Falling In Disgrace: Na linha tênue entre extremos

Resenha - At the Gates of the Death - Falling In Disgrace

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

7

"At The Gates of the Death", primeiro álbum dos pernambucanos do Falling In Disgrace, foi lançado em 2012. Porém, em 2014, após o termino do trabalho de divulgação do debut, a banda resolveu disponibilizar o disco para download e com ele algumas faixas bônus.

A sonoridade da banda caminha entre a linha tênue do Thrash e do Death Metal, sendo que a banda bebe muito na fonte do Metal extremo nacional de nomes como Chakal, Anthares, Taurus, enfim... Claro que o Falling In Disgrace possui suas características próprias, sendo uma delas a mescla de vocais guturais com vocais rasgados.

publicidade

Outro ponto forte do grupo são os riffs de guitarras que não dão muito espaço para solos, tornando as composições mais densas e com um clima mais rústico. Os solos quando aparecem são meteóricos, típicos do Death Metal. As letras mesclam o caos social com um mundo mais fúnebre, o que casa muito bem com a sonoridade.

A banda também inclui em seu repertório duas canções cantadas em português que soam bem e não soam diferentes das demais. Esta versão, como dita no primeiro parágrafo, traz algumas faixas a mais em relação à primeira distribuição, sendo uma delas Chopped in Half, cover do Obituary, que ficou muito boa. As outras são faixas ao vivo com uma produção bem precária. Com certeza quem ouviu "At The Gates of the Death" já aguarda o segundo petardo.

https://www.facebook.com/FallingInDisgrace

publicidade

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioCensura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Rob Halford: Uma resposta educada a comentários de DickinsonRob Halford
Uma resposta educada a comentários de Dickinson


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin