RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemRoger Waters se defende, mas David Gilmour fica do lado da esposa e confirma tudo

imagemO ponto fraco de Yngwie Malmsteen segundo Ronnie James Dio, em 1985

imagemEm 1974, Raul Seixas explicava detalhes dos significados por trás da letra de "Gita"

imagemOzzy Osbourne revela qual foi o melhor guitarrista de sua carreira solo

imagemRoger Waters atende a Rússia e faz discurso para o Conselho de Segurança da ONU

imagemA reação de King Diamond ao ouvir Metallica tocando músicas do Mercyful Fate

imagemO triste motivo pelo qual o Pink Floyd não podia fazer contato com Syd Barrett

imagemQuem ganhou e quem devia ter ganhado o Grammy de metal desde 1989, segundo Loudwire

imagemRodinha de mosh gigantesca em show do System of a Down viraliza e impressiona

imagemVeja o que esperar da turnê do Mayhem no Brasil

imagemPor que Herbert Vianna gosta muito do riff de "Eu Quero Ver o Oco" do Raimundos?

imagemMegadeth é processado por artista que criou capa do último disco da banda

imagemVeja Dave Grohl cantando e agitando em show do Mercyful Fate

imagemAs 20 melhores músicas do Nightwish, em lista da Metal Hammer

imagemO show do Engenheiros do Hawaii sem Humberto, que eles achavam que havia sido sequestrado


Def Leppard Motley Crue 2

Asking Alexandria: Voltando em peso para o Post-Hardcore

Resenha - Black - Asking Alexandria

Por Matheus Albuquerque
Postado em 26 de março de 2016

Nota: 8

A banda Asking Alexandria é famosa por ser um dos pioneiros do gênero de Post-Hardcore, já tem oito anos de estrada e está renovando seu som, com seu novo álbum. A saída do vocalista Danny Worsnop foi vista como o fim, mas com o novo vocalista Denis Stoff a banda tomou um rumo diferente do antecessor, From Death to Destiny, tendo menos sintetizadores e até mesmo mais peso e vocais guturais, isso tudo sem perder a melodia já de praxe da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Let It Sleep" dá início ao álbum, Com uma pequena intro em background que logo explode em um ritmo acelerado com guturais. a música tem uma grande variedade entre guturais e limpos e quebradas de ritmo. Já no primeiro refrão você consegue ver a potência vocal do novo cantor que se mostra um ótimo vocalista para banda, não deixando a dever.

"The Black" começa com mais uma track em background. O som dá uma mudada por ter partes com o instrumental baixo ressaltando a voz de Denis. O som tem guturais mas sem peso e o refrão com muitos remixes.

"I Won't Give In" foi o primeiro single lançado com o novo vocalista. O som já é bem conhecido entre os fãs. Os seus coros no refrão ficam na cabeça de qualquer um. O música, diferente das anteriores, tem um vocal mais limpo e com quase nenhum grito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Sometimes It Ends" começa com um entrevista, logo entra uma porrada com bateria acelerada e guturais constantes que, claro, variam muito. A música entra em uma calmaria antes do refrão. Uma letra muito bem feita com coros de "oh-oh", que já é uma velha conhecida dos fãs, de fundo.

"The Lost Souls" começa com um piano e uma bateria em marcha que vai aumentando e uma voz de fundo. Logo a música entra, bem menos pesada que as anteriores, com uma guitarra melódica. A música tem um toque de Glam metal nos solos do verso. Tem toques melódicos no vocal que não são muito a cara do Post-HC, mas que deixam um pouco diferente a música.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Just A Slave To Rock N' Roll" começa como um Glam metal dos anos 80. Um riff em conjunto com um cowbell marcando o tempo. A música me faz lembrar riffs da Avenged Sevenfold. Verso com solos para dar melodia juntamente com o peso do riff.

"Send Me Home" começa com um coro que lembra muito bandas de Pop Rock, logo dando espaço para a marcação da bateria e a voz um pouco menos aguda. Em uma explosão o vocalista aumenta o tom e o volume também, uma música lenta que ao mesmo tempo tem um refrão bonito que te deixa impressionado com o tom de Denis.

"We'll Be OK" começa com um sussurro seguido de um berro que dá início à música. Começa mais uma música que tem a bateria acelerada e matadora que muda de ritmo. O refrão é melódico também e com coros mais aparentes, a música tem um gutural grave no break que os fãs com certeza vão identificar que se trata de Asking.

"Here I Am" é mais uma música lenta que é bem simples no verso. O seu refrão não tem agudos espetaculares como em algumas anteriores, mas mesmo assim o som é muito bom de ouvir e o refrão fica pregado na sua cabeça.

"Gone" começa com um piano com violinos seguindo as harmonias. A voz de Denis aparece e começa a fazer harmonias com esse instrumental. A música não passa disso, mesmo assim a voz de Denis impressiona por sua versatilidade.

"Undivided" começa já acelerada após breves palavras. O som é bem animado, um refrão bem inspirado em glam metal com os elementos de post-hardcore tradicional.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Circled By The Wolves" começa com uma bateria de background que logo entra acelerada com guturais graves. O som fica mais calmo no refrão que tem mais coros de "oh-oh" para não perder a essência.

Após ouvir esse novo álbum vejo que a banda evoluiu bastante musicalmente. O som está mais limpo, sem tantas partes eletrônicas excessivas como nos primeiros álbuns. Sem perder o peso e a melodia o Asking Alexandria começa sua nova fase da carreira.

Tracklist:
1."Let It Sleep"
2."The Black"
3."I Won't Give In"
4."Sometimes It Ends"
5."The Lost Souls"
6."Just a Slave to Rock N' Roll"
7."Send Me Home"
8."We’ll Be Okay"
9."Here I Am"
10."Gone"
11."Undivided"
12."Circled by the Wolves"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Black - Asking Alexandria

Resenha - Black - Asking Alexandria

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Asking Alexandria: reverenciando o Skid Row

Bateristas: os dez melhores em vídeo, com algumas surpresas

Metalcore: 13 músicas que um fã de death metal deve gostar


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal