Matérias Mais Lidas

Megadeth: Nightstalkers será a música mais rápida do novo álbum, ouça um trechoMegadeth
"Nightstalkers" será a música mais rápida do novo álbum, ouça um trecho

Destruction: Mike, guitarrista e fundador do grupo, está desconectado segundo SchmierDestruction
Mike, guitarrista e fundador do grupo, está "desconectado" segundo Schmier

Charlie Brown Jr: como Chorão foi corrompido após ficar rico, segundo Tadeu PatollaCharlie Brown Jr
Como Chorão foi corrompido após ficar rico, segundo Tadeu Patolla

The Who: Pete Townshend explica por que um dos auges de sua carreira foi tocar no BrasilThe Who
Pete Townshend explica por que um dos auges de sua carreira foi tocar no Brasil

Aerosmith: banda pode nunca mais se apresentar ao vivo, de acordo com Brad WhitfordAerosmith
Banda pode nunca mais se apresentar ao vivo, de acordo com Brad Whitford

Black Sabbath: Wendy Dio dá sua versão sobre os boatos de problemas entre Ozzy e DioBlack Sabbath
Wendy Dio dá sua versão sobre os boatos de problemas entre Ozzy e Dio

Lindemann: não era minha praia, diz Tägtgren sobre fim da bandaLindemann
"não era minha praia", diz Tägtgren sobre fim da banda

Ramones: do punk ao death metal, 25 bandas que gravaram covers do saudoso quartetoRamones
Do punk ao death metal, 25 bandas que gravaram covers do saudoso quarteto

Robert Plant: a música da carreira que ele acha mais difícil de cantar (não é do Led)Robert Plant
A música da carreira que ele acha mais difícil de cantar (não é do Led)

System of a Down: a música escatológica que gerou briga e quase acabou com a bandaSystem of a Down
A música escatológica que gerou briga e quase acabou com a banda

Gary Moore: em ácido comentário, ele dizia em 1987 por que não curtia hard rockGary Moore
Em ácido comentário, ele dizia em 1987 por que não curtia hard rock

Helloween: a melhor música da banda na fase Andi Deris, na opinião de Michael KiskeHelloween
A melhor música da banda na fase Andi Deris, na opinião de Michael Kiske

Iron Maiden: Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeuIron Maiden
Bruce Dickinson te enganou em shows no Brasil em 2019 e você nem percebeu

Nightwish: Floor fala sobre pirotecnia nos shows e como lida ao esquecer as letrasNightwish
Floor fala sobre pirotecnia nos shows e como lida ao esquecer as letras

Guns N' Roses: estreando velha nova música Absurd em show nos EUA; veja vídeoGuns N' Roses
Estreando "velha nova" música "Absurd" em show nos EUA; veja vídeo


Pentral

Dimmu Borgir: Adentrando as Dimensões Espirituais Negras

Resenha - Spiritual Black Dimensions - Dimmu Borgir

Por Vitor Sobreira
Em 30/12/15

Com um nome que gera dúvidas sobre como é pronunciado, e cuja a tradução é algo relacionado a "Castelo/Fortaleza Negra", esses noruegueses marcaram para sempre a história do Black Metal, ajudando a aperfeiçoar e disseminar uma face Sinfônica e melodiosa do estilo. É verdade que em cada disco apresentaram uma evolução inacreditável e sonoridades diferentes, contudo, sempre continuou a ser o mesmo Dimmu Borgir.

Com o final da década de 90, e o início dos "misteriosos" anos 2000 bem próximos, nada melhor para ter comemorado este marco com um álbum tão inesquecível quanto este, e, nesta época, a banda já contava com 3 álbuns oficiais e 1 EP no currículo, além de um nome sempre em constante acensão.

Comparado com o antecessor, o magnifico Enthrone Darkness Triumphant (97), aqui optaram por um Black Metal mais agressivo, frio e sombrio, com um uso mais calculado e diversificado dos teclados e melodias, além de explorar experimentações, como os vocais limpos e profundos do convidado especial Vortex (que mais tarde integraria de vez o grupo), a guitarra (solo) com um apelo mais Tradicional e os teclados comandados aqui pelo novato Mustis (que basicamente continuou o que Stian Aarstad fez, só que empregando seu próprio estilo assombroso) que se encaixaram e deram um toque extra muito bem vindo as músicas, além de momentos mais trabalhados e bem executados. Os vocais de Shagrath não ficam para trás, e sendo sempre um enigma, pois sempre tendem a acompanhar as evoluções da banda, e aqui, apostou em um estilo gutural ora um pouco mais rasgado, ora um pouco mais 'fechado', vomitando letras arcanas. O restante de uma formação que (talvez) nunca devesse ser mudada também é digna de elogios, desde as bases nada gentis de Silenoz e Nagash, até a bateria maligna de Tjodalv, todos deram seu melhor.

