: rock and roll puro em álbum solo consistente

Por poucoPor pouco
15 rockstars que quase partiram dessa para uma melhor

AerosmithAerosmith
Tyler conta como comparação com Mick Jagger o feriu

AerosmithAerosmith
Michael Schenker lembra do teste para a banda em 1979


Time MagazineTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

SlashSlash
A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

Dedo x PalhetaDedo x Palheta
Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate

Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaGuns N' Roses: os 10 melhores não-clássicos da bandaRitchie Blackmore: "Nasci na época errada"Piadas sobre músicos

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes no Whiplash.Net.

adGooILQ