Matérias Mais Lidas

Metallica: James Hetfield está cético sobre vacina e é contra passaporte vacinadoMetallica
James Hetfield está cético sobre vacina e é contra "passaporte vacinado"

Mayhem: banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklistMayhem
Banda lançará EP em julho, com cover do Ramones; confira capa e tracklist

Inglaterra: 25 grandes bandas de rock e metal que não são de LondresInglaterra
25 grandes bandas de rock e metal que não são de Londres

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Sepultura: Iggor explica como criou bateria de Refuse/Resist, unindo metal e sambaSepultura
Iggor explica como criou bateria de "Refuse/Resist", unindo metal e samba

Pantera: há 25 anos, era lançado The Great Southern Trendkill, álbum mais extremo da bandaPantera
Há 25 anos, era lançado "The Great Southern Trendkill", álbum mais extremo da banda

Pensilvânia: do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estadoPensilvânia
Do rock and roll ao death metal, 10 grandes bandas que surgiram no estado

Dragonforce: cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman LiDragonforce
Cena metal nega a existência do racismo, segundo Herman Li

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Ozzy Osbourne: Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o MadmanOzzy Osbourne
Clufetos diz que não foi fácil deixar Rob Zombie para tocar com o Madman

Slipknot: o que Clown pensa sobre os Beatles?Slipknot
O que Clown pensa sobre os Beatles?

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"

The Pit: As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconhaThe Pit
As 20 maiores músicas pesadas especificamente sobre fumar maconha

Kiss: as cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnêsKiss
As cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnês


Arte Musical
Stamp
Korzus

Joe Satriani: O guitarrista de rock instrumental mais prolífico

Resenha - Shockwave Supernova - Joe Satriani

Por Ricardo Pagliaro Thomaz
Em 24/07/15

Nota: 9

Joe Satriani tem se mostrado ultimamente talvez o guitarrista de rock instrumental mais prolífico do cenário. É impressionante como o cara produz novas obras! A última que ele lançou data de 2013, o disco Unstoppable Momentum. Claro, nem sempre o cara está inspiradíssimo e ultimamente ele vem se detendo a repetir fórmulas que já trabalhou, mas sempre traz uma ou outra ideia nova no campo da harmonia e dos arranjos onde ele demonstra grande força. De qualquer forma suas composições continuam arrojadas e interessantes. Vamos conferir o novo trabalho.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A ilustração de capa é simplesmente sensacional, como eu não via há tempos em um disco do Satriani, totalmente trabalhada. Detalhe que desta vez a ilustração vai além. A capa é toda brilhosa, realçando os detalhes, e na capa da frente, o nome de Satch é cortado, de forma que ilustra pequenos detalhes da capa interna em um trabalho primoroso de produção da embalagem, que é daquelas de papel grosso, que eu não sou muito chegado, mas dessa vez pelo menos os caras foram cuidadosos o bastante para colocar uma embalagem extra por dentro para guardar o CD, e não apenas tacar ele lá dentro correndo o perigo de riscar o laser. Grande trabalho que só valoriza mais o disco do guitarrista.

Vamos então falar das músicas do disco. A faixa de abertura, que carrega o título do álbum, já demonstra essa repetição de fórmula que falei antes, mas é uma faixa de abertura bacana. O refrãozinho da música com a guitarra slide e seus modos lídios são contagiantes e fazem você assobiar a música na cabeça. Satch ainda continua com sua bem conhecida habilidade de compor algo só com instrumentação, sem sequer abrir a boca para cantar uma nota, e ainda assim te deixar cantarolando a música.

Da mesma forma ele também consegue compor temas climáticos, dosando no shredding e usado-o na hora certa de fazer a guitarra transpirar, como é o caso da linda "Lost in a Memory" e na intimista "All of My Life" que tem cara de tema latino; o guitarrista quando quer ser intimista mostra que funciona até mesmo sem sua banda, como é o caso da doce "Butterfly and Zebra", que parece uma canção de ninar acompanhada ao teclado. Mas o tema climático que mais apreciei no álbum foi a faixa que fecha o disco, "Goodbye Supernova", que quando ouço imediatamente imagino uma viagem interplanetária dentre os arranjos de Satch e dos teclados de Mike Keneally.

Vamos falar das experimentações e ideias novas. Ouça por exemplo "Crazy Joey" e perceba como o cara sutilmente funde o seu shredding à escalas pentatônicas de blues compondo uma malha sonora bastante variada em uma batida que quase lembra um reggae, coisa que só um talento puro como ele poderia escrever. E logo após ela, confira "In My Pocket" o blues funkeado onde Satch cria combinações bem interessantes em meio a um refrão bem pegajoso, tudo regado à entremeios com solinho de gaita, muito bem executado. E falando em blues, Satch capricha nesse gênero também ainda com a boa "San Francisco Blue", mais tradicional, mas com toques pessoais do guitarrista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Agora tem uma faixa aqui que é uma experimentação e tanto do careca que parece o Surfista Prateado: "On Peregrine Wings", uma das faixas mais interessantes em anos do cara, com um pequeno detalhe: o ritmo é característico de baião! Sim, baião, com sino e tudo mais! É um Rock-Baião, muito bem escrito e com passagens excelentes. Eu não morro de amores por ritmos de baião, mas sei identificar uma boa composição quando vejo uma, e esta faixa com toda certeza é um grande destaque, não sei dizer se o lance do baião foi intencional, mas que ficou muito legal, ficou.

Outras composições aqui são repeteco do que já vimos em outros trabalhos do guitarrista, mas não sem ter alguns lances interessantes que o cara trabalha de maneira diferente, como na ótima "Keep on Movin'" em que o cara mete a mão na guitarra sem dó, ou em "A Phase I'm Going Through" que parece muito com "Why" do álbum The Extremist (1992). Talvez a que tenha sido um repeteco mais proposital dentre as faixas do álbum tenha sido "Stars Race Across the Sky", uma vez que não se pode ignorar a semelhança de nome, rítmica e de arranjo com a faixa "Clouds Race Across the Sky" do álbum Engines of Creation (2000).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enfim, dentre uma boa porção de ideias novas, experimentações e repetecos de temas, e contando com um timaço de músicos de apoio, incluindo o multi-instrumentista Mike Keneally e os músicos Marco Minnemann e Bryan Beller da banda The Aristocrats, ainda com a regular co-produção de John Cuniberti e Mike Fraser, Satriani escreve mais um álbum instrumental para ser apreciado não somente pelos instrumentistas, mas também pelo público de forma geral, uma vez que sua música, seu estilo vai muito além do que a simples demonstração técnica de recursos que um guitarrista pode proporcionar. Recomendado!

Shockwave Supernova (2015)
(Joe Satriani)

Tracklist:
01. Shockwave Supernova
02. Lost In A Memory
03. Crazy Joey
04. In My Pocket
05. On Peregrine Wings
06. Cataclysmic
07. San Francisco Blue
08. Keep On Movin'
09. All Of My Life
10. A Phase I'm Going Through
11. Scarborough Stomp
12. Butterfly and Zebra
13. If There Is No Heaven
14. Stars Race Across The Sky
15. Goodbye Supernova

Selo: Legacy Recordings / Strange Beautiful Music/ASCAP/Kobalt

Discografia anterior:
- Unstoppable Momentum (2013)
- Black Swans and Wormhole Wizards (2010)
- Professor Satchafunkilus and the Musterion of Rock (2008)
- Satriani Live! (2006)
- Super Colossal (2006)
- Is There Love in Space? (2004)
- Strange Beautiful Music (2002)
- Additional Creations (2000) - EP
- Engines of Creation (2000)
- Crystal Planet (1998)
- Joe Satriani (1995)
- Time Machine (1993)
- The Extremist (1992)
- Flying in a Blue Dream (1989)
- Dreaming #11 (1988) - EP
- Surfing with the Alien (1987)
- Not of This Earth (1986)
- Joe Satriani (1984) - EP

Site oficial:
http://www.satriani.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Metallica: vídeo reúne dezenas de riffs que teriam sido copiados de outras bandasMetallica
Vídeo reúne dezenas de riffs que teriam sido copiados de outras bandas

Joe Satriani: guitarrista escreveu dois álbuns durante a pandemiaJoe Satriani
Guitarrista escreveu dois álbuns durante a pandemia

Guns N' Roses: foi Joe Satriani quem indicou o guitarrista para a bandaGuns N' Roses
Foi Joe Satriani quem indicou o guitarrista para a banda


G3: Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todosG3
Joe Satriani criou projeto pois sucesso o isolou de todos

Joe Satriani: ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie BlackmoreJoe Satriani
Ele lamenta as críticas recebidas de Ritchie Blackmore

Guitarristas: Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista FuzzGuitarristas
Os 10 maiores dos anos 80 segundo a revista Fuzz


Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Ricardo Pagliaro Thomaz

Roqueiro e apreciador da boa música desde os 9 anos de idade, quando mamãe me dizia para "parar de miar que nem gato" quando tentava cantarolar "Sweet Child O'Mine" ou "Paradise City". Primeiro disco de rock que ganhei: RPM - Rádio Pirata ao Vivo, e por mais que isso possa soar galhofa hoje em dia, escolhi o disco justamente por causa da caveira da capa e sim, hoje me envergonho disso! Sou também grande apreciador do hardão dos anos 70 e de rock progressivo, com algumas incursões na música pop de qualidade. Também aprecio o bom metal, embora minhas raízes roqueiras sejam mais calcadas no blues. Considero Freddie Mercury o cantor supremo que habita o cosmos do universo e não acredito que há a mínima possibilidade de alguém superá-lo um dia, pelo menos até o dia em que o Planeta Terra derreter e virar uma massa cinzenta sem vida.

Mais matérias de Ricardo Pagliaro Thomaz no Whiplash.Net.