Será que preciso elogiar a capa? SIM! O anjo torturado e aprisionado em (quem sabe) uma 'Dimensão Espiritual Negra', serviu perfeitamente para estampar o disco... E como combinou!

'Reptile' abre o trabalho já exibindo o que de melhor a horda tinha a nos oferecer, com velocidade inicial, teclados mórbidos e um refrão de arrepiar. 'Dreamside Dominions' pode ser descrita como a mais 'melódica', desde climas pomposos até um solo muito bem executado no final. 'Grotesquery Conceiled' possui momentos bem profundos e tensos, e como todas as faixas, aposta na diversidade de partes rápidas e mais cadenciadas, enquanto que 'Arcane Lifeforce Mysteria' encerra as atividades de forma grandiosa e com momentos bem viajantes, e quase "progressivos". Citei estas apenas para você ter uma breve noção da riqueza contida aqui, e o melhor mesmo é ouvir este álbum (caso tenha interesse e curiosidade), pois esses caras criaram em um lúgubre laboratório de Alquimia e Magia Negra uma obra oculta, soberba e cheia de detalhes, sendo que a cada faixa uma surpresa nos aguarda como uma emboscada, com climas sombrios e densos quase sufocantes, que faz com que nos percamos em sombras, apreciando este 'play'.

Como curiosidades, o disco foi produzido pelo renomado e incansável Peter Tägtgren (Hypocrisy), e, segundo entrevista a uma revista de Metal da Noruega, a banda afirmou que para os vocais limpos, originalmente chamaria o vocalista Carl McCoy (Fields of the Nephilim, ex-Nefilim), mas que por uma limitação de tempo, infelizmente não foi possível firmar esta parceria.

Não há dúvidas que o melhor do Symphonic Black você encontra aqui, mesmo que os vindouros lançamentos, que apostariam mais em orquestrações, de certa forma o 'soterraram' na discografia junto com os outros primeiros. Mas quem gosta, dá valor, e isso é o que importa. Se tiver coragem, ouça preferencialmente no escuro!!

Faixas:

1. Reptile (05:17)
2. Behind the Curtains of Night-Phantasmagoria (03:20)
3. Dreamside Dominions (05:13)
4. United in Unhallowed Grace (04:22)
5. The Promised Future Aeons (06:51)
6. The Blazing Monoliths of Defiance (04:37)
7. The Insight and the Catharsis (07:17)
8. Grotesquery Conceiled (Within Measureless Magic) (05:10)
9. Arcane Lifeforce Mysteria (07:03)

(Tempo Total - 49:10)

Formação:
Shagrath - Vocals
Erkekjetter Silenoz - Guitars (Rhythm)
Astennu - Guitars (Lead)
Tjodalv - Drums & Percussion
Mustis - Keyboards
Nagash - Bassguitar

Lançamento: Março de 1999 - Nuclear Blast

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Música Macabra: Oito grandes músicas que foram inspiradas em filmes clássicos de terrorMúsica Macabra
Oito grandes músicas que foram inspiradas em filmes clássicos de terror

Heavy metal poliglota: dez músicas cantadas em idiomas diferentes do inglêsHeavy metal poliglota
Dez músicas cantadas em idiomas diferentes do inglês

Noruega: 15 grandes bandas formadas no país do black metalNoruega
15 grandes bandas formadas no país do black metal

Metal Extremo: 20 músicas para quem está iniciando caminhada pelo lado pesado da forçaMetal Extremo
20 músicas para quem está iniciando caminhada pelo lado pesado da força


Dimmu Borgir: Silenoz se considera um satanista?Dimmu Borgir
Silenoz se considera um satanista?

Dimmu Borgir: Somos uma banda satânicaDimmu Borgir
"Somos uma banda satânica"

Metal norueguês: as dez melhores bandas segundo o About.comMetal norueguês
As dez melhores bandas segundo o About.com


Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira.