Asking Alexandria: Voltando em peso para o Post-Hardcore

Resenha - Black - Asking Alexandria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Matheus Albuquerque
Enviar Correções  

8

A banda Asking Alexandria é famosa por ser um dos pioneiros do gênero de Post-Hardcore, já tem oito anos de estrada e está renovando seu som, com seu novo álbum. A saída do vocalista Danny Worsnop foi vista como o fim, mas com o novo vocalista Denis Stoff a banda tomou um rumo diferente do antecessor, From Death to Destiny, tendo menos sintetizadores e até mesmo mais peso e vocais guturais, isso tudo sem perder a melodia já de praxe da banda.

Asking Alexandria: vocalista grava cover para "Back To Black", de Amy Winehouse

Curiosidades: 40 fatos inacreditáveis do rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Let It Sleep" dá início ao álbum, Com uma pequena intro em background que logo explode em um ritmo acelerado com guturais. a música tem uma grande variedade entre guturais e limpos e quebradas de ritmo. Já no primeiro refrão você consegue ver a potência vocal do novo cantor que se mostra um ótimo vocalista para banda, não deixando a dever.

"The Black" começa com mais uma track em background. O som dá uma mudada por ter partes com o instrumental baixo ressaltando a voz de Denis. O som tem guturais mas sem peso e o refrão com muitos remixes.

"I Won't Give In" foi o primeiro single lançado com o novo vocalista. O som já é bem conhecido entre os fãs. Os seus coros no refrão ficam na cabeça de qualquer um. O música, diferente das anteriores, tem um vocal mais limpo e com quase nenhum grito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Sometimes It Ends" começa com um entrevista, logo entra uma porrada com bateria acelerada e guturais constantes que, claro, variam muito. A música entra em uma calmaria antes do refrão. Uma letra muito bem feita com coros de "oh-oh", que já é uma velha conhecida dos fãs, de fundo.

"The Lost Souls" começa com um piano e uma bateria em marcha que vai aumentando e uma voz de fundo. Logo a música entra, bem menos pesada que as anteriores, com uma guitarra melódica. A música tem um toque de Glam metal nos solos do verso. Tem toques melódicos no vocal que não são muito a cara do Post-HC, mas que deixam um pouco diferente a música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Just A Slave To Rock N' Roll" começa como um Glam metal dos anos 80. Um riff em conjunto com um cowbell marcando o tempo. A música me faz lembrar riffs da Avenged Sevenfold. Verso com solos para dar melodia juntamente com o peso do riff.

"Send Me Home" começa com um coro que lembra muito bandas de Pop Rock, logo dando espaço para a marcação da bateria e a voz um pouco menos aguda. Em uma explosão o vocalista aumenta o tom e o volume também, uma música lenta que ao mesmo tempo tem um refrão bonito que te deixa impressionado com o tom de Denis.

"We'll Be OK" começa com um sussurro seguido de um berro que dá início à música. Começa mais uma música que tem a bateria acelerada e matadora que muda de ritmo. O refrão é melódico também e com coros mais aparentes, a música tem um gutural grave no break que os fãs com certeza vão identificar que se trata de Asking.

"Here I Am" é mais uma música lenta que é bem simples no verso. O seu refrão não tem agudos espetaculares como em algumas anteriores, mas mesmo assim o som é muito bom de ouvir e o refrão fica pregado na sua cabeça.

"Gone" começa com um piano com violinos seguindo as harmonias. A voz de Denis aparece e começa a fazer harmonias com esse instrumental. A música não passa disso, mesmo assim a voz de Denis impressiona por sua versatilidade.

"Undivided" começa já acelerada após breves palavras. O som é bem animado, um refrão bem inspirado em glam metal com os elementos de post-hardcore tradicional.

"Circled By The Wolves" começa com uma bateria de background que logo entra acelerada com guturais graves. O som fica mais calmo no refrão que tem mais coros de "oh-oh" para não perder a essência.

Após ouvir esse novo álbum vejo que a banda evoluiu bastante musicalmente. O som está mais limpo, sem tantas partes eletrônicas excessivas como nos primeiros álbuns. Sem perder o peso e a melodia o Asking Alexandria começa sua nova fase da carreira.

Tracklist:
1."Let It Sleep"
2."The Black"
3."I Won't Give In"
4."Sometimes It Ends"
5."The Lost Souls"
6."Just a Slave to Rock N' Roll"
7."Send Me Home"
8."We’ll Be Okay"
9."Here I Am"
10."Gone"
11."Undivided"
12."Circled by the Wolves"


Outras resenhas de Black - Asking Alexandria

Resenha - Black - Asking Alexandria




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Asking Alexandria: vocalista grava cover para "Back To Black", de Amy Winehouse

Asking Alexandria: assista lyric video de "Down To Hell", nova música da banda


Kerrang!: As seis citações inspiradoras de 2014Kerrang!
As seis citações inspiradoras de 2014

Bateristas: os dez melhores em vídeo, com algumas surpresasBateristas
Os dez melhores em vídeo, com algumas surpresas


Curiosidades: 40 fatos inacreditáveis do rockCuriosidades
40 fatos inacreditáveis do rock

Total Guitar: os 20 melhores riffs de guitarra da históriaTotal Guitar
Os 20 melhores riffs de guitarra da história


Sobre Matheus Albuquerque

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280