Graveyard Ghoul,Cryptic Brood: Podreira obscuridade

Resenha - Graveyard Brood - Graveyard Ghoul/Cryptic Brood

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7

Duas bandas alemãs, fãs da podreira e obscuridade resolvem se unir e lançar um split CD, isto é, algo típico do underground que une esses povos alternativos no mundo da música. Coincidentemente, trata-se de dois power trios que se formaram recentemente, não mais que há quatro anos.

Slash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

O trabalho foi lançado em CD e LP, e quem abre a bolacha é o Graveyard Ghoul, banda oriunda de Westerstede. Praticando um Death Metal primitivo que flerta com o Thrash e até o Black Metal, o grupo destila um som sujo, raivoso, mas que não é focado somente na velocidade da luz. As músicas são rápidas e agressivas, mas sem exageros. Amantes de Celtic Frost e Possessed irão gostar de imediato do grupo.

Já o Cryptic Brood vem de Wolfsburg e opta por um Death Metal mais fúnebre e até com linhas Doom Metal. Seu som é menos rústico, mas ainda sim primitivo. Alternância de ritmos mais dinâmicos com quebradas arrastadas é o grande trunfo da banda, que também conta com um bom vocal gutural agonizante. Destaque para faixa Basement Funeral.

A produção do trabalho é bem orgânica, chegando a soar quase amadora. Mas, por incrível que pareça, a captação ficou boa e a qualidade combina com a proposta das bandas. A arte gráfica e a ótima capa ficaram por conta de Mark Riddick e Marc Niederhagemann, que deram o aspecto ideal para os sons propostos pelas duas bandas.



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slash: Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?Slash
Um dia Michael Jackson ficou puto com ele?

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoSlipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin